"Lei do ex" funciona, Selke marca dois e Hertha Berlin vence Leipzig fora de casa

Com um a menos desde os 8, visitantes seguram placar e conquistam vitória surpreendente; última derrota dos "Touros" em casa havia sido em maio

"Lei do ex" funciona, Selke marca dois e Hertha Berlin vence Leipzig fora de casa
Selke celebra gol contra ex-equipe (Foto: Bundesliga/ Divulgação)
Red Bull Leipzig
2 3
Hertha Berlin
Red Bull Leipzig: Gulacsi; Klostermann (Kaiser), Konate (Demme), Orban e Halstenberg; Kampl, Ilsanker, Keita e Bruma; Poulsen (Poulsen) e Werner.
Hertha Berlin: Jarstein; Pekarik (Skjelbred), Stark, Torunarigha e Plattenhardt; Lustenberger e Maier; Esswein, Lazaro e Kalou (Haraguchi); Selke (Ibisevic).
Placar: 0-1, min. 6, Selke. 0-2, min. 31, Kalou. 0-3, min. 51, Selke. 1-3, min. 68, Orban. 2-3, min. 92, Halstenberg.
ÁRBITRO: Frank Willenborg

A última rodada da Bundesliga antes da pausa para o inverno foi finalizada pela partida ocorrida neste domingo (17), no qual o Red Bull Leipzig recebeu a equipe do Hertha Berlin em seu estádio, a RB Arena. Vindos de uma sequência negativa de quarto partidas sem vitória, somando todas as competições, os donos da casa entraram em campo podendo reassumir a segunda colocação do campeonato, em caso de vitória.

No entanto, não foi o que ocorreu: o ex-Leipzig Davie Selke frustrou os planos dos "Touros", marcando dois dos três gols do triunfo da equipe visitante por 3 a 2. Com os três pontos conquistados, o time da capital assume a 10ª posição na tabela de classificação, com 24 pontos. 

Mesmo com um a menos, Hertha abre vantagem

O time do técnico austríaco Ralph Hasenhuttl teve apenas uma alteração: a entrada do defensor Orban no lugar do francês Upamecano que havia sido expulso contra o Wolfsburg. Já a equipe da capital também foi obrigada a fazer mudanças: Torunarigha - autor de um dos gols diante do Hannover - substituiu o lesionado Rekik.

Os donos da casa começaram a partida dominando: com grande posse de bola, ameaçavam os adversários trabalhando bem pelos lados com Werner pela direita e Keita pela esquerda. No entanto, logo aos seis minutos, no primeiro ataque do Hertha, Esswein achou Selke livre dentro da área que acertou o ângulo de Gulacsi: 1 a 0 para os berlinenses.

Ex-Leipzig, Selke comemora gol (Foto: Hertha BSC/ Divulgação)
Ex-Leipzig, Selke comemora gol (Foto: Hertha BSC/ Divulgação)

Porém, dois minutos depois, Torunarigha fez falta em cima de Werner que estava cara-a-cara com Jarstein, recebendo o cartão vermelho. Assim, a "Velha Senhora" ficou com 10 jogadores desde o início do primeiro tempo.

Com a vantagem numérica, a pressão do Leipzig aumentou. Entretanto, não eram criadas chances de perigo, por conta de erros de passe de seus jogadores mais avançados. Aos 30, quando os "Touros" pareciam mais próximos do empate, Lazaro cobrou falta com perfeição. Aproveitando a falha do sistema defensivo dos adversários, Kalou cabeçou sem chances para o goleiro, dobrando a vantagem do Hertha.

Buscando o empate, o meia Demme entrou no lugar do defensor Konate. Aos 36, o alemão criou grande chance, mas seu chute acabou na trave de Jarstein.

Leipzig desconta, mas visitantes seguram o placar

Os donos da casa começaram melhor na segunda parcial. No entanto, na primeira oportunidade do time de Berlim, aos 51, Demme escorregou, deixando Selke livre para balançar as redes mais uma vez: 3 a 0. Onze minutos depois, o jovem atacante teve a chance de fazer o "hat-trick", mas acertou a trave de Gulacsi.

Aos 67, enfim, os "Touros" marcaram: em belo cruzamento de Augustin, Orban subiu mais que seus marcadores para descontar de cabeça. Aos 80, Augustin criou ótima chance pela esquerda, mas seu chute parou nas mãos de Jarstein

Lustenberger e Ilsanker disputam a bola (Foto: Bundesliga/ Divulgação)
Lustenberger e Ilsanker disputam a bola (Foto: Bundesliga/ Divulgação)

Nos acréscimos, o lateral Halstenberg aproveitou falha da marcação do Hertha e, de cabeça, aproveitou bom lançamento para balançar as redes: 3 a 2.