Real Madrid toma susto no fim, mas supera Chelsea com grande atuação de Marcelo

Lateral brasileiro marca duas vezes e é essencial no triunfo merengue na Champions Cup

Real Madrid toma susto no fim, mas supera Chelsea com grande atuação de Marcelo
Foto: Divulgação/Real Madrid CF
Real Madrid
3 2
Chelsea
Real Madrid: Casilla (Ruben Yanez, Min. 64); Carvajal (Danilo, intervalo), Varane (Lienhart, Min. 65), Nacho (Achraf Hakimi, Min. 76) e Marcelo (Tejero, Min. 66); Casemiro (Enzo Zidane, Min. 65), Kovacic (Llorente, min. 65) Lucas Vázquez (Odegaard, Min. 65) e Asensio (Febas, Min. 65); Mariano e Morata (Sergio Diaz, Min. 66). técnico: Zinedine Zidane
Chelsea: Begovic (Courtois, intervalo); Aina, Cahill, Terry e Azpilicueta; Matic e Loftus-Cheek (Chalobah, intervalo); Willian (Cuadrado, intervalo), Oscar (Batshuayi, intervalo) e Pedro (Hazard, Min. 64); Traoré (Moses, Min. 75). técnico: Antonio Conte
Placar: 1-0, Marcelo, Min. 18; 2-0, Marcelo, Min. 26; 3-0, Mariano, Min. 37; 3-1, Hazard, Min. 80; 3-2, Hazard, Min. 90+1
ÁRBITRO: Younes Marrakchi (EUA); cartões amarelos: Traore (Min. 28), Pedro (Min. 33), Cahill (Min. 42), Casemiro (Min. 57), Enzo Zidane (Min. 78)
INCIDENCIAS: partida válida pela segunda rodada da champions cup, realizada no Michigan Stadium, em Detroit, Estados Unidos.

Neste sábado (30), Real Madrid Chelsea fizeram seus segundo jogos pela Champions Cup, torneio de pré-temporada que, para estes clubes, está sendo realizado nos Estados Unidos. Com grande atuação do brasileiro Marcelo, que marcou duas vezes e deu uma assistência para o jovem Mariano, os merengues venceram por 3 a 2. Hazard, duas vezes, marcou para os ingleses.

Com este resultado, o Real Madrid soma seus primeiros pontos na competição, chegando aos três pontos, mesmo número de pontos de Barcelona e o próprio Chelsea, que permanece com seus três pontos.

Os merengues retornam aos gramados na próxima quarta-feira (3), às 20h30 (horário de Brasília), quando encaram o Bayern de Munique em East Rutherford, New Jersey. No mesmo dia, só que em Minneapolis, Minnesota, o Chelsea enfrenta o Milan, às 21h (horário de Brasília).

Show de Marcelo

O começo de jogo foi muito bom em Michigan, com ambos os times chegando com perigo logo cedo. A primeira boa chance da partida foram dos ingleses, quando Willian cobrou falta da esquerda, a bola cruzou toda a área e chegou em Matic, que dominou mal na pequena área e chutou em cima de Casilla. Os merengues chegaram pela primeira vez em arremate de fora da área de Casemiro, onde Begovic fez defesa firme.

Só que após tomar conta das ações da partida, o Real Madrid abriu o placar nos Estados Unidos, quando Asensio recuou para Marcelo, que dominou, cortou para o meio e arriscou com a "perna fraca". A bola desviou no também brasileiro Oscar e matou Begovic, que nada pôde fazer: 1 a 0 Real Madrid. Poucos minutos após o gol, quase o segundo, quando Varane aproveitou cobrança de falta da esquerda e cabeceou com força, mas Begovic fez grande defesa no reflexo.

O Real Madrid permaneceu melhor na partida e chegou ao segundo gol minutos após fazer o primeiro e mais uma vez com gol dele. Aos 26', Marcelo parou contra-ataque do Chelsea, roubou a bola, avançou, tabelou com Asensio, invadiu a área e chutou força na saída de Begovic: 2 a 0 Real Madrid. Três gols merengues na Champions Cup, três gols do lateral brasileiro.

O show merengue e de Marcelo não parou por aí. Aos 37', Marcelo recebeu na esquerda, tabelou mais uma vez com Asensio, e passou para Mariano, que finalizou de primeira, de longe, e fez um golaço, ampliando ainda mais a vantagem merengue em Michigan: 3 a 0 Real Madrid. Um verdadeiro massacre espanhol na primeira etapa.

Mudanças, Chelsea melhor e quase empate

Com as mudanças para a segunda etapa, o Chelsea melhorou na partida e começou os 45 minutos finais melhor, chegando com mais perigo. A primeira boa chance foi com Bertrand Traoré, que recebeu na direita, Casilla se precipitou na saída e o atacante tentou mandar para o gol sem goleiro. Ele arriscou, mas Nacho salvou o Real Madrid.

Com várias mudanças pelos dois lados, a partida ficou muito mais fraca em relação ao primeiro tempo, com ambos os times se contentando com o resultado. O Chelsea era levemente melhor por ter colocado alguns jogadores considerados titulares em campo. O Real Madrid, com o time totalmente de jogadores canteranos, do Real Madrid Castilla, não chegava muito.

E a pressão dos Blues surtiu efeito aos 35', quando Hazard, que entrou no segundo tempo, foi lançado, chegou antes de Ruben Yanez na bola, driblou o arqueiro merengue e apenas mandou para o fundo do gol, diminuindo o prejuízo dos ingleses em Michigan: 3 a 1. Garotada merengue não conseguia criar chances e apenas segurava o resultado.

Mas para deixar o final de jogo interessante, o Chelsea conseguiu diminuir ainda mais e mais uma vez com Eden Hazard, quando Cahill roubou a bola na defesa, passou para Batshuayi, que acertou um lindo em passe em profundidade para o belga, que driblou Ruben Yanez e deu números finais ao jogo: 3 a 2 Real Madrid.