Bayern goleia Hoffenheim de virada e continua soberano na Bundesliga

Time bávaro chega à nove vitórias seguidas na liga alemã

Bayern goleia Hoffenheim de virada e continua soberano na Bundesliga
Lewandowski deixou sua marca na goleada bávara (Foto: Gunter Schiffmann/AFP)
Bayern de Munique
5 2
Hoffenheim
Bayern de Munique: ULREICH, KIMMICH (SANDRO WAGNER), SULE, BOATENG, ALABA, TOLISSO (MULLER), VIDAL, RUDY, COMAN, LEWANDOWSKI, ROBBEN (RAFINHA)
Hoffenheim: BAUMANN, BICAKCIC(AKPOGUMA), VOGT, HUBNER(KRAMARIC), GEIGER, KADERÁBEK, GRILLISTSCH, RUPP(AMIRI), ZUBER, GNABRY, UTH
Placar: 0-1, min, 3 Uth. 0-2, min 12, Gnabry. 1-2, min 21, Lewandowski. 2-2, min 25, Boateng. 3-2, min 63, Coman. 4-2, min 66 Vidal. 5-2 min. 90, Sandro Wagner
ÁRBITRO: Árbitro: Manuel Grafe Amarelos Bicakcic (min. 22) Hubner (min. 34)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 20ª rodada da Bundesliga, disputada na Allianz Arena para 75.000 torcedores.

A fortaleza Bávara segue intransponível. A Allianz Arena foi palco, neste sábado (27), de mais uma grande vitória do Bayern de Munique diante do Hoffenheim, em partida válida pela 20ª rodada da Bundesliga. Os visitantes abriram dois gols de vantagem, com Mark UthGnabry. Porém, os bávaros viraram e construíram uma goleada. Os gols foram marcados por Lewandowski, Boateng, Coman, Vidal e Sandro Wagner.

O triunfo deixa o Bayern com 50 pontos na tabela, isolado na liderança. O time garante uma sequência de 34 jogos sem perder no seu estádio e uma sequência de nove vitórias seguidas na Bundesliga. Agora, eles vão até a Opel Arena enfrentar o Mainz 05, no próximo sábado (3), às 12h30, em jogo válido pela 21ª rodada da liga.

O Hoffenheim vai para a quarta partida sem vitória no certame. A equipe de Julian Nagelsmann veio de uma goleada em casa diante do Bayer Leverkusen, levando nove gols em duas partidas. O time ocupa a nona colocação, com 27 pontos, e agora tem uma difícil missão no próximo sábado, onde visitam o Hertha Berlim, no Estádio Olímpico de Berlim, também às 12h30.

Bayern sai perdendo, mas vira e vence mais uma na Allianz Arena

A partida começou com duas equipes com astrais completamente diferentes. O Hoffeheim começou bastante ligado na partida e logo aos dois minutos conseguiu um pênalti em cima de Serge Gnabry, depois de uma chegada atrasada do lateral Kimmich. O próprio atacante foi para a bola e bateu no canto direito de Ulreich, que defendeu, mas deixou o rebote nos pés de Mark Uth que não perdoou, 1 a 0.

Os visitantes mantiveram a pressão. O Bayern não conseguia encaixar os passes e, em jogada de contra-ataque, depois de uma bola mal cortada pelo zagueiro Boateng, Serge Gnabry aproveitou a sobra. De fora da área, o alemão mandou um chute forte no canto.

O Bayern começou a se acertar na partida, acionando muito o Kingsley Coman pelo lado esquerdo do ataque, levando perigo para a defesa do Hoffenheim, que começou a diminuir a pressão inicial. E foi assim que saiu o gol da reação bávara. Jogada de Coman pela esquerda, cruzamento na área para Tolisso, que ajudou para Kimmich. Lewandowski na frente do goleiro Baumann deu um desvio providencial de Kimmich e diminuiu.

O empate veio logo em seguida, após escanteio de Robben, Boateng cabeceou dentro da área completamente livre para empatar.

Sem mudanças nas escalações para o segundo tempo, o Bayern não perdeu o ritmo e a virada era iminente. Aos 18 minutos, Coman recebeu boa bola de Lewa após contra-ataque, o atacante ajeitou o corpo dentro da área e mandou no canto, 3 a 2. A falta de armas para agredir a defesa do líder se mostrou evidente para a equipe visitante, que viu Arturo Vidal marcar o quarto de cabeça, três minutos depois.

Fechando a conta, a implacável lei do ex ainda se fez presente na partida: após chute cruzado de Rafinha, Sandro Wagner guardou no rebote.