Sem brilho e com dificuldade, Barcelona vence Granada com gol solitário de Rafinha

Equipe catalã teve grandes dificuldades de passar pela defesa do lanterna do espanhol, mesmo jogando em casa

Sem brilho e com dificuldade, Barcelona vence Granada com gol solitário de Rafinha
Foto: Getty Images/Alex Caparros
Barcelona
1 0
Granada
Barcelona : Ter Stegen; Sergi Roberto, Mascherano, Umtiti, Digne; Denis (André Gomes m.71), Rakitic, Rafinha; Messi, Luis Suárez (Paco Alcácer m.83) e Neymar. Técnico: Luis Enrqiue.
Granada: Ochoa; Cuenca, Rubén Vezo, Lombán (c), Saunier, Gabriel Silva; Carcela, Uche, Jon Toral (Samper m.76), Andreas Pereira (Boga m.60) e Kravets (David Barral m.72). Técnico: Lucas Alcaraz.
Placar: 1-0, Rafinha min 48
INCIDENCIAS: Partida válida pela 10° rodada do Campeonato Espanhol 2016/17, Realizado no Estádio Camp Nou, Barcelona.

Quem esperava goleada e espetaculo do Barcelona contra o lanterna Granada não foi o que aconteceu. Pela décima rodada do Campeonato Espanhol, o Barça mesmo no Camp Nou, venceu o frágil Granada, apenas por 1 a 0. A equipe catalã teve muitas dificuldades durante toda a partida, principalmente de passar pela defesa dos visitantes e na finalização. O gol da vitória acabou saindo no começo da segunda etapa com Rafinha.

Com a vitória o Barcelona subiu para a segunda colocação da competição com 22 pontos, dois atrás do líder Real Madrid. Já o Granada permanecerá na lanterna com apenas três pontos. O Granada volta a campo pela competição no próximo sábado (5), receberá o Deportivo La Coruña. O Barcelona terá um confronto complicado contra o Sevilla. fora de casa no domingo (6). Antes na terça (1), irá à Inglaterra para enfrentar o Manchester City pela Champions League.

Barça não consegue furar a defesa do Granada bem postada na primeira etapa

Como os desfalques dos titulares, Piqué, Jordi Alba e Iniesta, o Barcelona entrou em campo com Umtiti, Digne e Rafinha. Além disso Busquets foi poupado e Denis Suárez entrou no seu lugar.

Nos primeiros minutos o Granada conseguiu neutralizar o Barcelona, que apesar da posse de bola não criou lances claros. A primeira chance dos catalães foi em boa jogada de Neymar, que tocou para Messi, mas a finalização acabou sendo travada pela defesa do Granada e sobrando para Ochoa. Depois foi a vez de Messi fazer grande lance na direita e deixar para Sergi Roberto cruzar, de novo a zaga visitante afastou o perigo. 

Aos 20, Messi lançou Luis Suárez, que tentou voleio, Ochoa foi mais rápido e pegou. Minutos depois, Messi cruzou e Rakitic resvalou de cabeça para fora. O Barça chegou novamente em cobrança de escanteio, mas Ochoa pegou fácil cabeçada de Umtiti. Na sequência Suárez recebeu sozinho com o goleiro do Granada, a defesa adversário interceptou no momento da finalização.

O Granada tentava surpreender e chegar ao gol em contra-ataques, principalmente com Cancela, contuto não obteve sucesso. O Barcelona permaneceu com a pressão, aos 34, Rakitic roubou a bola, que sobrou para Suárez chutar rasteira, para mais uma defesa do goleiro mexicano Ochoa. Até o intervalo o jogo continuou na mesma, mas sem ocasiões de gol para os dois lados.

Barcelona marca no começo, mas continua sem encantar

O Barcelona voltou para o segundo tempo da mesma forma, pressionando. Furou a defesa do Granada aos 3. Messi e Luis Suárez tabelaram, a bola sobrou com Rafinha, que tocou para Neymar. O atacante brasileiro acertou a trave, na volta Rafinha pegou de primeira e abriu o placar. Suárez quase ampliou o placar, após passar por marcador e finalizar em cima da zaga do Granada.

A primeira substituição da partida foi do Granada. O técnico Lucas Alcaraz colocou Boga no lugar de Andreas Pereira. Na sequência Sergi Roberto cruzou para Neymar sozinho, dominar e chutar forte, para grande defesa de Ochoa. 

Aos 20, o Granada conseguiu sua primeira finalização com algum perigo. Boga partiu em velocidade e na finalização, chutou em Mascherano. Luis Enrique mexeu na equipe catalã trocando Denis Suárez por André Gomes. O Granada fez mais uma alteração, Kravets saiu para a entrada de David Barral.

A partida ficou naquele bate e volta, com o Barcelona tocando a bola tentando entrar na defesa adversária e os defensores do Granada isolando. Aos 32, o Granada fez sua última mudança. Samper emprestado pelo próprio Barça, entrou no lugar de Jon Toral. A equipe catalã chegou de novo em cruzamento de Mascherano e cabeceio de Suárez nas mãos de Ochoa. Em seguida Suárez saiu para a entrada de Paco Álcacer.

No final da partida Neymar e Vezo se estranharam, ambos levaram cartão amarelo. Messi ainda foi lançada por Álcacer e finalizou por cima do gol. A partida terminou mesmo 1 a 0 para o Barcelona.