Real Madrid e Manchester City miram final da Champions League após empate na ida

Time espanhol busca seu décimo primeiro título na competição, enquanto ingleses querem a final inédita na última temporada de Manuel Pellegrini

Real Madrid e Manchester City miram final da Champions League após empate na ida
Real Madrid
Manchester City
Real Madrid: navas; carvajal, pepe, sergio ramos, marcelo; casemiro, kroos, modric; bale, benzema, cristiano ronaldo. técnico: zinedine zidane
Manchester City: hart; sagna, kompany, otamendi, clichy; fernando, fernandinho, yaya touré; jesus navas, kevin de bruyne, agüero. técnico: manuel pellegrini
ÁRBITRO: damir skomina (esl)
INCIDENCIAS: jogo válido pela rodada de volta da semifinal da uefa champions league, a ser realizado no santiago bernabéu, madrid

Real Madrid e Manchester City fazem, nesta quarta-feira (4), no Santiago Bernabéu, o jogo de volta da semifinal da Uefa Champions League. O resultado agregado tem um 0 a 0 vindo do jogo de ida, realizado no Ettihad Stadium, onde Joe Hart foi o herói da noite.

Essa semifinal coloca, frente a frente, times que têm histórias completamente opostas na competição. O Real Madrid é o maior vencedor do torneio. Com 10 títulos, a equipe espanhola tem experiência na Champions League e camisa forte para seguir para a final. A equipe do Santiago Bernabéu tem 27 semifinais em sua história e busca a vigésima oitava.

Já o Manchester City está na sua melhor temporada em âmbito doméstico. Primeiro lugar de seu grupo, o time inglês chegou pela primeira vez às quartas de final da competição ao bater do Dinamo de Kiev. Nas quartas, tinha pela frente o PSG que, aparentemente, era um time já pronto para dar o próximo passo. Ainda assim, os homens de Manuel Pellegrini conquistaram a vaga na semifinal.

O time visitante tem alguns jogadores que tem conhecimento acerca do Real Madrid. Em 2012, o Manchester City visitou o Real Madrid pela fase de grupos da Uefa Champions League. Vencendo por 1 a 0, o clube permitiu o empate mas conseguiu chegar ao segundo gol. Apesar disso, a três minutos do fim, viu Benzema e Cristiano Ronaldo virarem o jogo para o time do Santiago Bernabéu.

Naquela derrota, estavam presentes em campo Joe Hart, Kompany, Gael Clichy e Yaya Touré, todos cotados para começar a partida desta quarta. Além deles, no possível onze titular do City estarão presentes Jesus Navas e Aguero, que enfrentaram o Real Madrid no Campeonato Espanhol, quando militavam por Sevilla e Atletico de Madrid, respectivamente.

Zinedine Zidane espera muitas dificuldades frente ao Manchester City

O Real Madrid disputou o primeiro jogo com um desfalque imenso. Sem Cristiano Ronaldo, lesionado, a equipe sentiu falta da presença ofensiva no primeiro tempo e pouco agrediu Joe Hart, conseguindo se encontrar apenas no segundo tempo.

Para a partida desta quarta, porém, o time espanhol terá seu craque em campo. Cristiano Ronaldo fez tratamento intensivo e estará disponível para Zinedine Zidane. Apesar disso, Benzema e Casemiro são dúvidas para o confronto, visto que não participaram dos últimos treinamentos.

O possível favoritismo do Real Madrid não parece enganar Zidane, que se mantém concentrado para a partida e espera dificuldade imensa para o confronto, como ele mesmo confirmou em entrevista coletiva antes da partida.

“Vai ser muito, muito, muito difícil. Não vai ser como o último jogo contra o Wolfsburg. Nós não faremos dois gols em quinze minutos. Vamos sofrer durante 90 minutos, quem sabe 120 minutos.”, disse o francês.

Pellegrini afirma que City está pronto para fazer história contra o Real Madrid

O Manchester City está, historicamente, em desvantagem na partida desta quarta-feira. Terá, pela frente, o time de maior tradição da competição e com Cristiano Ronaldo, um dos maiores jogadores do mundo, inteiro para a partida.

Para aliviar Manuel Pellegrini, Yaya Touré está recuperado de lesão e poderá jogar, reforçando o meio de campo que deverá ter, ainda, Fernando e Fernandinho. O único desfalque do chileno será David Silva, que se lesionou ainda na partida de ida e não conseguiu se recuperar a tempo.

Tendo descansado o time durante o final de semana, Manuel Pellegrini disse, em entrevista coletiva, que tem esperanças de que o time poderá colocar seu nome na história do torneio e bater o Real Madrid na casa do adversário.

“A pressão é enorme, então é bom que estejamos focados. O time, não só nessa temporada como nas três anteriores, se portou muito bem fora de casa. Batemos a Roma em Roma, o Bayern em Munique e tivemos um ótimo empate contra o PSG nas quartas de final.”

“É um grande jogo para o clube e eu sei o quanto temos sorte, porque não é todo dia que você pode disputar uma semifinal de Champions League. É um momento especial que só continuará sendo especial se formos em frente. Estamos prontos para isso e querendo fazer história.”, confirmou Pellegrini.