Borussia Dortmund vira no fim sobre Hoffenheim e conquista segunda vitória seguida

Hoffs saem na frente, mas comandados de Peter Stöger mostram poder de reação para se consolidarem no grupo de classificados à Uefa Champions League da próxima temporada

Borussia Dortmund vira no fim sobre Hoffenheim e conquista segunda vitória seguida
Foto: Alexandre Simões/Borussia Dortmund/Getty Images
Borussia Dortmund
2 1
Hoffenheim
Borussia Dortmund: Bürki; Toljan, Sokratis Papastathopoulos, Toprak e Schmelzer; Weigl, Kagawa e Raphaël Guerreiro; Yarmolenko (Dahoud, min. 73), Aubameyang e Pulisic (Subotic, min. 93). Técnico: Peter Stöger.
Hoffenheim: Baumann; Posch (Akpoguma, min. 90), Vogt e Hübner; Kaderábek, Grillitsch, Zuber, Demirbay e Amiri; Uth (Szalai, min. 69) e Gnabry (Kramaric, min. 63). Técnico: Julian Nagelsmann.
Placar: 0-1, Uth, min. 21. 1-1, Aubameyang, min. 63. 2-1, Pulisic, min. 89.
ÁRBITRO: Harm Osmers
INCIDENCIAS: Partida válida pela 17ª rodada da Bundesliga 2017-18, disputada no Signal Iduna Park

No primeiro jogo do técnico Peter Stöger diante da fanática e exigente torcida aurinegra, um duelo difícil do Borussia Dortmund diante do Hoffenheim. O jogo foi disputado no Signal Iduna Park, e válido pela 17ª rodada da Bundesliga 2017-18, a última antes da pausa de inverno e a que encerra o primeiro turno do Campeonato Alemão. Os Hoffs saíram na frente no primeiro tempo, mas o BVB buscou a virada por 2 a 1 nos minutos finais, à beira dos acréscimos.

Com o resultado, os aurinegros conquistaram a segunda vitória consecutiva e aos poucos parecem se recuperar dos danos de dois meses de derrotas, reveses e resultados negativos em sequência. O time ocupa a terceira posição, com 28 pontos. Por outro lado, os Hoffs mantêm a inconsistência na temporada como visitantes. Ainda assim, ocupam a sétima posição, com 26 pontos.

Embora a Bundesliga só retorne em janeiro, o ano está encerrado apenas para o Hoffenheim. O Borussia Dortmund disputa as oitavas de final da Copa da Alemanha e encara o Bayern de Munique no terceiro Der Klassiker da temporada, às 17h45 da quarta-feira (20), na Allianz Arena.

Foto: Alexandre Simões/Borussia Dortmund

Hoffenheim abre vantagem no primeiro tempo

O jogo começou com o Borussia Dortmund no controle das principais ações e ficou mais próximo de sair em vantagem. O lado direito era bastante acionado e Yarmolenko era o jogador responsável pelos principais lances de perigo. Primeiro, o ucraniano aproveitou bola livre na área e chutou com efeito, mas errou o alvo. Em seguida, avançou com a pelota dentro da área, mas errou na hora de finalizar e desperdiçou a chance.

A postura aurinegra agradava o torcedor, mas o Hoffenheim chegou no momento certo e abriu o placar na primeira finalização. Aos 21 minutos, Kaderábek acionou Mark Uth, e a principal referência ofensiva do clube na temporada se impôs diante da marcação e chutou um petardo no canto direito de Bürki.

O gol mudou o panorama. Embora o BVB tivesse mais posse de bola e tentava o empate, o nervosismo e a ansiedade em acabar logo com a desvantagem incomodavam. Além disso, passar pelo bloqueio adversário era uma tarefa árdua. Por não passar facilmente pela marcação do Hoffenheim, o Dortmund chegava apenas nos escanteios ou nas tentativas de longa distância, que não surtiram efeito algum.

Foto: TF-Images/Getty Images

Auba e Pulisic garantem virada ao BVB

O segundo tempo foi mais eletrizante. O Dortmund decidido a não deixar a oportunidade de conquistar três pontos em casa e diminuir a pressão recente encontrou um Hoffenheim mais disposto a jogar e usar os espaços e o tempo certo para ampliar a vantagem imposta na etapa inicial. Quase a estratégia dos visitantes dá certo, quando Amiri recebeu dentro da área e chutou rápido, mas sem força e tranquilo para Bürki defender.

O panorama do jogo começou a favorecer os donos da casa a partir dos 17 minutos. Posch cometeu falta dentro da área e a arbitragem assinalou penalidade máxima. Aubameyang colocou a bola no canto direito de Baumann. O goleiro chegou a tocar na pelota, mas não impediu o empate aurinegro.

Com o placar igual, a partida ficou ainda mais aberta, uma vez que Julian Nagelsmann promoveu a entrada de Kramaric e deixou o time com mais velocidade e finalização no ataque. Mas o Dortmund ainda tinha maior controle da bola, trocava passes e ficava esperto para não dar oportunidades para os oponentes atacarem. Quando o Hoffenheim tinha maior possibilidade de marcar, com seguidas cobranças de escanteio, o Dortmund virou a partida. Aos 44 minutos do segundo tempo, Pulisic aproveitou rebote dentro da área para finalizar e garantir a segunda vitória aurinegra de forma consecutiva.