Novo e surpreendente na elite alemã, RB Leipzig ainda demonstra relativa imaturidade

Em sua segunda temporada na Bundesliga, o RB Leipzig mostra que chegou para ficar

Novo e surpreendente na elite alemã, RB Leipzig ainda demonstra relativa imaturidade
(Foto: TF-Images/Getty Images)

Muitos não conheciam o RassenBallsport Leipzig, mais conhecido como RB Leipzig quando o clube chegou a Bundesliga na temporada 2016-17. Após a ótima primeira temporada dos touros na elite, esses mesmos "muitos" abriram os olhos com a equipe da cidade de Leipzig. O vice-campeonato da Bundesliga e consequentemente a classificação à UEFA Champions League de fato foi uma surpresa, não é comum vermos uma equipe que acaba de subir 2. Bundesliga conquistar um vice-campeonato. 

Na temporada atual, 2017-18, em que já chegamos na sua metade, o Leipzig não mostrou o que o técnico Ralph Hasenhüttl e os torcedores esperavam após a primeira a mágica primeira temporada na elite, pela primeira vez em sua história a equipe teve um calendario tão cheio, com confrontos na Bundesliga, UEFA Champions League e Copa da Alemanha, o que exige altos padrões, como um elenco recheado e de qualidade para o decorrer da temporada, justo isso pode ter atrapalhado os Tourosque apesar de ser uma equipe bem formada, é de fato novata na elite alemã, e recém-nascida em competições continentais. 

Desempenho na Bundesliga

Mesmo que de forma inconsistente, assim como boa parte das equipes que ali estão mais próximas do líder Bayern de Munique, o Leipzig conseguiu terminar o primeiro turno na quinta colocação, com 28 pontos, o mesmo número de pontos que o Borussia Dortmund (terceiro colocado), Bayer Leverkusen (quarto colocado) e Borussia Mönchengladbach (sexto colocado). Em 17 partidas disputadas pelos touros, a equipe conquistou oito vitórias, empatou em quatro ocasiões e foi derrotado cinco vezes, com 27 gols marcados e 25 gols sofridos.

Após estrear na Bundesliga 2017-18 sendo derrotado diante do Schalke 04 por 2 a 0 em Gelsenkirchen, a equipe recuperou-se vencendo o Freiburg por 4 a 1, na rodada seguinte, viajou para Hamburgo e venceu os donos da casa por 2 a 0, após as duas vitórias consecutivas, em seguida equipe começou a demonstrar a inconstância, empatando em casa por 2 a 2 diante do Borussia Mönchengladbach, e em seguida perdendo longe de casa por 1 a 0, diante do Augsburg. O triunfo mais significativo para os touros sem dúvidas foi frente ao Borussia Dortmund, após vencer os auri-negros por 3 a 2, em pleno o Signal Iduna Park em Dortmund, quebrando a invecibilidade do Dortmund de 41 jogos invictos em casa na Bundesliga.

Na ultima rodada do primeiro turno, derrota diante do Hertha BSC por 3 a 2, com dois gols do ex-touro Davie Selke
Na útima rodada do primeiro turno, derrota diante do Hertha BSC por 3 a 2, com dois gols do ex-touro Davie Selke (Foto: Boris Streubel/Bongarts/Getty Images)

Precoce, dura e triste eliminação na Pokal

Após golear o Sportfreunde Dorfmerkingen por 5 a 0 com direito a hat-trick de Marcel Sabitzer, na primeira eliminatória da DFB Pokal, os touros obtiveram o azar de enfrentar nada mais, nada menos que o Bayern de Munique logo na segunda eliminatória da competição, ao menos no sorteio, a equipe teve a vantagem de jogar em casa, diante de sua torcida, na bela Red Bull Arena. Tendo em vista que não seria um confronto fácil, o Leipzig foi a campo com o que tem de melhor, frente a cerca de 42 mil torcedores. Após primeiro tempo polêmico, com direito a uso do VAR pelo árbitro Felix Zwayer, a entrada dura de Arturo Vidal em Emil Forsberg, gerou a dúvida se foi fora ou dentro da área, na primeira impressão do árbitro, foi marcado o pênalti, mas após consultar o VAR, voltou atrás em sua decisão, causando discussões no gramado e vaías nas arquibancadas da Red Bull Arena.

