Real Madrid bate estrelas da MLS nos pênaltis em último amistoso de pré-temporada

Merengues sofrem, vencem apenas nas penalidades máximas e encerram pré-temporada com vitória em terras norte-americanas

Real Madrid bate estrelas da MLS nos pênaltis em último amistoso de pré-temporada
Foto: Jonathan Daniel/Getty Images
MLS All-Star (2)
1 1
(4) Real Madrid
MLS All-Star (2): Howard (Frei, intervalo); Zusi (Grana, intervalo), Kapplehof (Hedges, intervalo), Van Damme (Parkhurst, intervalo) e Garza (Beasley, Min. 7 | Acosta, intervalo); Bradley (Valeri, intervalo), Schweinsteiger (McCarty, intervalo) e Kaká (Almirón, intervalo); Giovinco (Nikolic, intervalo), Altidore (Piatti, Min. 31 | Giovani dos Santos, Min. 62) e Villa (Dwyer, intervalo). técnico: Veljko Paunovic
(4) Real Madrid: Navas (Ruben Yanez, intervalo | Luca Zidane, Min. 72); Achraf (Carvajal, Min. 61), Ramos (Vallejo, intervalo), Nacho (Tejero, Min. 72) e Theo (Kovacic, Min. 61); Llorente (Casemiro, Min. 61), Kroos (Ceballos, intervalo) e Isco (Marcelo, Min. 61); Lucas Vázquez (Oscar Rodriguez, Min. 72), Mayoral (Benzema, Min. 61) e Asensio (Bale, Min. 61). técnico: Zinedine Zidane
Placar: 0-1, Mayoral, Min. 59; 1-1, Dwyer, Min. 87
ÁRBITRO: Allen Chapman (EUA)
INCIDENCIAS: partida amistosa realizada no estádio Soldier Field, em Chicago, EUA

Nesta quarta-feira (2), o Real Madrid finalizou sua pré-temporada visando a temporada 2017/18 com uma vitória, mesmo que sofrida. No Soldier Field, em Chicago, os merengues encararam as estrelas da MLS no All-Star Game e venceram nos pênaltis por 4 a 2 após um 1 a 1 no tempo normal. Borja Mayoral marcou para os espanhóis, enquanto Dwyer fez o gol dos donos da festa.

Fim de pré-temporada para o Real Madrid. Agora o foco são as supercopas. Na próxima terça-feira (8), os merengues vão até a Macedônia encarar o Manchester United, campeão da Uefa Europa League, pela Supercopa da Uefa, no jogo que abre, de forma oficial, a temporada 2017/18 para os atuais bicampeões da Uefa Champions League.

Merengues dominam, mas perdem várias chances e placar fica zerado

Por ter uma equipe bem melhor tecnicamente, o Real Madrid tomou conta das ações do jogo desde o seu início, chegando muito bem e com velocidade. Por outro lado, o combinado da MLS buscava muito a individualidade de seus principais jogadores, como Giovinco, David Villa e Kaká, mas sem sucesso pela ótima marcação exercida pela equipe merengue.

Mesmo assim, a primeira boa chance da partida só aconteceu com 20 minutos jogados, só que foi a primeira de muitas em sequência, quando Lucas Vázquez recebeu na entrada da área, arriscou e a bola passou perto da trave de Tim Howard. Um minuto depois, Asensio recebeu na área e finalizou cruzado para boa defesa de Howard.

Os merengues seguiram criando bastante, principalmente em chutes da entrada da área, porém pecava bastante nas finalizações. E quase que o Madrid pagou o pato desses erros, quando Kaká recebeu no meio, passou de Llorente, cruzou para David Villa, que dominou quase na pequena área e finalizou para uma grande defesa de Keylor Navas. Ainda deu tempo de Sergio Ramos se aventurar no ataque, tentar de cobertura, mas mandar para fora na última chance da primeira etapa.

Real Madrid sai na frente, mas toma gol no fim e decisão fica para os pênaltis

A superioridade merengue continuou na segunda etapa, tanto que os espanhóis chegaram ao gol logo cedo, quando Ceballos recebeu no meio, deu ótimo passe para Borja Mayoral, que dominou, finalizou na saída do goleiro, a bola desviou, mas entrou: 1 a 0 Real Madrid. Após tanto insistir, os visitantes conseguiram, finalmente, marcar.

Com as modificações e o placar inaugurado, a partida ficou mais rápida e interessante, com os dois times chegando bem à frente. Os merengues quase ampliaram com Bale, que foi acionado pela esquerda, invadiu a área, finalizou cruzado e a bola foi no pé da trave. Minutos depois, quase os donos da casa marcaram, quando Giovani Dos Santos lançou, Dwyer escorou e Nikolic finalizou cruzado, na rede pelo lado de fora.

Só que depois de um momento onde a partida ficou morna e parecia se encaminhar para a vitória merengue, o combinado de estrelas da MLS chegou ao gol de empate, quando Valeri cobrou escanteio, McCarty cabeceou na trave e ela sobrou para Dwyer, que chegou antes de Luca Zidane na bola e marcou: 1 a 1. Decisão ficou para as penalidades.

Merengues levam a melhor nos pênaltis e vencem

Com várias de suas estrelas em campo, os merengues foram com "força total" para os pênaltis, e a experiência de seus jogadores valeram a pena. O Real Madrid converteu todas as suas cobranças com Benzema, Bale, Kovacic e Marcelo, enquanto as estrelas da MLS perderam as duas primeiras com Dwyer e Giovani dos Santos, sendo, assim, derrotados por 4 a 2.

Espanha