Messi destaca seu "favorito" para a final da Champions: "Preferimos que o Real não vença nada"

Argentino ainda falou sobre o final da temporada do Barcelona e a chance clara de mais um "doblete" azul-grená

Messi destaca seu "favorito" para a final da Champions: "Preferimos que o Real não vença nada"
Messi abriu caminho para a vitória diante do Espanyol no último domingo (8) (Foto: Lluis Gene/ Getty Images)

Após vivenciar uma pequena "crise" nos últimos dois meses e ver de perto a chegada de seus rivais na briga pelo título da La Liga, o Barcelona voltou a apresentar seu futebol encantador nas últimas partidas.

No último domingo (8), a vítima da equipe azul-grená foi o rival Espanyol. Em duelo realizado no Camp Nou, o Barça goleou seu adversário por 5 a 0, com mais um show do Trio MSN: foram dois tentos do 'pistoleiro' Luis Suárez, um de Rafinha e mais um do brasileiro Neymar.

Entretanto, quem inaugurou o placar em Barcelona foi Lionel Messi, com uma belíssima cobrança de falta. E nesta segunda-feira (9), o argentino afirmou a importância da conquista da Liga BBVA, e até mesmo da Copa do Rei, conquistando assim, mais um 'doblete' para a história do clube.

"Vencer a liga é extremamente difícil, por isso temos que vencê-la e valorizá-la. Ainda nos restam duas finais, uma pela La Liga e outra pela Copa. Seria fantástico encerrar o ano com dois títulos, pois foi um duro golpe a eliminação pela Champions. O Atlético sempre foi um rival complicado de se encfentar. O mérito é total de Simeone", disse em entrevista à ESPN.

Mesmo eliminado da Uefa Champions League, Lionel foi direto quando questionado sobre a grande decisão entre os dois rivais da equipe catalã. "Para nós seria um prazer ver o Atlético campeão nesta final. Aqui em Barcelona todos prefirimos que o Real Madrid não vença absolutamente nada", declarou.

No próximo final de semana, Barcelona e Real Madrid disputam na última rodada do campeonato espanhol quem irá levantar a taça da competição, ambos irão decidir as partidas longe de suas respectivas casas. Na Andaluzia, o Barça encara o ameaçado Granada, que depende apenas de si para ficar na elite. Já em Corunha, o Real Madrid enfrenta o despretensioso Deportivo La Coruña.