Espanha dá show no segundo tempo e atropela Liechtenstein na abertura das Eliminatórias

Com show do trio Diego Costa, David Silva e Álvaro Morata, que marcaram duas vezes cada um, Fúria estreia com muita tranquilidade rumo à mais uma Copa do Mundo

Espanha dá show no segundo tempo e atropela Liechtenstein na abertura das Eliminatórias
Foto: Miguel Riopa/AFP/Getty Images
Espanha
8 0
Liechtenstein
Espanha: De Gea; Sergi Roberto, Piqué, Ramos e Alba; Busquets, Thiago (Nolito, intervalo), Koke, Vitolo (Asensio, Min. 80) e Silva; Diego Costa (Morata, Min. 69). técnico: Julen Lopetegui
Liechtenstein: Jehle; Rechsteiner (Yildiz, Min. 71), Polverino, Kaufmann, Góppel; Salanovic (Wolfinger, Min. 78), Büchel (Gubser, Min. 84), Wieser, Büchel, Burgmeier e Hasler. técnico: Rene Pauritsch
Placar: 1-0, Diego Costa, min. 10; 2-0, Sergi Roberto, Min. 55; 3-0, Silva, Min. 59; 4-0, Vitolo, Min. 60; 5-0, Diego Costa, Min. 66; 6-0, Morata, Min. 82; 7-0, Morata, Min. 83; 8-0, Silva, Min. 90+1
ÁRBITRO: Lee Evans (WAL); cartões amarelos: Kaufmann (Min. 11), Polverino (Min. 26), Hasler (Min. 51), Yildiz (Min. 76)
INCIDENCIAS: partida válida pela primeira rodada do grupo G das eliminatórias europeias para copa do mundo 2018, realizada no estádio Reino de León, em León, Espanha

Espanha mostra que realmente começou com tudo a Era Julen Lopetegui. Nesta segunda-feira (5), na abertura das Eliminatórias europeias para Copa do Mundo 2018, a Fúria recebeu, em León, e não deu chances para Liechtenstein, vencendo por 8 a 0. Diego CostaDavid Silva e Álvaro Morata, que marcaram duas vezes cada, Vitolo Sergi Roberto marcaram os gols dos donos da casa.

O resultado deixa os espanhóis na liderança do Grupo G com +8 de saldo, enquanto a Itália, que também venceu, fica em segundo com apenas +2 de saldo. Liechtenstein é a lanterna do grupo após esse massacre.

As equipes só retornam à campo pelas Eliminatórias daqui a um mês. A Espanha terá o grande confronto do grupo no dia 6 de outubro, uma quinta-feira, quando visita a Itália, às 15h45. Também na quinta-feira, Liechtenstein estreia em casa, quando recebe a Albânia.

Diego Costa põe espanhóis na frente

O começo de jogo foi com a Espanha totalmente no campo de ataque, pressionando bastante, mas com dificuldade de furar a defesa de Liechtenstein, não conseguindo finalizações de tanto perigo. Por outro lado, os visitantes se fechavam totalmente, tendo em vista que o empate era um ótimo resultado, ainda mais fora de casa.

Porém, aos 10', essa "acomodação" de Liechtenstein terminou, quando Koke cobrou falta com perfeição da esquerda na cabeça de Diego Costa, que subiu no terceiro andar e abriu o placar no estádio Reino de León: 1 a 0 Espanha. Esse foi o segundo gol do centroavante com o uniforme da Fúria, O primeiro e último havia sido em 2014 contra Luxemburgo.

A Espanha seguiu dominando o jogo, chegando principalmente pelas laterais, mas sem conseguir concluir ao gol por conta da quantidade de jogadores adversários. Aos 40', após escanteio, Koke tenta, mas a zaga tira em cima da linha. Na sobra, após bate rebate, Busquets tenta na pequena área, mas a bola pega em Vitolo, que estava impedido e em cima da linha. Dois minutos depois, após cruzamento da direita, Diego Costa cabeceou com perigo e assim acabou o primeiro tempo em León: 1 a 0 Espanha.

Sete gols e show da Fúria

Se o primeiro tempo foi meio "sem graça", com poucas chances reais de gol, o segundo foi totalmente diferente. A Espanha seguiu dominando o jogo de ponta a ponta em León, tanto que logo no início, mais exatamente aos 7', quase ampliou sua vantagem, quando Koke cobrou falta muito bem e a bola foi no poste direito de Jehle.

Mas após esse começo, se iniciou uma chuva de gols em León. Aos 10', Nolito, que havia entrado no intervalo, recebeu na entrada da área, viu a passagem de Sergi Roberto pelo meio, deu o passe entre as pernas do zagueiro para o jogador culé, que saiu na cara de Jehle e deu um leve toque por debaixo das pernas do arqueiro: 2 a 0 Espanha.

Quatro minutos depois, saiu o terceiro, quando, após boa troca de passes, Vitolo recebeu livre na direita e cruzou rasteiro para a pequena área, onde estava David Silva, que apenas concluiu para o gol: 3 a 0. Em menos de um minuto depois, Nolito roubou a bola para a Fúria, lançou Diego Costa, que escorou para David Silva e o meia do Manchester City para Vitolo fazer o quarto: 4 a 0.

O show continuou. Aos 21', Diego Costa recebeu livre dentro da área, finalizou de esquerda e Jehle defendeu, mas a bola sobrou para o centroavante, que cabeceou para o fundo do gol: 5 a 0. Depois de um bom tempo sem marcar, os espanhóis foram às redes mais uma vez, quando David Silva puxou contra-ataque, passou para Asensio, que abriu com Morata e o centroavante do Real Madrid finalizou cruzado, de canhota. A bola desviou e foi para o fundo do gol: 6 a 0.

Só que ainda havia tempo para mais, o que aconteceu. Aos 38', um minuto após o sexto, Busquets avançou com a bola e rolou para o meio, onde estava Morata, que finalizou com força e fez seu segundo na partida: 7 a 0. Para fechar, aos 46', David Silva recebeu na direita, passou para Nolito, seu companheiro de clube, que devolveu de primeira e o camisa 21 chutou forte de canhota, entre Jehle e a trave, fechando a conta em León: 8 a 0.