Der Klassiker define continuidade de Bayern e Borussia Dortmund na Copa da Alemanha

Equipes se enfrentam pela terceira vez na temporada e tem a missão de vencer o time adversário para prosseguir na DFB-Pokal

Der Klassiker define continuidade de Bayern e Borussia Dortmund na Copa da Alemanha
(Foto: Juan Huebner/Imago)
Bayern de Munique
Borussia Dortmund
Bayern de Munique: Ulreich; Kimmich, Jérôme Boateng, Hummels e Alaba; Javi Martínez e Arturo Vidal, Thomas Müller, James Rodríguez e Ribéry; Lewandowski. Técnico: Jupp Heynckes.
Borussia Dortmund: Bürki; Toljan, Sokratis Papastathopoulos, Toprak e Schmelzer; Weigl; Yarmolenko, Kagawa, Raphaël Guerreiro e Pulisic; Aubameyang. Técnico: Peter Stöger
ÁRBITRO: Sascha Stegemann
INCIDENCIAS: Partida válida pelas oitavas de final da Copa da Alemanha, a ser disputada a partir das 17h45 desta quarta-feira (20), na Allianz Arena

No terceiro confronto da temporada 2017/2018, o Bayern de Munique e o Borussia Dortmund se enfrentam no Der Klassiker pela terceira rodada da DFB-Pokal, nesta quarta-feira (21), às 17h45 (horário de Brasília), na Allianz Arena. Bávaros e aurinegros definirão os rumos das equipes nesta partida que é decisiva, quem vencer e consequentemente passar adiante na competição tem grandes chances de chegar à final.

O retrospecto é favorável para os donos da casa que venceram os dois confrontos nesta temporada – na Supercopa da Alemanha e na Bundesliga –, além dos bávaros já terem vencido 18 vezes a DFBPokal e bateram os aurinegros em três finais do torneio (2013, 2014 e 2016). Também conta com a destreza do ex-jogador aurinegro, Robert Lewandowski, que marcou nove gols em 13 aparições em todas as competições contra o Dortmund.      

Já o BVB, vem de uma melhora significativa com a mudança de técnico e terem vencido e eliminado o Bayern na semifinal na temporada anterior. Contudo, para esta partida, Peter Stöger não vai contar com boa parte do seu plantel que se encontra no departamento médico tratando lesões. Estão fora do lado aurinegro: Durm (quadril), Piszczek (joelho), Castro (ligamentos de tornozelo), Götze (ligamentos de tornozelo) Reus (ligamentos do joelho), Rode (pelve) e Philipp (joelho). Enquanto o lado bávaro tem apenas Neuer (pé), Thiago (coxa) e Robben que ainda é dúvida para a partida.

Estima-se que este jogo irá proporcionar um grande espetáculo neste que é o último jogo antes da pausa de inverno na Alemanha.

Bayern de Munique está preparado para enfrentar o rival

Os bávaro tem o mando de campo ao seu favor, ao contar com seus torcedores em grande maioria no estádio. Na véspera da partida, o treinador Jupp Heynckes comentou sobre o confronto: "Excelentes jogo com todos os ingredientes que o futebol tem para oferecer. Penso que será semelhante amanhã. É um outro jogo que gera interesse entre toda a população".

Ao questionarem sobre o adversário, Heynckes não deixou de dizer que os aurinegros estão tomando espaço nas competições e se restabelecendo: "Eles são amigos que mesmo que perigosos agora", sublinhou Heynckes. "Eles estão chegando ao Allianz Arena com grandes ambições e precisamos levá-los mais do que seriamente".

Para esta partida, dificilmente um dos principais destaques do time, Arjen Robben, não deve jogar o clássico: "Ele [Robben] se sente muito bem, ele está quase sem dor. Ele disse que é muito cedo. Caso contrário, todos os outros estão aptos e prontos. "

Dortmund se prepara para definir o início do desempenho do seu novo técnico

Com a chegada de Peter Stöger que reacendeu a equipe aurinegra, o Der Klassiker é um passo importante para o time definir e traçar a perspectiva a ser tomada pelo clube a partir da pausa de inverno. A responsabilidade de manter o bom desempenho conseguido nos últimos dois jogos desde o começo do comando de Stöger, faz crer que a partida tem tudo para ser eletrizante.

Para o treinador, essa é a oportunidade que o Dortmund tem de tentar fazer frente ao Bayern de Munique nesta temporada: "Para mim, pessoalmente, esse é um destaque real. Um jogo da Copa da Alemanha no final do ano com Dortmund contra o Bayern no topo da coisa toda, com uma equipe que eles vão conseguir aproveitar as suas chances. Temos a oportunidade de nos tornar realmente perigosos".

Além disso, o técnico austríaco promete que a partida será acirrada, mas lembra que a equipe perdeu dentro da Allianz Arena duas vezes, em 2015 e 2017, em Munique: "Claro, você tem isso em mente, de coisas que foram em algum ponto... Eu acho mais efetivo para lidar assim com coisas que não funcionaram tão bem".