Em nota, Cristiano Ronaldo nega tentativa de fraude fiscal

Craque do Real Madrid compareceu ao tribunal nesta segunda-feira, mas evitou falar com a imprensa; suas palavras, no entanto, foram divulgados via nota oficial

Em nota, Cristiano Ronaldo nega tentativa de fraude fiscal
(Foto: Robbie Jay Barratt/Getty Images Sport)

O astro português Cristiano Ronaldo compareceu ao tribunal de Pozuelo de Alarcón nesta segunda-feira para prestar depoimento sob alegação de fraude fiscal. Após a declaração, o jogador não quis falar com os repórteres presentes no local, no entanto, divulgou uma nota oficial com algumas declarações dadas em caráter oficial no tribunal.

Já no início do comunicado, Ronaldo faz questão de assegurar sua inocência: "A Fazenda Espanhola conhece com detalhe todas as minhas receitas pois entregamos; jamais ocultamos nada, nem tivemos a intenção de evadir impostos. Sempre faço minhas declarações de impostos de maneira voluntária, pois penso que todos temos que declarar e pagar impostos de acordo com as nossas receitas. Quem me conhece sabe que peço aos meus assessores que mantenham tudo em dia, porque não quero ter problemas" - afirmou.

Um dos principais pontos presentes no comunicado divulgado pelo staff do jogador é a explicação, dada pelo mesmo, do sistema utilizado para receber seus direitos de imagem. Segundo o camisa sete, tal ferramenta era comum na Inglaterra e foi incorporada ao seu "sistema econômico" ainda no início de sua carreira internacional, no Manchester United.

Ronaldo não quis falar com a imprensa (Foto: Oscar Del Pozo/AFP)

"Quando fechei com o Real Madrid, não criei uma estrutura especial para gerir meus direitos de imagem, apenas mantive o que já fazia quando estava na Inglaterra. Os advogados que me recomendaram no Manchester United a criaram em 2004, muito antes de pensar em vir à Espanha. A estrutura foi a que era usual na Inglaterra, foi comprovada pela Fazenda Inglesa e ratificada já que era legal e legítima" - declarou.

Outro ponto presente no documento fala sobre a manutenção do sistema de Ronaldo, tendo apenas duas mudanças: a empresa, que era inglesa, agora é espanhola e os direitos de imagem são cobrados pessoalmente. Segundo o ofício, nenhuma dessas mudanças foram feitas com o intuito de burlar o fisco espanhol, pelo contrário, trouxeram mais transparência ao ato.

Apesar dos problemas gerados pela denúncia, Ronaldo demonstrou estar tranquilo e querendo colaborar com a justiça. Segundo o documento, o jogador é uma das pessoas que mais pagam impostos em toda a Espanha.


Share on Facebook