Com o primeiro tempo sem gols, as equipes voltaram a campo com o intuito de finalmente balançar as redes, logo no ínicio do segundo tempo, o volante do touros Naby Keïta, foi expulso após receber o segundo cartão amarelo na partida. Com o clima quente, e um jogador a menos, o Leizpig não se amedrontou e foi em busca do gol, o zagueiro bávaro Jerome Boateng derrubou Yussuf Poulsen dentro da área, o árbitro dessa vez marcou o pênalti e nem sequer consultou o VAR, apesar dos jogadores do Bayern o questionarem novamente alegando ter sido fora da área. Emil Forsberg concluiu a cobrança e colocou o Leipzig na frente. Após sofrer o gol, o Bayern começou a se impor na partida, obrigando o goleiro Péter Gulácsi a fazer belissímas defesas, mesmo com o bom desempenho do goleiro, Thiago Alcântara conseguiu furar o bloqueio, empantando a partida para o Bayern, a partida seguiu empatada até o apito final, e consenquetemente se encaminhou para a prorrogação.

Na prorrogação, Péter Gulácsi continuou fazendo milagres embaixo das traves, o Bayern seguiu pressionando o Leipzig em busca do gol da vitória. Com um a menos em campo e o time exaurido, o Leipzig se retrancou, os pênaltis se aproximavam, e eram vistos como a melhor opção para os touros, até que o fim da prorrogação chegou, e o empate prevaleceu no placar. Enfim os pênaltis, justo eles que causaram tanta polêmica no tempo regulamentar, após quatro cobranças para ambos os lados concluídas, a jovem estrela alemã do RB Leipzig, Timo Werner teve em seus pés a responsabilidade do quinto e último pênalti do Leipzig, foi para a bola e cobrou mal, numa cobrança fraca e praticamente no meio do gol, consagrando o goleiro Sven Ulreich, que após defender a cobrança saiu para festejar com os companheiros, já Werner, ficou desolado ao desperdiçar a cobrança, e consequentemente o dar adeus a DFB Pokal junto a sua equipe.

Sven Ulreich defendendo a cobrança de Timo Werner
Sven Ulreich defendendo a cobrança de Timo Werner (Foto: ROBERT MICHAEL/AFP/Getty Images)

A primeira Champions League 

Em sua primeira participação na UEFA Champions League, o Leipzig teve pela frente tradicionais clubes, são eles, FC Porto campeão da competição na temporada 2004, Besiktas constantemente marcando presença, e Mônaco semifinalista da última temporada. A vitória mais significativa na competição foi a goleada por 4 a 1 frente ao Mônaco fora de casa, com destaque para Timo Werner que marcou dois gols na partida. Com desempenho mediano na fase de grupos, os touros obtiveram sete pontos nas eis partidas disputadas, a marca de duas vitórias, um empate e três derrotas, não foi o suficiente para levar a equipe para as oitavas de final, ficando atrás do líder do grupo, Beskitas com 14 pontos, e do segundo colocado Porto com 10 pontos. A terceira colocação do grupo ao menos serve como consolo para os novatos em competição continental, a equipe seguirá para UEFA Europa League, onde terá um díficil confronto com os italianos da Napoli, que seguem líder no Calcio até então. O primeiro jogo do confronto pelos 16 avos da competição será no dia 15 de fevereiro em Napoli, no estádio San Paolo, já a volta na Red Bull Arena será no dia 22 de fevereiro. 

