Real Madrid domina do início ao fim e atropela Real Bétis fora de casa

Merengues não dão chances aos donos da casa e vencem com muita tranquilidade

Real Madrid domina do início ao fim e atropela Real Bétis fora de casa
Real Bétis
1 6
Real Madrid
Real Bétis: Adán; Piccini, Pezzella, Mandi e Durmisi; Petros, Martin (Ceballos, min. 67), Brasanac (Zozulya, intervalo) e Joaquin; Alex Alegría (Cejudo, intervalo) e Ruben Castro. técnico: Gustavo Poyet
Real Madrid: Navas; Carvajal, Varane, Pepe e Marcelo; Kroos, Kovacic (Lucas Vázquez, Min. 65) e Isco; Bale (Asensio, Min. 79), Benzema (Morata, Min. 75) e Ronaldo. técnico: Zinedine Zidane
Placar: 0-1, Varane, Min. 4; 0-2, Benzema, Min. 31; 0-3, Marcelo, Min. 39; 0-4, Isco, Min. 45; 1-4, Cejudo, Min. 55; 1-5, isco, Min. 62; 1-6, Ronaldo, Min. 78
ÁRBITRO: Gil Manzano; cartões amarelos: Isco (Min. 43), Pezzella (Min. 49), Zozulya (Min. 77)
INCIDENCIAS: partida válida pela 8ª rodada do campeonato espanhol 2016/17, realizada no estádio Benito Villamarín, em Sevilha

Show merengue. Neste sábado (15), o Real Madrid foi até o estádio Benito Villamarín pela oitava rodada do Campeonato Espanhol 2016/17, não deu chances para os donos da casa, o Real Bétis, e venceu por 6 a 1, com gols de Isco, duas vezes, MarceloBenzemaVarane Cristiano Ronaldo.

Com este resultado, o Real Madrid volta a dividir a liderança com o Atlético de Madrid, que também amassou seu adversário nesta rodada, chegando a 18 pontos, mas perdendo no saldo de gols. O Bétis permanece na 15ª colocação, mas podendo cair para 16º.

Os merengues já retornam à campo na próxima terça-feira (18), quando recebem o Légia Varsóvia na Uefa Champions League. Pelo campeonato nacional, o Real Madrid encara o Athletic Bilbao no domingo (23), também no Bernabéu. O Bétis, por outro lado, joga na sexta-feira, quando visita o Osasuna.

Primeiro tempo dominante e impecável dos merengues

Esperava-se um Real Madrid intenso nos primeiros minutos, já que era obrigado a vencer... e foi o que aconteceu, tanto que logo aos 4' saiu o primeiro gol da partida, quando Cristiano Ronaldo ia recebendo de Marcelo na esquerda, mas sofreu falta. Toni Kroos cobrou para a marca do pênalti e Varane desviou quase de costas para o gol: 1 a 0 Real Madrid. Os donos da casa não conseguiam fazer nada no início.

Mesmo após o gol, os merengues seguiram melhor na partida, chegando com bem mais objetividade que os donos da casa. Aos 6', após linda troca de passes, Bale tocou de calcanhar para Isco, que cruzou muito bem na segunda trave e Cristiano Ronaldo finalizou, quase sem goleiro, para fora. Minutos depois foi a vez de Bale receber cruzamento e cabecear, mas a bola foi na trave, nas costas de Adán e não entrou.

E o que era apenas uma questão de tempo para acontecer, aconteceu. Aos 31', o experiente Joaquin tentou sair jogando pelo meio, mas acabou perdendo a bola para Toni Kroos, que avançou com muito espaço e passou para Benzema, que finalizou de primeira dentro da área e ampliou a vantagem blanca no Benito Villamarín: 2 a 0 Real Madrid.

Os merengues faziam um jogo impecável, pressionando bastante, buscando uma goleada. E isso se tornou uma possibilidade, pois aos 39' saiu o terceiro, quando Benzema recebeu na esquerda, cortou para o meio, finalizou, a bola bateu na marcação e sobrou para Marcelo, que recebeu dentro da área, girou finalizando e ampliou ainda mais: 3 a 0 Real Madrid.

E quando tudo se encaminhava para "apenas" o 3 a 0, o Real Madrid chegou ao quarto e da maneira que mais gosta: no contra-ataque. Aos 45', Pepe iniciou contra-ataque, a bola passou por Benzema, que abriu na esquerda com Cristiano Ronaldo. O português avançou um pouco e cruzou rasteiro para a segunda trave, onde estava o próprio Pepe, que apenas rolou de primeira para a pequena área e Isco empurrou para o gol. Golaço merengue: 4 a 0 Real Madrid. Show merengue no primeiro tempo.

Mais dois gols e goleada confirmada

Assim como a primeira etapa, o segundo tempo começou com bastante intensidade também. Quem começou chegando bem pela primeira vez foram os donos da casa, quando Ruben Castro passou para Piccini, que avançou, tentou cruzar, a bola bateu em Marcelo, ficou com o lateral, que cruzou após saída ruim de Navas e Joaquín cabeceou sem goleiro, mas Pepe evitou o gol.

E os merengues parecem ter voltado com muita acomodação para a segunda etapa, pois aos 10' os donos da casa diminuíram, quando os merengues saíram jogando mal, Joaquín foi acionado, passou de primeira para Cejudo, que saiu cara a cara com Navas e finalizou com perfeição: 4 a 1.

Mas demorou muito pouco para que os merengues se recuperassem do gol tomado. Sete minutos após o tento dos donos da casa, Marcelo tabelou bem com Benzema, avançou, passou para Bale, que mandou para Cristiano Ronaldo, que cruzou, a bola passou por toda a área e chegou na esquerda com Isco, que dominou totalmente livre e deu um tapa com perfeição, marcando um golaço, seu segundo no jogo: 5 a 1 Real Madrid.

Mas faltava o gol de quem mais sabe fazer e isso aconteceu. Aos 33', Cristiano Ronaldo recebeu passe no meio, avançou, invadiu a área e chutou com força e raiva, fuzilando a meta de Adán e fazendo o sexto merengue no jogo: 6 a 1. Os merengues até tentarem chegar a uma marca maior no final, mas ficou nisso.