Bayer Leverkusen vence Werder Bremen de virada e quebra freguesia na Pokal

Leões viraram a partida na prorrogação vencendo pela primeira vez os alviverdes na Copa da Alemanha e vão para semifinal da competição

Bayer Leverkusen vence Werder Bremen de virada e quebra freguesia na Pokal
(Foto: TF-Images/ Getty Images)
Bayer Leverkusen
4 2
Werder Bremen
Bayer Leverkusen: LENO; L. BENDER (HENRICHS, MIN. 79), TAH, S. BENDER, WENDELL (RETSOS, MIN. 113); KOHR (BELLARABI, MIN. 108), ARANGUIZ; BRANDT (ALARIO, MIN. 101), HAVERTZ, BAILEY; VOLLAND
Werder Bremen: PAVLENKA; GEBRE SELASSIE, VELJKOVIC, MOISANDER, AUGUSTINSSON; EGGESTEIN (LANGKAMP, MIN. 113), KAINZ (BELFODIL, MIN. 91); JOHANSSON (RASHICA, MIN. 46), JUNUZOVIC, DELANEY; KRUSE
Placar: 0-1, MIN. 4, KRUSE (PEN). 0-2, MIN. 07, JOHANNSSON.1-2, MIN. 31, BRANDT. 2-2, MIN. 55, BRANDT. 3-2, MIN. 111, BELLARABI. 4-2, MIN. 118, HAVERTZ.
ÁRBITRO: MARCO FRITZ (ALE). GEBRE SELASSIE (MIN. 14), WENDELL (MIN. 64), MOISANDER (MIN. 88), AUGUSTINSSON (MIN. 90), EGGESTEIN (MIN. 101), KOHR (MIN. 105), BAILEY (MIN. 105).
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELAS QUARTAS DE FINAL DA COPA DA ALEMANHA, ÀS 17H45 DESTA TERÇA-FEIRA (6), NA BAYARENA

O duelo entre Bayer Leverkusen e Werder Bremen disputado nesta terça-feira (6) na BayArena, pelas quartas de final da Copa da Alemanha, terminou na vitória sensacional de virada dos Leões por 4 a 2. Os visitantes chegaram a abrir vantagem com dois gols, mas no final do primeiro tempo houve uma reação dos donos da casa. Já no segundo tempo empataram a partida levando para a prorrogação e assim viraram o jogo. Os gols foram marcados por Kruse (penâlti), Jóhannsson, Brandt (2x), Bellarabi e Havertz.

A conquista do Leverkusen quebrou freguesia que tinham em partidas contra os alviverdes na DFB Pokal, vencendo e eliminando o Bremen pela primeira vez. Agora avançam na competição indo para a semifinal.

As equipes voltam a jogar no fim de semana pela Bundesliga. O Leverkusen enfrenta o Hertha Berlin, na BayArena, no sábado (10) às 12h30 (horário de Brasília). Já o Bremen vai a campo no domingo (11) contra o Wolfsburg, às 15h, no Weserstadion.

Werder Bremen abre vantagem no primeiro tempo

A partida começou com a neve caindo em campo. E logo no comecinho, Max Kruse sofreu uma falta de Tah dentro da área e o árbitro não teve dúvidas e marcou o pênalti. Aos quarto minutos, o atacante alemão bateu o penal e converteu, abrindo o placar. Os Leões tentaram uma reação imediata no minuto seguinte, Bailey tentou cruzamento para Brandt, mas Pavlenka se antecipou e conseguiu pegar a bola. Com o placar favorável, os alviverdes estavam com gás e marcaram novamente aos sete minutos. Kruse lançou na intermediária para Aron Jóhannsson marcar o segundo do Bremen de cobertura e abrir uma boa vantagem fora de casa.