O austríaco Marcel Sabitzer em ação na UEFA Champions League
O austríaco Marcel Sabitzer em ação na UEFA Champions League (Foto: Gualter Fatia/Getty Images)

 O garoto das estrelas

Timo Werner vem sendo um dos destaques do futebol alemão, aos 21 anos o atacante já tem algumas histórias para contar, atualmente o maior artilheiro do Leipzig na temporada, marcou oito gols e concedeu três assistências em 15 jogos da Bundesliga, também balançou as redes em três ocasiões em seis partidas da UEFA Champions League. Apesar de ter falhado na cobrança de pênalti na DFB Pokal contra o Bayern, Werner segue de cabeça erguida e cada vez mais conquistando seu espaço. Constantemente convocado por Joachim Löw para a seleção alemã, o garoto estava na conquista da Copa das Confederações de 2017, e foi ele quem deu a assistência para Lars Stindl marcar o gol do titulo diante do México em Moscou. Werner é um dos protagonistas dos touros, e sem dúvidas pode continuar fazendo diferança na segunda metade da temporada, tendo em vista que o atacante deverá ser convocado para a Copa do Mundo de 2018.

 (Photo by TF-Images/TF-Images via Getty Images)
O prodígio: Timo Werner (Foto: TF-Images/TF-Images via Getty Images)

Estatísticas e fatos

• Leipzig obteve 11 pontos a menos em comparação com o primeiro turno da temporada passada, 28 pontos contra 39 da temporada 2016-17.
• A equipe do técnico Hasenhüttl, terminou a primeira metade da temporada sem vitória nos últimos quatro jogos da Bundesliga.
• Leipzig venceu três jogos após estar atrás do placar, na primeira metade da temporada.
• Leipzig  venceu todos os jogos da Bundesliga em que Naby Keita marcou.

O Leipzig até então marcou 44 gols na temporada, sendo 27 na Bundesliga, 10 na Champions League e seis na DFB Pokal. Os touros sofreram 37 gols, sendo 25 na Bundesliga, 11 na Champions e um na Bundesliga. Marcel Sabitzer participou diretamente de 11 gols do touros, sendo quatro feitos por ele, e sete assistências concedidas.

Fique de olho

O jovem francês de 20 anos Jean-Kévin Augustin, chegou ao RB Leipzig no ínicio da temporada por 16 milhões de euros junto ao Paris Saint Germain.Contratado para fortalecer o poder ofensivo dos touros, Augustin tem chamado a atenção por sua velocidade, é um dos jogadores mais rápidos da Bundesliga na atualidade, em 11 jogos disputados pelo francês na liga, marcou três gols e concendeu duas assistências, ajudando sua nova equipe. 

(Foto: TF-Images/TF-Images via Getty Images)
O veloz Jean-Kévin Augustin (Foto: TF-Images/TF-Images via Getty Images)

Próximo adversário

O RB Leipzig recebe o Schalke 04 na volta da Bundesliga, uma partida prazerosa para um retorno da liga, em caso de vitória do Leipzig, a equipe pode ultrapassar o Schalke, que atualmente é o segundo colocado com 30 pontos, dois a mais que os touros. Agora com o calendario mais curto, sem jogos da DFB Pokal, e apenas jogos da Bundesliga e Europa League, o RB Leipzig tem de a ser mais competitivo e demonstrar todo o seu poder, é de se esperar que a equipe termina na zona de classificação de competições continentais. O técnico Ralph Hasenhütll demonstra-se otimista, recentemente eleito o técnico do ano de 2017 da região Saxônia.

"Merecemos uma pausa, e precisamos dela. Nós usaremos nossas próximas semanas para descansar e refletir, assim podemos começar a segunda metade da temporada fortemente.", disse Ralph Hasenhüttl antes da pausa de inverno.

(Foto: Simon Hofmann/Bongarts/Getty Images)
Ralph Hasenhütll (Foto: Simon Hofmann/Bongarts/Getty Images)