Barcelona recebe Betis na estreia do Espanhol após conquista da Supercopa da Espanha

Atual campeão da "Liga das Estrelas", o clube catalão busca iniciar bem sua campanha diante de seus torcedores

Barcelona recebe Betis na estreia do Espanhol após conquista da Supercopa da Espanha
Barcelona
Real Betis
Barcelona: Bravo; Roberto, Piqué, Umtiti, Digne; Rakitic, Busquets, Denis Suárez; Lionel Messi, Suárez, Arda Turan.
Real Betis: Adán; Cejudo, Bruno, Mandi, Pezzella, Durmisi; Musonda, Ceballos, Petros, Martín; Rubén Castro.
ÁRBITRO: Undiano Mallenco.
INCIDENCIAS: Partida válida pela 01ª rodada do Campeonato Espanhol 2016/17. Realizada no Estádio Camp Nou, em Barcelona, na Espanha.

A espera finalmente acabou, vai começar a nova temporada da La Liga. No início da tarde deste sábado (19) é a vez do atual campeão entrar em campo. Ainda sem Neymar, que disputará a final do futebol masculino no Rio-2016, o Barcelona de Lionel Messi recebe o Real Betis no Camp Nou, às 13h horário de brasília.

Mal começou a temporada e o Barça já levantou sua primeira taça. Os catalães venceram mais uma vez o Sevilla na última quarta-feira (17) e conquistaram a Supercopa da Espanha. Agora os comandados de Luis Enrique precisam "virar a chave" para focar em um bom início de Liga, visando manter o título da competição na Catalunha. Destaque na vitória do meio de semana, Arda Turan mais uma vez será o companheiro de Luis Suárez e Messi no comando de ataque.

Com muitas mudanças em relação ao elenco que disputou a última temporada, o objetivo do Betis é manter sua regularidade na competição, mesmo com a chegada de novos atletas. Terminando na décima colocação após namorar a zona de rebaixamento em temporadas passadas, uma regularidade maior fora de casa e vitórias importantes no Benito Villamarín podem levar a equipe verdiblanca para as competições européias após três temporadas.

Questionado em coletiva, Luis Enrique diz desconhecer sobre o desfecho da "Novela Bravo"

Campeão de maneira incontestável da última edição da Liga, Luis Enrique falou sobre a nova temporada da competição na última coletiva pré-estreia: "Disputaremos a Liga como disputamos todos os campeonatos. Ser o atual campeão nos dá uma ligeira vantagem, uma certeza de que devemos algo semelhante ao que realizamos. É um título de extrema importância pois marca o desfecho vencedor de um trabalho de toda uma temporada. Teremos logo de cara uma partida em casa diante do Betis, que apresenta ideias distintas não somente na equipe que adentrará em campo, nas nos ideais de seu treinador", declarou.

Muito próximo de acertar com o Manchester City, o desfecho que definirá o futuro de Claudio Bravo já se extende por algumas semanas. Perguntado se esta poderia ser a última partida do arqueiro, o comandante catalão foi direto: "Não sei, me diz você!".

"O que mais valorizo em meus jogadores é a ambição que demonstram durante o treinamento. E não falo apenas de Bravo. Não escalo apenas vendo o resultado das partidas. Isso vale para Bravo e para todos os outros jogaodores do elenco", concluiu.

(Foto: Divulgação/ FC Barcelona)

Poyet revela estratégia para parar a equipe azul-grená: "O Barcelona não pode ser o Barcelona!"

Novo comandante do Real Betis, a estreia oficial de Gustavo Poyet não poderia ser mais complicada. Fora de casa diante do atual campeão, o treinador comentou sobre a partida e traçou a estratégia para parar o ataque catalão, focando principalmente no argentino Lionel Messi.

"Muita gente diz que é melhor enfrentá-los agora. A verdade é que é realmente muito difícil, todos já tentaram, todos querem ter a fórmula mágica para vencer o Barça no Camp Nou, mas não é tão fácil. Mas nossa equipe está focada, que podemos vencê-los. Amanhã tentaremos aplicar nossa fórmula para garantirmos os três pontos. Sabemos que o Barcelona pode mudar seus jogadores, mas não sua forma de jogar", afirmou.

"Acredito que também não tenha nenhuma fórmula para parar Messi, porque ele joga conforme você joga. Busca sempre uma maneira de dribá-lo independente do que você faça. Aliás, está empolgado, com gana, vimos ele muito forte na partida contra o Sevilla. Precisamos de concentração, ajuda, demos ser companheiros dentro do campo para evitar situações de mano a mano diante do nosso adversário", finalizou.