Em ritmo de treino, Real Madrid goleia Legia Varsóvia e lidera Grupo F da UCL

Merengues jogam para o gasto e vencem poloneses sem problemas

Em ritmo de treino, Real Madrid goleia Legia Varsóvia e lidera Grupo F da UCL
Foto: Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images
Real Madrid
5 1
Legia Varsóvia
Real Madrid: Navas; Danilo, Pepe, Varane e Marcelo; Kroos, James Rodriguez (Lucas Vázquez, Min. 64) e Asensio; Bale (Morata, Min. 64), Benzema e Ronaldo. técnico: Zinedine Zidane
Legia Varsóvia: Malarz; Bereszynski, Rzezniczak, Czerwinski e Hlousek; Odjidja Ofoe, Moulin e Jodlowiec; Guilherme, Radovic e Kucharczyk. técnico: Jacek Magiera
Placar: 1-0, Bale, Min. 16; 2-0, Jodlowiec (OG), min. 19; 2-1, Radovic, Min. 22; 3-1, Asensio, Min. 37; 4-1, Lucas Vázquez, Min. 68; 5-1, Morata, Min. 84
ÁRBITRO: Ruddy Buquet (FRA); Moulin (Min. 51), Radovic (Min. 62), Ronaldo (Min. 63)
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA TERCEIRA RODADA DA FASE DE GRUPOS DA UEFA CHAMPIONS LEAGUE 2016/17, REALIZADA NO ESTÁDIO SANTIAGO BERNABÉU, EM MADRI, ESPANHA.

Tranquilo como o esperado. Nesta terça-feira (18), o Real Madrid recebeu o Legia Varsóvia pela terceira rodada da fase de grupos da Uefa Champions League 2016/17. Jogando para o gasto, em ritmo de treino, os merengues não tiveram problemas e venceram por 5 a 1, com gols de BaleJodlowiec (contra), AsensioLucas Vázquez Morata.

Com este resultado, os merengues seguem dividindo a liderança com o Borussia Dortmund, que venceu o Sporting no outro jogo do grupo, mas com um saldo de gols melhor que os aurinegros. Por outro lado, o Legia segue na lanterna com nenhum ponto somado.

As duas equipes retornam à campo pelos seus campeonatos nacionais no final de semana. No domingo (23), o Real Madrid recebe o Athletic Bilbao, enquanto que o Legia encara o Lech Poznan no sábado (22). Pela Champions, os dois times voltam a se enfrentar pela quarta rodada, na Polônia, no próximo dia 2 de novembro.

Merengues tomam sustos, mas abrem dois de vantagem

O início de jogo foi muito corrido e surpreendente no Santiago Bernabéu. Quem esperava um Real Madrid dominante, errou. Com 11 minutos jogados, os poloneses chegaram muito bem em duas oportunidades. A primeira foi em contra-ataque, onde Jodłowiec recebeu na direita, invadiu a área e finalizou cruzado, mas Navas fez boa defesa com os pés. Logo depois, Odjidja recebeu de Guilherme dentro na área e finalizou no pé da trave, assustando mais uma vez.

Mas a diferença dos times grandes para os outros é a eficiência e individualidade dos seus jogadores. Aos 16', Gareth Bale foi lançado na direita, ficou mano a mano com o defensor, invadiu a área e finalizou bonito, na diagonal, marcando um lindo gol e espantando a zebra do Santiago Bernabéu: 1 a 0 Real Madrid. E o segundo veio apenas três minutos depois, quando Benzema recebeu na esquerda e rolou para Marcelo, que emendou de primeira, a bola pegou em Jodlowiec e matou Malarz: 2 a 0 Real Madrid. Gol foi confirmado como contra pela Uefa.

Porém, o jogo era incrivelmente aberto e divertido no Bernabéu, tanto que o Legia conseguiu chegar ao seu gol, quando Danilo cometeu pênalti. Radovic foi para a cobrança e deslocou muito bem Keylor Navas, diminuindo a vantagem merengue e dando esperanças para a equipe polonesa no Santiago Bernabéu: 2 a 1 Real Madrid.

Só que mais uma vez a qualidade merengue prevaleceu. Aos 37', Danilo recebeu de Bale na direita, cruzou para Cristiano Ronaldo, que parece ter "sentido" a chegada de Asensio e rolou para o jovem meio campista merengue, que finalizou de chapa, fazendo um bonito gol e dando números finais ao animado primeiro tempo em Madri: 3 a 1 Real Madrid.

Segundo tempo morno, mas mais dois gols merengues

O jogo seguiu da mesma forma, com o campo muito aberto pelos dois lados. O Real fazia um jogo preguiçoso defensivamente, marcando muito mal e dando muito espaço, enquanto o Legia, sem ter nada a perder, se lançava para o ataque de maneira desorganizada, o que acaba ocasionando em muitos espaços na parte defensiva.

O segundo tempo era fraco e morno no Bernabéu, principalmente por conta da quantidade de erros das duas equipes. Porém, os merengues colocaram sangue novo em campo e chegaram ao quarto gol. Aos 23', Morata recebeu na esquerda, levou para cima do marcador e cruzou para Lucas Vázquez, que chegou pegando de primeira, simplesmente na veia, fazendo o quarto gol merengue: 4 a 1 Real Madrid.

Quando tudo parecia se encaminhar para o 4 a 1, saiu o quinto gol que fechou a conta no Santiago Bernabéu, quando Cristiano Ronaldo ficou com a bola no meio e passou para Morata, que invadiu a área totalmente livre pela esquerda e deixou o dele, dando números finais ao jogo: 5 a 1 Real Madrid.