Julian Weigl: qualidade no passe e boa visão de jogo elevam patamar de jovem promissor

Jovem talento alemão, Weigl se destaca no Borussia Dortmund com o seu estilo de jogo e domínio da bola, além de ter um futuro promissor na Seleção Alemã

Julian Weigl: qualidade no passe e boa visão de jogo elevam patamar de jovem promissor
(Reprodução/Borussia Dortmund)

Um dos destaques da nova geração alemã, o volante Julian Weigl, atualmente no Borussia Dortmund, vem conquistando reconhecimento e fazendo progressos na carreira com apenas 22 anos.

Natural de Bad Aibling, uma pequena cidade situada na Bavieira, no sul da Alemanha, começou a sua carreira no juvenil do SV Ostermünchen, em 2001 até 2006, passando logo depois para o TSV 1860 Rosenheim onde ficou até 2010. Depois se mudou para o 1860 Munique e lá começou a sua carreira profissional a partir da temporada 2013-2014 no time II, se tornando capitão da equipe com 18 anos. Também passou a atuar pela Seleção Alemã Sub-19, começando a representar sua nação durante as Eliminatórias do Campeonato Europeu de Sub-19 de 2014 na Hungria. A Alemanha acabou conquistando o título da competição europeia contra Portugal por 1 a 0, mas Weigl não foi convocado para participar do torneio final.   

Julian Weigl na equipe principal do 1860 Munique (Sampics - Stefan Matzke)
Julian Weigl atuando pelo 1860 Munique (Sampics - Stefan Matzke)

Na temporada 2014-2015, subiu para a equipe principal dos Leões, e também passou para a equipe nacional sub-20. Em 13 de outubro de 2014 marcou seu primeiro gol internacional pela Alemanha Sub-20 no empate por 1 a 1 contra a Holanda. Assim, o jovem Julian Weigl foi ganhando reconhecimento nos jogos tanto no juvenil da Seleção Alemã quanto na segunda divisão alemã com 1860 Munique, mesmo a equipe passando por uma fase ruim - lutando contra rebaixamento.

Weigl com a braçadeira de capitão no time titular do 1860 Munique (MIS)
Weigl com a braçadeira de capitão do time titular do 1860 Munique (MIS)

Foi em 2015 que foi comprado pelo Borussia Dortmund, passando a jogar a Bundesliga, permanecendo no clube até o momento. Logo no seu primeiro ano na equipe aurinegra, Weigl se estabeleceu como titular regular e jogou 50 partidas, ainda com o comando de Thomas Tuchel. Nesta temporada de 2015-2016, foi tido como a revelação do campeonato alemão, se mostrando um atleta seguro e com incrível desempenho - parecendo já estar acostumado a jogar na primeira divisão alemã mesmo com apenas 20 anos na época. Também no seu início no Dortmund, fez a sua estreia na UEFA Europa League contra o FC Krasnodar e ajudou a equipe chegar até as quartas de final, onde foram eliminados pelo Liverpool.

Primeira temporada pelo Borussia Dortmund (PIXATHLON SID-IMAGES)
Primeira temporada pelo Borussia Dortmund (PIXATHLON SID-IMAGES)

Estreou pela Seleção Sub21 em 3 de setembro de 2015, em amistoso contra a Dinamarca. Pouco tempo depois passou a jogar na equipe principal da Alemanha, fazendo sua primeira partida em um amistoso contra a Eslováquia, em 29 de maio de 2016, substituindo Sami Khedira aos 46 minutos, na partida que culminou na derrota alemã por 3 a 1. Dois dias após o jogo, Weigl foi confirmado na Seleção para a Eurocopa 2016, mas não chegou a ser utilizado.

Estreia de Weigl na equipe principal da Seleção Alemã em amistoso contra a Eslováquia (Divulgação/Borussia Dortmund)
Estreia na equipe principal da Seleção Alemã em amistoso contra a Eslováquia (Reprodução/Borussia Dortmund)

Na temporada seguinte, conseguiu quebrar e estabelecer um novo recorde na Bundeliga: foi o jogador que mais esteve com o domínio da bola, totalizando em 214 passes com precisão de 95%, das quais ganhou o maior número de duelos e fez a maioria dos passes por ter o maior contato com a bola, durante o empate de 2 a 2 entre Dortmund e Colônia, no qual jogou até os 83 minutos. Até então o recorde era do experiente Xabi Alonso que detinha um total de 206 passes em um jogo da temporada 14-15.

