Especiais La Liga 2016/17 Las Palmas: regularidade e tentando surpreender

Elenco tem boas peças, não dá para buscar uma vaga nas competições europeias, mas dá para se manter firme na primeira divisão.

Especiais La Liga 2016/17 Las Palmas: regularidade e tentando surpreender
Especiais La Liga 2016/17 Las Palmas: regularidade e tentando surpreender

O Las Palmas, sob o comando de Quique Setién, tem pela frente uma temporada desafiadora e muito importante pra fincar o pé na primeira divisão. Los amarillos chegam a sua 33ª temporada na elite espanhola e com chances de buscar uma melhor posição no campeonato. A La UD inicia a temporada 2016-17 com duas competições de alto nível: a La Liga e a Copa do Rei. Tendo feito uma liga 2015-16 boa para as expectativas que tinham, terminaram na décima primeira posição, a torcida pode esperar um desempenho no mínimo parecido.

O Las Palmas fez uma temporada 2015-16 regular. Com 12 vitórias, 18 derrotas e 8 empates, terminou na décima primeira posição de La Liga com 44 pontos, 5 pontos a mais que o Rayo Vallecano, primeiro clube rebaixado e 9 pontos a menos que o Sevilla, primeiro clube classificado para as competições europeias. Os amarelos poderiam ter alcançado uma posição melhor na tabela se tivessem perdido menos partidas importantes no campeonato.

Um dos pontos determinantes para não alcançarem uma melhor posição foi a defesa, que sofreu 53 gols, enquanto o ataque marcou apenas 45. Para comparar: o ataque do Athletic de Bilbao, primeiro classificado para a Europa League, marcou 58 gols.

Enquanto o elenco perde com a saída do brasileiro William José, ganha com a chegada do ganes Prince Boateng. A chegada do bom zagueiro brasileiro Míchel Macedo também vai ser muito importante para o clube nesta temporada. Míchel tem 26 anos e foi criado nas categorias de base do Flamengo.

Ficou conhecido no Brasil após a passagem de 2 anos pelo Atlético Mineiro, onde conquistou o campeonato estadual, a Libertadores da América de 2013 e a Recopa Sul-Americana de 2014. No Atlético, marcou 10 gols, número alto para um zagueiro. Com essas contratações o Las Palmas ficou ainda mais competitivo e promete tentar tomar alguns pontos dos clubes maiores.

Kevin-Prince Boateng. Esse nome tem tudo para fazer a diferença a favor do Las Palmas nesta época. O meia ganes de origem alemã, de 29 anos é conhecido por suas passagens pelo Milan, Schalke 04, Borussia Dortmund e também por jogar pela seleção de seu país de escolha. Criado nas categorias de base do Hertha Berlin, o meia ofensivo chegou a jogar 45 partidas pela equipe principal do clube.

Depois foi vendido ao Tottenham Hotspur da Inglaterra, onde não teve o mesmo espaço e sucesso. Após passagem também apagada pelo Portsmouth, em 2010, Prince foi vendido ao Milan e voltou a apresentar o seu bom futebol. Depois passou pelo Schalke, onde até fez boas partidas, mas acabou retornando ao Milan no inicio desse ano e assinando um contrato de 6 meses.Sua chegada ao  Las Palmas foi muito festejada. Com o elenco que tem, a torcida pode esperar boas atuações de Prince.
 

No próximo sábado, Quique Setién inicia a sua primeira temporada como treinador do Las Palmas. O técnico espanhol está no clube desde outubro de 2015, foi contratado após a demissão de Paco Herrera, na oitava rodada de La Liga. Antes de assumir o Las Palmas, Quique foi por 6 anos treinador do Deportivo Lugo. Em Lugo, levou o jovem clube a segunda divisão espanhola pela segunda vez na história e o manteve lá.

Quando jogador, Setién, atuou – entre duas passagens - por 13 anos pelo Racing Santander e conquistou a Supercopa da Espanha de 1985 pelo Atlético de Madrid. Em março deste ano, Quique foi eleito o melhor treinador da liga no mês.

Para a temporada 2016-17, a torcida pode esperar uma colocação um pouco melhor na Liga, mas ainda no meio da tabela. O clube tem tudo para evoluir e começar a brigar por posições melhores, mas ainda é ilusão esperar por competições europeias na próxima temporada.