Betis vence Everton nos pênaltis e mantém série positiva em amistosos de pré-temporada

Equipe andaluz perdeu os 100% de aproveitamento ao empatar com Toffees no tempo normal, mas segue invicta

Betis vence Everton nos pênaltis e mantém série positiva em amistosos de pré-temporada
(Foto: Divulgação/Everton FC)
Everton (3)
1 1
Real Betis (4)

O Real Betis segue bem nos amistosos realizados na pré-temporada. Pela Dresden Cup, a equipe andaluz enfrentou o Everton na Alemanha. Em jogo disputado na manhã deste sábado (30), o Betis empatou em 1 a 1 no tempo normal e venceu o clube inglês nas penalidades máximas por 4 a 3. Nos 90 minutos, Aissa Mandi marcou contra o próprio gol e abriu o placar para o Everton, enquanto Germán Pezzella igualou o marcador.

O time espanhol segue invicto nos amistosos preparatórios, mas perdeu o aproveitamento de 100% com o empate. Ainda assim, venceu cinco das últimas seis partidas. Os times praticamente finalizam a preparação para os jogos oficiais, a serem iniciados neste mês de agosto.

No primeiro tempo, a partida começou em ritmo lento com as duas equipes procurando o ataque. E o placar não demorou a ser aberto. Aos 13 minutos, Tom Cleverley cobrou escanteio, o goleiro Adan subiu, não encontrou nada e Aissa Mandi marcou contra o próprio gol e abriu o marcador para o Everton.

Porém, não demorou muito para o Real Betis equilibrar o páreo e empatar a partida. Aos 23 minutos, Felipe Gutiérrez foi desarmado por Joel Robles dentro da área, mas permitiu que Germán Pezzella ficasse sozinho com a sobra para chutar e marcar o gol da equipe andaluz. Mesmo com o gol sofrido, o Everton teve mais posse de bola no primeiro tempo e criou boas chances de voltar a ficar na frente, mas não alterou o placar.

Na etapa complementar, foi a oportunidade dos treinadores começarem a modificar o time em campo para observar todo o elenco. Com isso, a qualidade técnica do amistoso caiu consideravelmente. Algumas chances foram criadas e as equipes finalizaram, nada que levasse muito perigo e assustasse os goleiros. Por conta da ineficácia ofensiva, o tempo normal terminou empatado e o vencedor foi definido nas penalidades máximas. 

Nas cobranças de pênaltis, quem bateu primeiro não foi feliz. As duas primeiras tentativas do Everton resultaram em erro. Nas duas, Grant e Dowell bateram e o goleiro fez a defesa. Para o Real Betis, Ceballos não acertou o alvo. Como os outros jogadores acertaram, o time de Sevilla levou a melhor e venceu por 4 a 3.