Atlético de Madrid e Sevilla duelam pela liderança da La Liga

Para retomar a primeira posição do campeonato, os colchoneros precisam apenas da vitórias; O Sevilla, por sua vez, assume o topo da tabela caso vença e o Real Madrid não vença o seu confronto

Sevilla
Atlético de Madrid
Sevilla: Rico; Mariano, Rami, Pareja, Escudero; Vázquez, N'Zonzi, Iborra; Nasri, Vietto, Vitolo
Atlético de Madrid: Oblak; Juanfran, Savic, Godín, Filipe Luís; Koke, Gabi, Saúl, Carrasco; Griezmann, Gameiro.
ÁRBITRO: Juan Martínez Munuera
INCIDENCIAS: Partida válida pela 9ª rodada da La Liga a ser disputada no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilla, na Espanha.

Neste domingo (23), Atlético de Madrid e Sevilla duelam em partida válida pela 9ª rodada da La Liga a ser disputada no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilla. A partida é fundamental para o andamento do campeonato já que envolve dois dos quatro primeiros na tabela da competição podendo até mesmo definir o líder do campeonato

O Sevilla, atual 4º colocado, chega para a partida embalado em uma sequência de quatro vitórias sendo duas válidas pela La Liga e duas válidas pela Uefa Champions League competição a qual está em segundo, porém igualado em número de pontos com o primeiro. A expectativa é de uma vitória dentro de casa para aumentar ainda mais a moral do time Nervionense. 

O Atlético de Madrid, por sua vez, é o atual segundo colocado no campeonato espanhol. A equipe colchonera foi ultrapassada pelo Barcelona que já jogou nesta rodada, sendo assim, pode recuperar a sua posição. Assim como seu adversário desta rodada, o Atléti faz uma boa campanha na Uefa Champions League, liderando seu grupo que conta com nada mais, nada menos do que o Bayern de Munique.

Em confrontos diretos é possível percebermos uma certa igualdade entre os demais uma vez que tratam-se de grandes e tradicionais times da Liga das Estrelas. No entanto, nas últimas cinco partidas, o Atlético de Madrid apresenta um melhor desempenho com 3 vitórias. Os sevillistas, por sua vez, não venceram nos últimos cinco duelos e somaram pontos apenas com os dois empates conquistados.

Sampaoli: "Queremos agredir uma equipe que quase não é agredida"

O treinador do Sevilla, Jorge Sampaoli esteve presente na coletiva de imprensa pré-jogo realizada neste sábado. Nela, o treinador manifestou a sua vontade de sair vitorioso do confronto além de ressaltar diversos pontos do seu adversário e elogiar o seu compatriota, Diego Simeone.

Sampaoli começou sua entrevista em um tom muito respeitoso e chegou a afirmar que a partida deste domingo será uma das mais complicadas no ano já que o adversário é "um dos melhores times europeus". Segundo o próprio, tudo isso é dado por um trabalho a longo prazo feito por seu compatriota, Diego Simeone, a quem demonstrou muito respeito e admiração.

Ao final da coletiva, o treinador tocou em um assunto bem repercutido dentre os periódicos espanhóis, o reencontro de Gameiro com Sevilla. O jogador foi tratado por Sampaoli como: "um atacante fundamental para o Sevilla que ultimamente forma dupla com Griezmann e tem potencial para ser um dos melhores atacantes da Espanha".

Para a partida, Sampaoli contará com o retorno de Nasri para o seu trio ofensivo. A provável equipe deverá ser composta por: Rico; Mariano, Rami, Pareja, Escudero; Vázquez, N'Zonzi, Iborra; Nasri, Vietto, Vitolo

Simeone: "Vejo o Sevilla, o Barcelona, o Real e nós como candidatos"

O treinador do Atlético de Madrid, Cholo Simeone, também concedeu entrevista coletiva neste sábado. Assim como o treinador da equipe adversária, Cholo também fez questão de manter o respeito para com a equipe adversária e chegou a afirmar que este Sevilla é o melhor que ele já viu. 

Logo no início da coletiva, Cholo foi questionado sobre o Sevilla e afirmou: "Este ano, trocaram jogadores com perfis distintos por jogadores competitivos, com uma ideia clara e valente de seu treinador para pressionar e atacar por zonas. É isso que torna o Sevilla perigoso" - exclamou Cholo.

Logo na pergunta seguinte, Cholo respondeu sobre sua equipe e a pressão exercida sobre eles para que vençam a partida: "É normal que a crítica sempre busque querer ver o melhor de uma equipe. Eu não tenho compromisso com nenhuma forma de jogo, mas também não pertenço ao grupo de treinadores que pensa que futebol se joga apenas de uma maneira. Dou valor aos jogadores e tento ocasionar as oportunidades para que jovem da melhor maneira" - confirmou.

Para a partida, Cholo Simeone não deverá utilizar Nico Gaitán como titular, o que abre a dúvida para o suposto jogador que complementará o meio campo. No mais, o time mais provável é composto por: Oblak; Juanfran, Savic, Godín, Filipe Luís; Koke, Gabi, Saúl, Carrasco; Griezmann, Gameiro.