Visando dar ritmo de jogo, Milan empresta zagueiro brasileiro Rodrigo Ely ao Alavés

Sem oportunidade no Milan, zagueiro de 23 anos se transfere ao futebol espanhol buscando ter minutos

Visando dar ritmo de jogo, Milan empresta zagueiro brasileiro Rodrigo Ely ao Alavés
Foto: Divulgação/Deportivo Alavés

Faltando poucas horas para o fechamento da janela de inverno na Europa, que se encerra nesta terça-feira (31), o brasileiro Rodrigo Ely acertou sua ida para o Deportivo Alavés. O zagueiro não teve oportunidades desde que o técnico Vincenzo Montella assumiu o Milan e busca minutos em campo para não perder espaço. Apesar disso, a diretoria da equipe Rossonera ainda tem planos futuros para o jogador e negociou apenas um contrato por empréstimo.

Alavés e Crotone haviam demonstrado interesse no jovem zagueiro, de apenas 23 anos, mas o destino será mesmo a Espanha. O clube espanhol, que chegou à semifinal da Copa do Rei, faz campanha razoável no Campeonato Espanhol e busca se reforçar para se manter na primeira divisão. Com a saída do sérvio Aleksandar Pantic, que possui vínculo com o Villarreal e estava emprestado à equipe do País Basco, o técnico Maurício Pellegrino precisa recompor o setor defensivo.

Mesmo com a possibilidade de permanecer na Série A italiana, o bom futebol apresentado pela equipe basca e a possibilidade de ser titular chamaram a atenção do jogador, que será anunciado em breve. Rodrigo terá a companhia de outro brasileiro, Deyverson, atacante de 25 anos, titular do time. A duração do empréstimo será de 6 meses, até o fim da atual temporada.

Rodrigo, nascido em Lajeado, no Rio Grande do Sul, foi revelado pelo Grêmio e possui dupla nacionalidade - brasileira e italiana - chegou ao Milan em Janeiro de 2012, passou 3 temporada emprestado, retornando em 2015 e desde então disputou apenas quatro partidas. Com a titularidade de Romagnoli e Paletta, contanto ainda com o experiente Zapata no banco de reservas, Rodrigo se viu distante de uma oportunidade na equipe treinada por Montella. Jovem promissor, foi titular das seleções de base da Itália sub-19 e sub-20 e também da seleção brasileira sub-23, foi cotato, inclusive, para disputar as Olimpíadas 2016, no Brasil.