Clima quente: Diretor do Borussia Dortmund condena falas de Wenger sobre Aubameyang

Jogador tem sido associado a uma possível transferência à Premier League na atual janela de transferências

Clima quente: Diretor do Borussia Dortmund condena falas de Wenger
sobre Aubameyang
Foto: Divulgação/Bundesliga

O diretor esportivo do Borussia Dortmund, Michael Zorc, reprendeu Arsene Wenger por falar publicamente de Pierre-Emerick Aubameyang. O técnico do Arsenal está procurando um substituto para Alexis Sanchez que, ele admite, provavelmente mudará para o Manchester United neste mês.

De imediato, o ex-jogador francês se esquivou de uma possível ida de Aubameyang, para o Reino Unido: "Esse tipo de coisa é melhor quando é mantido em segredo. Você anuncia quando está fechado”, concluiu.

Então, quando pressionado para dar a sua opinião sobre o atleta aurinegro, argumentou que dependendo de como viesse, seria bem-vindo: "Sim, um atacante pode ser muito positivo ou muito negativo. Em geral você olha a conquista ao longo de sua carreira e se ele fez bem o papel sendo usado de forma positiva", falou.

Irritado, Michael Zorc divulgou um comunicado sobre os comentários de Wenger, também sugeriu que o comandante deve se concentrar em assuntos mais perto de casa.

"Nós achamos desrespeitoso falar sobre jogadores de outros clubes. Não há contato com o Arsenal. Assumimos que a Arsene Wenger teria muito compromisso a respeito dos desempenhos de seus próprios jogadores", salientou.

Aubameyang não enfrenta o Hertha Berlin

O camisa 17 ficou fora dos relacionados quando o Borussia Dortmund jogou com Wolfsburg pela 18ª rodada da Bundesliga, por motivos disciplinares e tem sido objeto de especulação transferência intensa desde então.

Novamente, Aubameyang não irá participar do duelo entre Hertha Berlin e  Borussia, nesta sexta-feira (19). Michael Zorc explicou que o jogador não está com a cabeça focada no time.

“Nós sentimos que ele não está 100% mentalmente conosco. Então, tornou-se uma questão de saber se ele poderia ou não nos ajudar em Berlim. É uma situação difícil", expressou.

Até a parada de inverno no Campeonato Alemão o franco-gabonês marcou 13 gols em 15 aparições, nesta temporada. Os aurinegros estão em quarto lugar, a 15 pontos do líder do Bayern de Munique.