Paulinho admite desejo de jogar no Barcelona: “Espero que clube chegue a um acordo”

Especulado no Barça, o volante da Seleção Brasileira revelou interesse em jogar no futebol espanhol e afirmou que o dinheiro não é um problema

Paulinho admite desejo de jogar no Barcelona: “Espero que clube chegue a um acordo”
(Foto: Power Sport Images/Getty Images)

Cobiçado pelo clube catalão, o volante Paulinho revelou o desejo de jogar no Barcelona. Na entrevista que concedeu para a Fox Sports da Ásia, o meia falou do seu interesse de ser vendido e jogar na Espanha e afirmou que faria isso de qualquer maneira, até se precisasse diminuir o seu salário e receber menos do que ganha no futebol Chinês, jogando pelo Guangzhou Evergrande.

Para Paulinho o principal fator na transferência não seria o dinheiro e ele não se importaria de receber um salário inferior ao atual na China. Afinal, o volante já teria passado por situação semelhante quando ainda jogava no Corinthians.

“O dinheiro não é um problema para mim. Em 2011, quando jogava no Corinthians, rechacei uma oferta da Rússia em que me ofereciam dez vezes mais do que ganhava no Brasil. Não vim para a China pelo dinheiro, então se o Barcelona me oferecer um salário mais baixo do que tenho agora, aceitarei da mesma forma”, afirmou Paulinho.

Apesar do interesse de Paulinho na oferta do Barcelona, o clube Chinês tem rejeitado a oferta dos Culés. Na semana passada, o Guangzhou Evergrande, comandado por Luis Felipe Scolari, declarou uma nota agradecendo o interesse do Barça, mas deixando claro que o volante não está à disposição no mercado.

Finalizando a entrevista pela Fox Sports da Ásia, Paulinho garantiu mais ainda o desejo de que o Guangzhou Evergrande chegue a um acordo com o Barcelona.

“O fato do Guangzhou não ter respondido o Barça me surpreende. No entanto, ainda não conversei com o presidente, mas espero que o clube seja capaz de chegar a um acordo com os Blaugrana”, disse o meia da Seleção.

O volante ainda ressaltou a oportunidade de jogar com alguns dos melhores jogadores do mundo: “Terei a possibilidade de jogar a Champions com grandes estrelas”, disse. Mesmo com a resistência dos chineses para liberarem Paulinho, o jogador continua pressionando a diretoria do clube para conseguir jogar no Barcelona.