Weigl na partida contra o Colônia, quebrando o record de passes da Bundesliga (Getty Images)
Weigl na partida contra o Colônia, quebrando o recorde de passes da Bundesliga (Getty Images)

Além desse feito, na temporada 2016-2017, Weigl marcou o seu primeiro gol em competições interclubes com a camisa aurinegra, em 18 de outubro de 2016, na vitória por 2 a 1 contra o Sporting Lisboa pela UEFA Champions League. Logo depois, renovou o contrato com o BVB até 2021.

Weigl comemora seu primeiro gol na Champions League contra o Sporting Lisboa (Getty Images)
Weigl comemora seu primeiro gol na Champions League contra o Sporting Lisboa (Getty Images)

Já em maio de 2017, sofreu uma fratura no tornozelo que o deixou fora do resto da temporada só retornando no começo da atual, em 24 de setembro, na vitória do BVB por 6 a 1 contra o Borussia Mönchegladbach, onde marcou o seu primeiro gol na Bundesliga

Weigl comemora seu primeiro gol na Bundesliga, temporada 2017-2018 (Divulgação/Bundesliga)
Weigl comemora seu primeiro gol na Bundesliga, temporada 2017-2018 (Reprodução/Bundesliga)

Conquistou na temporada passada seu primeiro título pelo Dortmund: a DFB Pokal, mas não atuou na final contra o Eintracht Frankfurt, que venceram por 2 a 1, por conta da lesão no tornozelo.

Lesionado, Weigl fica no banco para acompanhar a final da DFB Pokal no Olympiastadion (AFP/Getty Images)
Lesionado, Weigl fica no banco para acompanhar a final da DFB Pokal 2016-2017 (AFP/Getty Images)

Nesta temporada 2017-2018, assim que retornou aos campos, Weigl precisou se acostumar com o estilo de jogo implantado por Peter Bosz, se tornando um volante mais fixo e defensivo. Já com o atual técnico aurinegro, Peter Stöger, voltou a jogar de forma parecida como fazia na época de Tuchel, ficando entre os zagueiros sendo a primeira opção da saída de bola para o ataque aurinegro.  

De cabeça erguida, Weigl analisa sua jogada (Divulgação/Borussia Dortmund)
De cabeça erguida, Weigl analisa sua próxima jogada (Reprodução/Borussia Dortmund)

Desde quando atuava pelos Leões, Weigl já demonstrava habilidade e domínio de bola, visão de jogo e a qualidade no passe. A sua característica física esguia permite com que tenha um estilo de jogo dinâmico e de velocidade, tornando-o um volante com alternância tática que pode variar dentro da partida. Tem um bom posicionamento dentro de campo, atuando com precisão nos passes longos e rotacionando o jogo no meio de campo, funcionando como a base do ataque ao preencher os espaços e muitas vezes iniciando a criação das investidas ofensivas do Borussia Dortmund.

Weigl assinou contrato até junho de 2021 com o Dortmund (Divulgação/Borussia Dortmund)
Weigl assinou contrato até junho de 2021 com o Dortmund (Reprodução/Borussia Dortmund)

Também tem grande importância no sistema defensivo da equipe, ao conseguir desarmar com facilidade os adversários e cadenciar os passes para o ataque. Seus aspectos defensivos e ofensivos são aperfeiçoados ao decorrer das temporadas, tornando assim Weigl um dos principais jogadores da equipe aurinegra.

Assim, Julian Weigl trilha o caminho da ascensão da carreira tanto no Borussia Dortmund quanto na Seleção Alemã, tendo pela frente um futuro promissor. Resta esperar pela consolidação, de fato, de Weigl e dos outros destaques da atual geração de jogadores alemães.