Com suposta prioridade na negociação, Barcelona deve acionar Santos na justiça após venda de Gabriel

Josep Maria Bartomeu pode "melar" venda do atacante, que já posou oficialmente com a camisa da Internazionale

Com suposta prioridade na negociação, Barcelona deve acionar Santos na justiça após venda de Gabriel
(Foto: Koji Watanabe/ Getty Images)

Após completar uma semana do acerto oficial com a Internazionale de Milão, o futuro de Gabriel Barbosa, o Gabigol, pode não ter sido totalmente definido. Até porque, o Barcelona promete ir à FIFA para exercer seus direitos após a negociação do atleta com a equipe italiana.

“É certo que não respeitaram as cláusulas do contrato. Esconderam algumas coisas de nós. Agora, defenderemos nossos interesses. Já enviamos um fax. Veremos se vamos à Fifa ou à Justiça comum”, revelou o presidente do clube catalão, Josep Maria Bartomeu.

O Barcelona alega que teria prioridade para contar com o futebol do atacante revelado pelo Santos, algo que teria sido incluído na transferência de Neymar há alguns anos atrás. A cláusula dizia que se o clube da Vila Belmiro recebesse alguma proposta pelo atleta, o Barça deveria ser comunicado imediatamente, e teria até três dias para igualar ou superar a oferta. Em uma carta divulgada pelo portal UOL, o Santos alegou que os procedimentos formais só não foram cumpridos devido ao prazo da negociação, que ocorreu já nos últimos dias da janela de transferências de verão. 

“De acordo com a referida parte 4 (do acordo), o Barcelona teria um período de três dias uteis para exercer sua preferência. Contudo, o Santos FC recebeu a oferta de um terceiro clube ontem, 28 de agosto, e, como o Barcelona está completamente ciente, qualquer transferência para a Europa precisa ser completada não depois de 31 de agosto. Numa situação tão urgente, nós gentilmente pedimos para o Barcelona se manifestar até o dia 30 às 5h (no horário de Santos) ou 10h (no horário de Barcelona). Por favor, apesar de o Santos estar ansioso por receber sua pronta resposta para essa carta, no caso de nenhuma resposta ser recebida até o prazo fixado acima, a falta de resposta será considerada renúncia aos direitos de preferência”, revela um trecho da carta.

Agora basta aguardar os próximos passos da diretoria catalã, após a resposta pública dada pelo estafe santista. O que podemos definir de concreto, é que após compromissos com a Seleção Brasileira nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, Gabigol deve ser apresentado oficialmente pela Inter na próxima semana. O atleta deve seguir os passos de Neymar, e levar alguns funcionários do Santos para cuidar de sua carreira em solo italiano.