Messi quebra tabu sobre Buffon, Barça bate Juventus e estreia bem na Champions

Com dois gols, argentino superou o goleiro pela primeira vez e comandou a vitória dos culés no Camp Nou

Messi quebra tabu sobre Buffon, Barça bate Juventus e estreia bem na Champions
Barcelona contou com grande atuação de Messi para derrotar a Juventus (Foto: Alex Caparros/Getty Images)
Barcelona
3 0
Juventus
Barcelona: Ter Stegen; Semedo, Pique, Umtiti, Jordi Alba; Dembélé (Sergio Roberto, min. 70), Rakitic (Paulinho, min. 77), Busquets, Iniesta (André Gomes, min. 83); Messi, Suárez. Técnico: Ernesto Valverde.
Juventus: Buffon; De Sciglio (Sturaro, min. 41), Barzagli, Benatia, Alex Silva; Bentancur (Bernardeschi, min. 63), Pjanic, Matuidi; Dybala, Higuaín (Caligara, min. 87), Douglas Costa. Técnico: Massimiliano Allegri.
Placar: 1-0, min. 45, Messi. 2-0, min. 56, Rakitic. 3-0, min. 69, Messi.
ÁRBITRO: Damir Skomina (Sérvia). Cartões amarelos: (Bentancur, min. 25), Semedo (min. 35), Messi (min. 54), Barzagli (min. 60), Pjanic (min. 75), Caligara (min. 89).
INCIDENCIAS: Partida válida pela primeira rodada do Grupo D da Uefa Champions League, realizada no Camp Nou, em Barcelona, Espanha.

Tabus são feitos para serem quebrados. E nesta terça-feira (12), Lionel Messi colocou fim a mais um. Pela primeira vez na carreira, o craque argentino vazou o icônico goleiro Gianluigi Buffon. De quebra, comandou a vitória do Barcelona, por 3 a 0, sobre a Juventus, no Camp Nou, pela estreia na fase de grupos da Uefa Champions League. Messi marcou duas vezes, e Ivan Rakitic completou o placar.

Com o resultado, o Barça liderança o Grupo D junto com o Sporting, que derrotou o Olympiacos, na Grécia, por 3 a 2. Espanhóis e portugueses têm três pontos, enquanto gregos e italianos estão zerados.

Agora, ambos os clubes fazem uma pausa de duas semanas antes da segunda rodada da Champions. No dia 27 de setembro, o Barcelona visitará o Sporting, em Lisboa, ao passo que a Juventus receberá o Olympiacos, em Turim. Os dois jogos estão marcados para as 15h45.

Nos campeonatos nacionais, o Barça medirá forças com o Getafe, no sábado (16), às 11h15, em Madri, pela quinta rodada da La Liga. Já a Juve jogará um dia depois, às 7h30, contra o Sassuolo, na Emilia Romagna, valendo pela quarta rodada da Serie A.

Barça marca nos últimos minutos

Messi comemora seu primeiro gol contra Buffon (Foto: Manuel Queimadelos Alonso/Getty Images)
Messi comemora seu primeiro gol contra Buffon (Foto: Manuel Queimadelos Alonso/Getty Images)

Algoz do Barcelona na última edição da Champions League – derrotou os culés nas quartas de final –, a Juve foi melhor durante os 15 minutos iniciais de jogo no Camp Nou. Os chutes de fora da área eram uma das armas dos italianos. Não por acaso De Sciglio e Pjanic colocaram o goleiro Ter Stegen para suar a camisa, em arremates da intermediária dos catalães.

Depois do bom momento da Vecchia Signora, o Barcelona equilibrou as ações e quase abriu o placar. O problema, no entanto, é que havia uma intervenção precisa do experiente Buffon no forte chute de Suárez. Quando tinha a posse da bola, a equipe blaugrana adiantava tanto suas linhas que chegava a colocar todos os jogadores linha no campo de ataque.

A Juve também utilizava da mesma tática dos donos da casa. Os bianconeri não deixavam o Barça fazer uma saída de bola limpa, de modo que o goleiro Ter Stegen teve afastar a bola da defesa no chutão algumas vezes.

Mas, quando o jogo caminhava ao intervalo sem gols, eis que Messi descola uma boa jogada para pôr o Barcelona em vantagem. O camisa 10 tabelou com Suárez e bateu no canto esquerdo de Buffon. Foi o primeiro gol do craque argentino, de 30 anos, em cima do veterano arqueiro da Juve, de 39.

Juve desnorteada, Barça letal

Barça domina o segundo tempo e larga bem no Grupo D (Foto: Alex Caparros/Getty Images)
Barça domina o segundo tempo e larga bem no Grupo D (Foto: Alex Caparros/Getty Images)

O segundo tempo começou animado. Nos primeiros minutos, Alex Sandro se mandou pela esquerda, cruzou rasteio, Dybala ficou com a bola e finalizou por cima da meta culé. A resposta do Barça veio logo depois: Jordi Alba passou para Messi, e o capitão do time finalizou na trave.

Aos 56 minutos, a Juventus errou a saída de bola, e o time de Ernesto Valverde não perdoou. Messi acelerou em direção à área, tocou para dentro da pequena área, Sturaro afastou mal, e Rakitic, vindo de trás, estufou as redes italianas. O Barcelona não diminuiu o ritmo e continuou em cima dos visitantes. Messi, em cobrança de falta, exigiu boa defesa de Buffon.

Massimiliano Allegri, técnico da Vecchia Signora, mudou a atitude de sua equipe após tomar o segundo gol. Assim, ele tirou o meio-campista Bentancur e colocou em campo o habilidoso Bernardeschi. Logo em seu primeiro lance, o jovem italiano arriscou um chute de fora da área, sem direção.

Mas de nada adiantou a modificação de Allegri. O dia (noite, na Europa) era do Barça, mais precisamente de Messi. Iniesta arrancou do campo defensivo com a bola dominada e passou para Messi, o argentino limpou a jogada e arrematou forte, deslocando Buffon.

Os espanhóis chegaram a marcar o quarto gol, com Suárez aproveitando a falha de Buffon, mas Jordi Alba estava impedindo, e o tento foi anulado. A Juve, por sua vez, queria o gol de honra. Dybala, de fora da área, quase furou o bloqueio chamado Ter Stegen. No lance seguinte, Piqué tirou a cabeçada de Benatia em cima da linha.

O Barcelona controlou o restante do jogo e garantiu os três pontos na abertura da Champions League 2017/18.

O dono do jogo (Foto: Alex Caparros/Getty Images)
Messi, o dono do jogo (Foto: Alex Caparros/Getty Images)