Neymar dá show e Barcelona goleia Sporting Gijón fora de casa

Brasileiro marcou dois, Suárez, Turan e Rafinha marcaram os outros da goleada do Barcelona fora de casa.

Neymar dá show e Barcelona goleia Sporting Gijón fora de casa
Suárez, Rafinha e Sergi comemoraram um dos gols da partida (Foto: Divulgação/La Liga)
Sporting Gijón
0 5
Barcelona
Sporting Gijón: SPORTING GIJÓN - I. Cuellar; A. Lora, Mere, F. Amorebieta, Castellamp; Sergio Alvarez, Nacho Cases; Burgui, Victor Rodrigues (Douglas, min. 77), Moi Gomez (Carlos Castro, min. 67; Duje Cop (Daniel Ndi, min. 67).
Barcelona: BARCELONA - Ter Stegen; S. Roberto, Piqué, Mathieu, Digne; Busquets (Denis Suárez, min. 68), André Gomes, Rafinha; Arda Turan, Neymar, Suárez (Paco Alcácer, min. 71).
Placar: GOLS - 0-1, min. 29, Suárez. 0-2, min. 32, Rafinha. 0-3, min. 81, Neymar. 0-4, min. 85, Arda Turan. 0-5, min. 86, Neymar.
ÁRBITRO: Carlos Del Cerro Grande.
INCIDENCIAS: Partida válida pela sexta rodada do Campeonato Espanhol 2016/17, realizada no estádio El Molinon.

Neste sábado (24), Sporting Gijón e Barcelona se enfrentaram para disputar a sexta partida do Campeonato Espanhol 2016/17, no estádio El Molinon. O Barcelona jogou como Barcelona e esteve no domínio da partida, apesar de jogar fora de casa e sem Messi, que está lesionado, e Iniesta. Os gols da partida foram marcados por Luis Suárez, Rafinha, Neymar (duas vezes) e Arda Turan.

Com a vitória, o Barcelona alcança os treze pontos e a liderança momentânea, já que o Real Madrid ainda jogará nesta rodada e tem o mesmo número de pontos do rival. E Sporting por sua vez se mantém com sete pontos e ocupa a décima segunda posição. Na próxima rodada o Barcelona enfrentará o Celta de Vigo, fora de casa, no domingo (2), às 15h45. O Gijón viajará até La Coruña para enfrentar o Deportivo no sábado (1), também às 15h45.

Barcelona domina e abre dois

O Barcelona começou, como de costume, tendo a posse de bola e a fazendo valer. Mesmo sem Iniesta e Rakitic, a bola passou a maior parte do tempo na zona do meio campo, mostrando assim a qualidade dos escolhidos para ocupar o setor na partida. Sem tantas oportunidades criadas no começo, o time do Barcelona fazia a bola girar, apesar da forte marcação do Gijón. Aos 27’, André Gomes teve a primeira chance clara de gol da partida e finalizou sobre a trave.

Sem diminuir a intensidade, o Barcelona continuou a buscar uma oportunidade de marcar. Aos 29’, dois minutos depois do lance de Gomes, Luis Suárez recebeu uma bola por cima da Turan, bateu o goleiro e marcou. 1 a 0 Barcelona.
Poucos minutos depois do primeiro gol, aos 32’, Sergi Roberto recebeu pela direita e cruzou para Rafinha fazer de cabeça na primeira trave. 2 a 0 Barcelona.

Depois dos dois gols, o Sporting tentou reagir, mas Ter Stegen estava atento e impediu qualquer ocasião de gol. E assim terminou o primeiro tempo.

Mesma intensidade e mais três gols

A partida recomeçou com a mesma intensidade da primeira etapa, mas com o Gijón buscando diminuir a vantagem que os visitantes tinham obtido nos 45 primeiros minutos. Aos 11’, Víctor Rodriguez arrancou um suspiro da torcida do Sporting. Se não fosse por Ter Stegen, o meia teria diminuído o placar.  Aos 16’, o árbitro anulou um gol do Barcelona por impedimento.

O Gijón não abaixou a cabeça e continuou tentando diminuir. Depois da melhora do Gijón, a pressão quase irresistível do Barcelona. Aos 36’, Cuellar salvou o esforço de Paco Alcácer, mas não salvou o rebote de Ney. 3 a 0 Barcelona.

E o Barcelona não parou por aí. A pressão do clube catalão aumentou e mostrou que também é muito forte sem os seus camisas 10 e 8. Com o time bastante ofensivo e bem apoiado na defesa, Sergi subia muito ao ataque para ajudar no ataque e buscar mais um cruzamento com cara de assistência.

E foi em uma dessas subidas que, quatro minutos depois do terceiro gol, aos 40’, Sergi fez mais um cruzamento preciso. Desta vez, para Arda marcar de cabeça. Não perca as contas. 4 a 0 Barcelona.

E ainda sobrou tempo para o quinto gol. Aos 43’, Denis fez grande passe Ney, que finalizou bonito para marcar o seu segundo na partida.