O ritmo frenético dos dez primeiro minutos passou e o jogo foi se estabelecendo para o Bremen que estava confortável na partida. Leverkusen começava a se esforçar em chegar bem ao ataque, em torno dos 19 minutos, mas sem chances claras. Bremen continuava bem no ataque e teve uma chance perdida aos 25'. Contudo, os Leões conseguiram imprimir um belo contra-ataque, atravessando toda a defesa do Werder em jogada de Kohr com Havertz que tocou para Julian Brandt marcar o primeiro gol dos donos de casa aos 31 minutos, diminuindo a diferença no placar.

Minutos depois, aos 38', Bremen encontrou espaço no ataque adversário, Kainz na esquerda cortou para dentro e chutou procurando o canto, mas Leno conseguiu salvar. No minuto seguinte, novamente tentativa com Kainz que arriscou um balaço de longe e Leno tocou na bola mandando-a para fora. Já nos minutos finais do primeiro tempo, o Leverkusen teve outra boa chance aos 42 minutos. Após contra-ataque, Volland foi chutar para finalizar, mas Eggestein chegou bem e cortou, salvando o Bremen de levar o empate na primeira etapa. 

Lerverkusen empata no segundo tempo e leva a partida para prorrogação

Na volta para a segunda etapa as equipes voltaram com bastante energia, e os donos da casa já demonstravam que iriam mudar de postura na segunda etapa. Aos 51 minutos, Aranguiz tentou um chute livre a cerca de 20 metros, mas não levou nenhum problema para Pavlenka. No lance seguinte, contra-ataque alviverde com Kruse pela esquerda que tentou cruzar, mas Lars Bender estava no momento certo para cortá-lo. E aos 55 minutos, Brandt chutou de fora da área, acertando o ângulo e igualando o placar.  

O empate chegou a esfriar a partida, nenhuma equipe teve chances no ataque até os 70 minutos quando voltaram as tentativas de gols para saírem da partida sem prorrogação. Primeiro foi com Bailey que arriscou chutando para fora. Aos 74' foi a vez de Kohr que chutou dentro da área, mas Pavlenka pegou sem dificuldade. O Bremen também tentou, aos 76', Kainz cruzou na esquerda para Rashica que acabou se envolvendo numa falta com Wendell e o árbitro marcou a falta para os donos da casa. Aos 78', Lars Bender sente dor na virilha e precisou ser substituído por Henrichs, entregando a braçadeira de capitão para Leno. A melhor tentativa nos minutos finais foi aos 80' com Delaney que teve uma boa chance mas foi bloqueado por Tah. Assim terminou a segunda etapa com o empate das equipes levando a partida para a prorrogação. 

Virada sensacional dos donos da casa no tempo adicional 

No primeiro tempo da prorrogação as equipes queriam jogo, mas ao mesmo tempo tentavam se poupar para um possível confronto de pênaltis. Após o empate, os Leões mostravam maior disposição e assim foi no tempo adicional. Aos 101 minutos, Alario entrou na partida se juntando a Brandt no ataque. Aos 102', Bailey apareceu com um chute na trave esquerda que voltou para Volland tentar novamente, mas a bolsa foi para fora. Aconteceu uma pequena confusão aos 107 minutos e o árbitro Marco Fritz resolveu aplicar cartão amarelo para Kohr e Bailey. O primeiro tempo terminou sem nenhuma grande oportunidade das equipes.

Já no segundo tempo da prorrogação as coisas mudaram de perspectiva. Aos 111 minutos, Bailey da bom passe para Alario que mandou para Karim Bellarabi chutar no ângulo e virar a partida. Aos 113' ambas as equipes fizeram substituições para ainda tentarem marcar no tempo extra. Com o placar agora a seu favor, os Leões dominavam no ataque. Aos 115 minutos, Bellarabi teve chance de marcar, mas o chute foi direto para Pavlenka. Aos 118 minutos, novamente Bellarabi no ataque tocou rasteiro para Kai Havertz marcar o quarto gol e colocar o Leverkusen na semifinal da DFB Pokal.