Real Madrid vence United e garante bicampeonato da Supercopa da Uefa

Espanhóis são melhores e levam terceiro título da competição nos últimos quatro anos

Real Madrid vence United e garante bicampeonato da Supercopa da Uefa
Foto: Chris Brunskill/Getty Images
Real Madrid
2 1
Manchester United
Real Madrid: Navas; Carvajal, Varane, Ramos e Marcelo; Casemiro, Kroos e Modric; Isco (Asensio, Min. 74), Benzema (Ronaldo, Min. 83) e Bale (Lucas Vázquez, Min. 74). técnico: Zinedine Zidane
Manchester United: De Gea; Valencia, Lindelof, Smalling e Darmian; Matic e Herrera (Fellaini, Min. 56); Mkhitaryan, Pogba e Lingard (Rashford, intervalo); Lukaku. técnico: Jose Mourinho
Placar: 1-0, Casemiro, Min. 24; 2-0, Isco, Min. 52; 2-1, Lukaku, Min. 62
ÁRBITRO: Gianluca Rocchi (ITA); cartões amarelos: Lingard (Min. 42), Carvajal (Min. 84), Ramos (Min. 86), Rashford (Min. 90+4)
INCIDENCIAS: partida válida pela decisão da Supercopa da Uefa, realizada na Philip II Arena, em Skopje, Macedônia

A nova temporada começou da mesma forma que a última: com título. Nesta terça-feira (8), Real Madrid Manchester United duelaram pela decisão da Supercopa da Uefa, realizada em Skopje, na Macedônia. Com gols de Casemiro Isco, merengues venceram por 2 a 1 e conquistaram o bicampeonato, sendo o terceiro nos últimos quatro anos. Lukaku fez o único gol dos Red Devils.

As duas equipes retornam aos gramados no próximo domingo (13). O Real Madrid fará o primeiro jogo da decisão da Supercopa da Espanha, quando visita o arquirrival Barcelona, às 17h. Mais cedo, às 12h, o United faz sua estreia na Premier League 2017/18, quando recebe o West Ham.

Casemiro deixa o Madrid na frente em primeiro tempo praticamente impecável

Desde os primeiros minutos o Real Madrid era melhor na Macedônia, com muito mais volume de jogo e passando mais tempo com a bola, enquanto o United tentava roubar rapidamente a bola para sair nos contra-ataques, só que sem sucesso.

A primeira chance do jogo foram dos merengues, quando Toni Kroos cobrou escanteio da esquerda e Casemiro cabeceou no travessão. Poucos instantes depois, quase que o brasileiro marcou mais uma vez, quando Carvajal tentou jogada pela direita, Darmian afastou mal e o volante merengue arriscou de fora da área, mas por cima do gol.

Só que após tanto tentar e martelar, o camisa 14 foi recompensado. Aos 24', Carvajal apareceu na intermediária, dominou, levantou a cabeça e deu grande lançamento na área para Casemiro, que, na segunda trave, se jogou para finalizar de primeira, no canto de De Gea, abrindo o placar em Skopje: 1 a 0 Real Madrid. Grande início de jogo do brasileiro.

Casemiro comemorando seu gol | Foto: Nick Potts/Getty Images
Casemiro comemorando seu gol | Foto: Nick Potts/Getty Images

Mesmo após o gol, o United seguiu sem conseguir chegar com muito perigo, enquanto o Real Madrid seguia melhor e chegando com mais volume, tanto que quase os merengues ampliaram, quando Modric desceu pela direita, a zaga afastou mal e Benzema finalizou rasteiro, mas De Gea fez boa intervenção. No final do primeiro tempo, a primeira chance dos vermelhos, quando Pogba cruzou e Lukaku cabeceou, mas Navas fez defesa segura, em lance que encerrou a primeira etapa.

Isco amplia, Lukaku diminui, mas merengues seguram pressão e garantem título

O segundo tempo começou da mesma forma, com os merengues melhores na partida, tanto que os atuais bicampeões da Europa ampliaram a vantagem logo cedo, quando Isco recebeu na área, tabelou com Bale, saiu cara a cara com De Gea e tirou bonito do arqueiro espanhol: 2 a 0 Real Madrid. Jogo cirúrgico e excelente dos merengues na Macedônia.

Logo após o gol, quase que o United conseguiu diminuir em duas oportunidades. Na primeira chance, após cruzamento, Pogba cabeceou completamente livre e Navas fez a defesa, mas a bola sobrou para Lukaku, que, completamente livre, mandou por cima do gol, perdendo uma grande chance. Poucos minutos depois, quase que os merengues fizeram o terceiro, quando Bale recebeu na área e mandou no travessão de De Gea.

Foto: Chris Brunskill/Getty Images
Foto: Chris Brunskill/Getty Images

Só que o que parecia uma partida até, de certo modo, perdida para os ingleses, ficou interessante novamente, quando, após troca de passes, Matic recebeu na entrada da área, soltou uma bomba, Navas espalmou e a bola sobrou mais uma vez para Lukaku, que dessa vez não perdoou: 2 a 1. O jogo ficou muito bom na segunda etapa.

A partida ficou bem quente e emocionante após os ingleses diminuirem, já que o United tentava e pressionava em busca do empate, e teve uma grande chance com Rashford, que recebeu ótimo passe de Mkhitaryan, saiu cara a cara com Navas, finalizou, mas o costarriquenho fez grande defesa, que garantiu o bicampeonato merengue da competição.