Precisando de um empate para se classificar, Croácia encara já classificada Espanha

Croatas precisam apenas de um empate para se classificarem, já os espanhóis jogam apenas para decidir se terminam na primeira ou na segunda posição do grupo

Precisando de um empate para se classificar, Croácia encara já classificada Espanha
Croácia
Espanha
Croácia: CROÁCIA: SUBASIC; SRNA, CORLUKA, VIDA, STRINICS; BADELJI, KOVACIC; BROZOVIC, RAKITIC, PERISIC; MANDZUKIC
Espanha: ESPANHA: CASILLAS; JUANFRAN, BARTRA, PIQUÉ, AZPILICUETA; INIESTA, BUSQUETS, ALCÁNTARA; SILVA, MORATA, NOLITO
INCIDENCIAS: Partida válida pela 3ª e última rodada da fase de grupos da Eurocopa, a ser disputada no Stade de Bordeaux, em Bordeaux, na França.

Com uma já classificada e outra depedendo do resultado para se garantir nas oitavas de final, Croácia e Espanha se enfrentam nesta terça-feira (21), pela terceira rodada do Grupo D. A Espanha é a única classificada do grupo, já a Croácia disputa a segunda vaga com a República Tcheca. Isto é, caso os croatas percam para a Espanha e os tchecos vençam a Turquia, teremos Espanha e República Tcheca nas oitavas de final. Caso a Croácia vença a Espanha, classificam Croácia e Espanha e ambas eliminam a República Tcheca. O jogo acontecerá em Bourdeaux às 16h, horário de Brasília.

As duas equipes se encontram nas duas primeiras posições do Grupo D: a Croácia, segunda colocada, venceu a Turquia na rodada inaugural e empatou em 2 a 2 com a República Tcheca na segunda rodada. A Espanha venceu a seleção tcheca na primeira rodada e a Turquia na rodada seguinte. Para os croatas, vencer é o objetivo.

Rakitic espera o retorno de Luka Modric para a partida e rasga elogios a Espanha e a Andrés Iniesta

Em entrevista coletiva no último domingo (19), Ivan Rakitic falou sobre o momento muito positivo de sua seleção, mesmo que os jogadores de Del Bosque sejam ainda melhores: "Vamos continuar na nossa linha, nos preparamos bem. Vai ser um jogo difícil, sem medo", disse. O meia não deixou de dar importância ao empate, caso aconteça: "Assim como eles, nós queremos terminar em primeiro lugar. Em seguida, vem muito melhor. Nós não teremos pressão e isso é claro. Um empate não é ruim. Estamos indo para ganhar, é claro. Também sabemos que um empate cai bem para os dois. O estilo não é o mesmo, a Espanha é única, mas queremos tirar isso. Queremos a bola e depois jogar para frente", concluiu.

Quando perguntado se Modric se recupera a tempo para enfrentar a Espanha, Rakitic respondeu: "Esperamos que sim. Ele tem treinado um pouco, ele tem feito alguma recuperação. Temos que ver como ele está, é importante amanhã para ver como ele está. Espero que ele possa jogar, mas aqui estamos 23 jogadores e vamos lutar", disse.
Quando perguntado sobre a qualidade de Iniesta, Rakitic disse: "Eu acho que não é surpresa para ninguém. Ele atingiu um nível tão alto que, se não está nesse nível, somos surpreendidos. Falar de Andrés é pura magia do futebol e desfrutar. Eu acho que ele tem apreciado o suficiente, espero que para descansar antes de nós", disse o meia croata em tom de brincadeira.

Del Bosque não foge da polêmica da semana, fala sobre Pedro, mas diz já ter o time titular

Com a classificação assegurada, Vicente Del Bosque vai para a partida com time misto, mas não inferior aos titulares. Del Bosque aproveitará para dar oportunidade a alguns reservas de luxo. Na vaga de De Gea entrará Iker Casillas - o capitão de 2010 -, na vaga de Jordi Alba jogará Azpilicueta, no lugar do capitão Sergio Ramos entrará Bartra e o jovem Thiago Alcántara entrará no lugar de Cesc Fàbregas.

O técnico espanhol não fugiu da polêmica e em coletiva na última segunda-feira (20) colocou panos quentes no que fora tratado como problema interno da fúria roja. O atacante Pedro, ex-Barcelona e atualmente no Chelsea, demonstrou não estar nada satisfeito com o banco que vem amargando na seleção, tendo jogado apenas 8 minutos nessa Euro. "Tinha outra expectativa quando cheguei e as coisas não estão acontecendo como eu desejava. Também sei que é complicado seguir aqui, estar aqui, porque assumir esse papel (de reserva) para mim é difícil", disparou o atacante durante entrevista ao canal Movistar+.

Em sua coletiva, Del Bosque se mostrou tranquilo quanto a entrevista de Pedro e falou abertamente sobre o assunto: "Me pegou de surpresa, mas é melhor que o garoto fale, que se explique. Falei com ele, me pediu desculpas e disse que não quis causar transtorno. Não farei represália contra a Croácia, pois já tenho os titulares mais ou menos definidos. Jogarão os que acreditamos que é conveniente, então não vou mudar nada", afirmou fugindo de polêmicas.

O zagueiro Gerard Piqué também saiu em defesa de seu companheiro de seleção e assim como Del Bosque, tratou a situação com naturalidade: "Acho que é normal, porque em um vestiário estamos acostumados a isso. Há jogadores que têm uma carreira, Pedro tem um Campeonato da Europa e uma Copa do Mundo, e quer jogar, participar, sentir-se importante", disse o central.

Piqué também aproveitou para criticar a imprensa e as voltas em torno do mesmo assunto: "Vocês são voltas em uma notícia que parece ser a reostia e não é. Ele é um jogador que quer jogar e você tem que aceitar a sua opinião. A seleção é uma família, demonstramos há muito tempo e deve continuar assim", concluiu Piqué.