Badman e Robben: os heróis do Bayern de Munique

Apelidados pela torcida do Bayern de Munique de Badman e Robben em um mosaico executado pela torcida organizada do Gigante da Baviera; Ribéry e Robben têm uma bela história pelo time alemão, história na qual brevemente pode estar chegando ao seu término

Badman e Robben: os heróis do Bayern de Munique
(FOTO:Divulgação/FC Bayern)

"Jogadores vem e vão, mas as lendas ficam" 
- disse Ribéry para Arjen Robben.

A dupla dinâmica do Bayern de Munique tem muita história para contar, não é algo de agora, a história soma quase 10 anos de existência. O holandês está na Baviera há 8 anos, e o francês está há uma década. Os dois jogadores já nos proporcionaram momentos inesquecíveis, que com certeza ficará guardado na memória de muitos. Quem sabe um dia, no futuro, você possa contar aos seus filhos, netos ou sobrinhos: Eu vi Ribéry e Robben.

Para iniciarmos esta linda história, vamos começar de suas primícias;

7 de julho de 2007 - A chegada do Kaiser Franck

Foto: Divulgação/famousface
Foto: Divulgação/famousface

Vindo do Olympique de Marseille, o Bayern anunciou a vinda de Franck Ribéry, junto à contratação, o jogador recebeu um dicionário de alemão-francês, para facilitar no cotidiano de sua vida futebolística, e falou também que estava se sentindo totalmente acolhido pelo clube. Sentindo-se em casa, logo no primeiro jogo pelo time do Bayern de Munique, Ribéry marcou um gol de pênalti contra o Werder Bremen, duelo no qual os bávaros golearam por 4 a 0.

Em 10 anos, Ribéry participou mais de 360 jogos pelo Bayern de Munique e marcou 113 gols em sua carreira pelo time alemão. Quando o francês foi anunciando, Franz Beckenbauer disse a respeito de Ribéry que era como se o Bayern tivesse ganhado na loteria, em alusão à contratação do meia-atacante, fato que está sendo confirmado nos dias de hoje, o Bayern ganhou muito com a vinda de Ribéry.

Em sua segunda temporada pelo Bayern, o jogador foi consagrado como o melhor jogador do Campeonato Alemão, e por cima foi considerado o melhor jogador francês do ano de 2008.

"Este grande clube e a cidade se tornaram minha casa, tanto em termos esportivos como em minha vida privada. Estou ansioso para momentos muito mais bonitos junto com o Bayern e os torcedores", salientou Ribéry quando renovou contrato com o Bayern.

Pelo Bayern de Munique, Ribéry conquistou sete Bundesligas, cinco Copas da Alemanha, três Supercopas da Alemanha, e uma Copa da Liga Alemã, uma Supercopa Europeia, uma UEFA Champions League e um Mundial de Clubes da FIFA.

28 de agosto de 2009 - Mr. Wembley desembarca em Munique

Foto: Divulgação/Getty Images/Sandra Behne
Foto: Divulgação/Getty Images/Sandra Behne

Arjen Robben - O holandês driblador. A canhota que ninguém consegue pegar. Cortou pra esquerda, gol - se juntou ao Bayern de Munique em uma transferência realizada entre o time alemão e o Real Madrid, o valor total do jogador foi 25 milhões de euros.

Com mais de 270 jogos pelo clube, Arjen Robben é a lenda da ponta direita, com 134 tentos marcados. Transferência denominada de nível alto, em sua primeira temporada na Bundesliga, Robben marcou 16 gols, ficando no TOP 5 de artilheiros, atrás apenas de DzekoKießlingBarrios e Kyranyi.

Robben deu a volta por cima várias vezes no Bayern, uma delas foi na final da UEFA Champions League de 2011/2012, Robben acabou perdendo pênalti para os alemães, que no final do jogo acarretou em diversas críticas por ter perdido a penalidade máxima contra o Chelsea, em Munique, no estádio do Bayern em uma final de Champions League. 

No ano seguinte, a Champions League recebeu a final alemã entre Borussia Dortmund e Bayern de Munique, em Wembley. A partida estava empatada e iria ter prorrogação, mas nos últimos minutos a estrela de Robben brilhou, o holandês recebeu um passe magistral de Ribéry, Robben estava no momento e no lugar certo para apenas mandar a bola para o gol e tirar o peso das costas, se consagrando campeão da UEFA Champions League.

Arjen Robben possui 16 títulos pelo Bayern, sendo eles: seis Bundesligas, quatro Copas da Alemanha, três Supercopas da Alemanha, uma Supercopa da UEFA, uma Champions League e um Mundial de Clubes da FIFA.

Robbery, dois em um

Foto: Divulgação/FC Bayern
Foto: Divulgação/FC Bayern

"Houve momentos em que eles não eram exatamente os melhores amigos. Alguns anos atrás, eu não poderia imaginar que eles seriam melhores amigos novamente.", disse Uli Hoeneß.

Juntos, Robben e Ribéry, conquistaram tudo pelo Bayern de Munique, são jogadores que estão no coração de cada torcedor do Bayern e de cada amante do futebol bem jogado. Mesmo com 34 anos cada, os jogadores atuam como se tivessem 24 anos, deixando muitos jovens pra trás e comendo grama. Dizem que a idade atrapalha no desevolvimento do jogador, mas no caso deles, quanto mais velhos, cada vez mais ficaram melhores.

Às vezes, chega a hora de dar um adeus, essa é a hora que aperta o coração de cada torcedor e admirador da dupla. O fim está perto, mas como o próprio Ribéry disse:

"Jogadores vem e vão, mas as lendas ficam"

Franck Ribéry e Arjen Robben, vocês ainda não foram, mas vocês já estão no coração de todos. O que resta ao torcedor é aproveitar agora cada partida, cada corrida, cada drible, cada chute, cada gol, cada comemoração. Afinal, nunca saberemos ao certo quando ambos resolverão se aposentar e nunca mais ouviremos aquelas famosas frases:

"Arjen Robben, cortou pra esquerda e... GOOOOOOOOOOOL"

"Franck Ribéry, driblou um, driblou dois, olha o gol... GOOOOOOOOOOOL"

Obrigado por tudo, Badman & Robben.

Foto: Divulgação/FC Bayern
Foto: Divulgação/FC Bayern