Após longo período, Marco Reus pode voltar aos gramados diante do Hamburgo

Meio-campista alemão está afastado há oito meses se recuperando de lesão e poderá jogar alguns minutos na partida deste sábado (10)

Após longo período, Marco Reus pode voltar aos gramados diante do Hamburgo
(TF-Images/Getty Images)

Depois de oito meses se recuperando da cirurgia para correção de ruptura parcial do ligamento cruzado do joelho direito, em maio de 2017, Marco Reus poderá voltar aos campos na próxima partida do Borussia Dortmund contra o Hamburgo, neste sábado (10), pela 22ª rodada da Bundesliga 2017/2018.

O meio campista já vinha treinando com a equipe desde a pausa de inverno, mas sem atividades de corpo a corpo, apenas se readaptando ao trabalho e intensificando a sua recuperação. Nas últimas semana, fez treinamento completo com seus companheiros e tem interesses de voltar a jogar.

O técnico Peter Stöger pensa na possibilidade de colocá-lo para atuar alguns minutos já na próxima partida: "Reus está indo bem. Ele quer se envolver e nos ajudar, mas teremos que ver. Vamos conversar com a equipe médica e conversar com ele sobre isso. Ele conhece seu corpo melhor que ninguém".

Com determinação para voltar a campo e mostrar serviço, Reus tem pretensão de fazer parte do time alemão para Copa do Mundo 2018 na Rússia. O jogador de 28 anos não pode disputar a Copa 2014 no Brasil por ter lesionado pouco tempo antes da competição, e agora deve se esforçar ao máximo para jogar na maior competição de futebol masculino.

+ Marco Reus mostra otimismo em recuperação e projeta presença na Copa do Mundo

Como se não bastasse essa boa notícia, Stöger também poderá contar em breve com Maximilian Philipp e o capitão Marcel Schmelzer que voltaram aos campos de treinamento na última quarta-feira (7) após estarem lesionados. Ambos os jogadores conseguiram treinar individualmente com a bola, sem terem nenhum efeito adverso.

Philipp sofreu sérios danos na rótula no empate de 1 a 1 entre Dortmund e Bayer Leverkusen, em 2 de dezembro de 2017, e Schmelzer que já havia perdido oito dos 17 jogos do primeiro turno da Bundesliga por conta de um problema recorrente no tornozelo, sofreu uma tensão muscular na panturrilha durante as férias de inverno.

No mesmo treinamento de quarta-feira, Mario Götze também participou da sessão depois de perder o jogo da vitória de 3 a 2 do Dortmund contra o Colônia, por conta de lesão nas costas. Já Raphaël Guerreiro, sentiu um problema na panturrilha durante o treino e deve ficar afastado.