Visando classificação antecipada à próxima fase, Barcelona visita Celtic

Sem a confirmação de Lionel Messi entre os titulares, catalães buscam evitar o histórico de confrontos complicados em Glasgow

Visando classificação antecipada à próxima fase, Barcelona visita Celtic
Historicamente, Celtic e Barcelona rendem boas partidas em Glasgow. Foto: VAVEL Brasil/Editoria de arte
Celtic
Barcelona
Celtic: Gordon; Lustig, Touré, Sviatchenko, Izaguirre; Armstrong, Brown, Forrest, Rogic, Sinclair; Dembelé.
Barcelona: Ter Stegen; Sergi Roberto, Mascherano, Piqué, Alba; Rakitic, Busquets, Arda Turan; Neymar, Suárez, Messi.
ÁRBITRO: Daniele Orsato (ITA).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 4ª rodada do Grupo C da Uefa Champions League 2016/17. Realizada no Celtic Park, em Glasgow, na Escócia.

Chegou a hora do Barcelona definir com antecedência sua vaga à próxima fase da competição mais importante do continente. Nesta quarta-feira (23), os catalães visitam o Celtic em Glasgow às 17h45, em confronto válido pela quarta rodada do Grupo C na Uefa Champions League 2016/17.

Dono de uma campanha praticamente perfeita na Escócia, com 14 vitórias e apenas um empate na temporada, o Celtic vive uma situação complicada no Grupo G. Os escoceses estão na última colocação com apenas dois pontos conquistados até o momento. Tendo possibilidades mínimas de classificação, os Hoops precisam vencer seus últimos jogos e torcer por tropeços de Manchester City ou Borussia Mönchengladbach para conquistar ao menos uma vaga às oitavas de finais da Uefa Europa League.

Após tropeçar na rodada passada da Liga frente ao Málaga no Camp Nou, o Barcelona conta com os importantes retornos de Luis Suárez e Lionel Messi para o duelo em Glasgow. Na realidade, a volta do argentino não está 100% decretada, mas sua presença entre os titulares é quase certa para estar quarta-feira. Seguindo o retrospecto das últimas partidas no Celtic Park, o Barça certamente irá precisar de Messi para conquistar sua vaga antecipada à próxima fase. Além da vitória sofrida pelo placar mínimo no último duelo na casa do adversário, os Culés levam na bagagem o confronto histórico da temporada 2012/13, onde nem mesmo 89% de posse de bola e 23 finalizações à gol evitaram a derrota por 2 a 1 para os escoceses.

Scott Brown quer Celtic semelhante ao do duelo de 2012

Expulso no último duelo entre as equipes ao fazer uma falta dura em cima de Neymar, o defensor e capitão do Celtic Scott Brown, entra com energia dobrada em busca de "vingança" no Celtic Park. Brown também esteve em campo durante todos os 90 minutos da partida de ida no Camp Nou, e viu de perto o Barcelona golear sua equipe por 7 a 0 e automaticamente quebrar o recorde de maior goleada sofrida pelo Celtic na história da UCL. Para o zagueiro, a vitória marcante em 2012 sobre os catalães deve ser usada como exemplo.

'Eu não me importaria em ter um pouco de sorte. Me recordo que estive doente na partida em que vencemos eles em 2012/13. Estava mal aquele dia e me mandaram embora para casa. Foi a melhor coisa que fizeram naquela tarde já que vencemos a partida por 2 a 1. Agora somos nós quem devemos repetir aquele placar", ressaltou Scott relembrando o duelo histórico entre as equipes de quatro anos atrás.

"Penso que conquistamos muito respeito internacional naquela noite. Buscávamos em cada roubada de bola atacar o adversário. Não nos contentamos em somente afastar o perigo de nossa área. Vimos o vídeo da partida recentemente e aprendemos muito com isso. O que devemos tirar da nossa história recente com eles? Que não d queevo ser expulso! Brincadeiras à parte, sabemos que precisamos ter calma e entender que não vamos ter a posse de bola na maioria do tempo", completou.

(Foto: Divulgação/ SNS Group)
(Foto: Divulgação/ SNS Group)

Rafinha garante que equipe está preparada para uma suposta ausência de Messi

Titular em boa parte da temporada, o meio-campista Rafinha falou em coletiva de imprensa cedida nesta terça-feira (22) sobre seu bom início de temporada: "Estou muito contente com o início de temporada neste âmbito individual. Estou participando bastante e contando cada minuto em campo após superar uma lesão complicada", revelou o brasileiro.

Tendo um histórico extremamente discrepante levando em conta os duelos realizados em Glasgow e em Barcelona, Rafinha falou da dificuldade de encarar o adversário em pleno Celtic Park e sobre uma suposta classificação antecipada na competição.

"Vai ser uma partida muito complicada. A torcida adversária costuma pressionar bastante. O Celtic vai querer mostrar seu valor e fazer uma partida bem superior à do Camp Nou. Se vencermos a partida iremos automaticamente garantir nossa vaga à próxima fase. Esta é a nossa melhor motivação. Estamos bem na temporada. Estamos criando boas oportunidades mas as vezes a bola teima em não entrar. Esperamos que o resultado em Glasgow seja diferente do que aconteceu em Barcelona no último sábado (19)", ressaltou.

O brasileiro completou falando sobre a importância do retorno de peças importantes que fazer parte do Trio MSN"Vi que Messi já está muito melhor. Não acredito que temos uma dependência de Messi. Obviamente que é ruim não ter o melhor jogador do mundo em campo. Mas a equipe está preparada para lidar com sua ausência. Temos o melhor trio do mundo e é importante tê-lo completo. É um incentivo maior para a partida enfrentar as dificuldades de uma partida", finalizou.

(Foto: Ian McNicol/ Getty Images)
(Foto: Ian MacNicol/ Getty Images)