Osasuna vence Girona novamente e retorna à elite espanhola após duas temporadas

Equipe navarra controlou principais ações da partida e se junta a Alavés e Leganés para a disputa da primeira divisão no segundo semestre

Osasuna vence Girona novamente e retorna à elite espanhola após duas temporadas
(Foto: Divulgação/La Liga)
Girona
0 1
Osasuna
Girona: Becerrra; Aday (Javi Álamo - 25'/2ºT), Kiko Olivas, Richy (Lekic - 31'/2ºT), Lejeune e Carlos Clerc; Pere Pons, Borja García e Granell; Sobrino e Cristian Herrera (Jaime Mata - 25'/2ºT). Técnico: Enrique Martín.
Osasuna: Nauzet; Oier, Bonnín, Javier Flaño, David García e Miguel Flaño; Roberto Torres (Nino - 28'/2ºT), Manolín e Merino; De Las Cuevas (Maikel Mesa - 14'/2ºT) e Kenan Kodro (Unai García - 31'/2ºT) . Técnico: Pablo Machín.
Placar: 0-1, Kenan Kodro, 03'/2ºT.
ÁRBITRO: Francisco Manuel Arias López | Cartões amarelos: Oier (OSA - 32'/1ºT), Manolín (OSA - 12'/2ºT), Lejeune (GIR - 35' e 44'/2ºT), Nauzet (OSA - 44'/2ºT) e Unai García (OSA - 47'/2ºT) | Cartão vermelho: Lejeune (GIR - 44'/2ºT).
INCIDENCIAS: Partida realizada na tarde deste sábado (18), no Estádio Municipal de Montilivi, na Catalunha. Segundo e decisivo confronto entre as equipes válido pelos playoffs da Liga Adelante 2015-2016, a segunda divisão do Campeonato Espanhol.

O Osasuna não se contentou em jogar debaixo do regulamento e equilibrou o páreo contra o Girona. No segundo confronto entre as equipes válido pela decisão dos playoffs da Liga Adelante, a segunda divisão do Campeonato Espanhol, a equipe de Pamplona venceu por 1 a 0. O jogo foi realizado no Estádio Municipal de Montilivi, na Catalunha. Kenan Kodro marcou o gol da vitória no começo do segundo tempo.

Como tinha vencido o primeiro duelo por 2 a 1, a vantagem foi ampliada e o clube conseguiu o acesso à elite do futebol espanhol após duas temporadas e sobe junto com Alavés e Leganés, os dois melhores colocados na temporada regular. Ao Girona, que quase conseguiu o acesso inédito, resta a disputa da segunda divisão mais uma vez.

Primeiro tempo de poucos lances

O primeiro tempo foi muito pouco movimentado. O Girona tentava dominar e ser mais efetivo no campo de ataque, para levar perigo ao adversário. Porém, conseguia chegar apenas no jogo aéreo, e não era efetivo. Aos poucos, a partida ficou com mais contato e muitas faltas foram cometidas, principalmente pelo Osasuna.

O jogo ficou mais aberto na reta final. Os visitantes assustaram aos 37 minutos, quando Mikel Merino cabeceou forte e o goleiro Becerra fez espetacular defesa. Os donos da casa responderam aos 42, quando Borja García cobrou falta e o defensor Richy desviou de cabeça. A pelota foi pela linha de fundo.

Osasuna marca no começo e garante classificação

No segundo tempo, o Osasuna não deu oportunidades ao adversário e logo ficou em situação muito mais vantajosa no confronto. Aos três minutos, depois de ótimo lançamento, Kenan Kodro foi acionado no meio de campo. O atacante avançou, passou pelo zagueiro Kiko Olivas e completou na saída do goleiro Becerra para abrir o marcador em favor da equipe navarra.

Mesmo com o gol marcado fora de casa, os visitantes mantiveram a postura ofensiva. O Girona precisava virar o jogo para tentar o acesso no tempo extra. A partida ficou mais aberta. Os donos da casa avançaram e deixaram espaços para os visitantes contra-atacarem. Os treinadores realizaram as três modificações previstas para cada lado e o jogo ficou ainda mais aberto.

Os catalães foram ao ataque de todo o jeito. Aos 33 minutos, após cobrança de escanteio, Lejeune cabeceou e acertou a trave. No lance seguinte, os mandantes marcaram, mas o gol foi anulado. Lekic estava em posição irregular e a arbitragem assinalou impedimento. O Girona pressionava e perdia o equilíbrio emocional. O treinador Enrique Martín e o zagueiro Lejeune foram expulsos nos minutos finais. Ao Osasuna, restou se segurar de todas as formas na defesa para comemorar o retorno após o apito final.