Sevilla bate Leganés, assume liderança provisória e volta a vencer fora de casa após mais de um ano

Após abrir 2 a 0, time de Sampaoli leva o empate em dois minutos, mas Sarabia decide no final; última vitória fora de casa pela Liga havia sido no dia 23 de maio do ano passado contra o Málaga

Sevilla bate Leganés, assume liderança provisória e volta a vencer fora de casa após mais de um ano
Sarabia entrou e marcou o gol da vitória do Sevilla (Foto: Getty Images)
Leganés
2 3
Sevilla

Pensando em manter-se no calcanhar dos sempre fortes Real Madrid, Barcelona e Atlético de Madrid, o Sevilla foi ao estádio Municipal de Butarque enfrentar o emergente Leganés. A vitória por 3 a 2 manteve o time de Sampaoli nas primeiras posições do Campeonato Espanhol (o time é líder provisório até o complemento da rodada), mas não foi nada tranquila.

Os donos da casa repetiram a postura ofensiva da partida contra o Barcelona e, ao contrário do que se esperava naquela partida, não ficaram atrás esperando um erro do adversário. Apesar da maior qualidade técnica, o Sevilla pouco oferecia de perigo. Foram seis finalizações dos mandantes, duas delas com Luciano (ex-Corinthians) logo no começo da partida.

As chances perdidas custaram caro ao Leganés. Aos 25 minutos, Vázquez abriu o placar no jogo aéreo. Foi a primeira chegada de perigo do time visitante. O gol não mudou o panorama do jogo e quem comandava a maior parte das ações ofensivas era o time da casa. Em outro contra-ataque, já na segunda etapa, Nasri marcou o segundo gol do Sevilla.

Nada que desanimasse o Leganés. Jogando melhor, os pepineros foram com tudo para o ataque e empataram a partida em dois minutos: primeiro com Timor, aproveitando rebote, e depois com Szymanowski tocando na saída de Rico.

O Sevilla não desistiu e ainda conseguiu a virada no final do jogo com um belo gol de Sarabia. O espanhol, que entrou no decorrer da partida, dominou pela esquerda e chutou com categoria para dar número finais à partida. Ganso entrou já no final do jogo e ajudou a prender a bola na reta final.