Valencia sofre, mas vence Bilbao em casa e segue com grande campanha no Espanhol

Time basco ameaça empatar, mas donos da casa garantem a vitória e desbancam Atético de Madrid pela terceira posição no campeonato espanhol; leões marcam dois gols no Mestalla, que não via um time visitante balançar as redes há três jogos consecutivos

Valencia sofre, mas vence Bilbao em casa e segue com grande campanha no Espanhol
Foto: Divulgação/La Liga
Valencia
3 2
Athletic Bilbao

Pelo domingo da sétima rodada do campeonato espanhol, o Valencia recebeu o Athletic Bilbao no Estadio Mestalla para imprimir uma vitória por 3 a 2 e desbancar o Atlético de Madrid na terceira posição da La Liga pelo critério de saldo de gols. Apesar de somar apenas duas vitórias nas últimas 30 visitas à casa dos morcegos, o Bilbao forçou um resultado favorável até o final e deu trabalho para os anfitriões garantirem os três pontos. 

Os morcegos vinham de uma vitória por 3 a 2 contra a Real Sociedad, fora de casa, enquanto os leões buscavam se reerguer após derrota no San Mamés contra o Zorya, da Ucrânia, em partida válida pela fase de grupos da Europa League. Após o jogo de hoje, os valencianos enfrentarão o Real Betis no domingo de 15 de outubro, enquanto os bascos receberão o Sevilla, no sábado (14) em casa. 

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Eficácia valenciana estampada no placar do primeiro tempo

A partida começou pendendo a favor do Bilbao, que conseguia criar mais ações e imprimir mais domínio que os donos da casa. Sem conseguir se impor, o Valencia assistia os visitantes crescerem e cozinharem o jogo, com mais iniciativa e criatividade. Chegando à marca dos 22 minutos, os anfitriões começavam a demonstrar vontade de sair da inércia e uma reação passava a tomar forma — ilustrada por boa finalização de José Luis Gayà, defendida pelo goleiro Kepa

O gol, então, não demorou a chegar. Concretizando o despertar valenciano, o italiano Simone Zaza despistou a defesa rojiblanca e fuzilou uma bola centralizada por Gayà para transformar a primeira finalização a gol do Valencia em 1 a 0 no placar, aos 27 minutos. Os donos da casa ainda capitalizaram no bom momento e ampliaram sete minutos depois, da marca do pênalti, com cobrança convertida por Dani Parejo. O Bilbao acertou a trave aos 37, quase diminuindo a vantagem valenciana antes do intervalo, mas permaneceram atrás por dois gols ao fim dos primeiros 45 minutos.  

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Estrela de artilheiro, placar indefinido, e vitória dos anfitriões 

Apostando em sua arma secreta para o segundo tempo, o Bilbao veio a campo com Aritz Aduriz para tentar reverter o resultado. Apesar de minutos iniciais disputados e sem superioridade clara de nenhum dos dois times, a aposta rojiblanca não demorou a se pagar e aos 59 minutos, um golaço de Aduriz chegou para renovar as esperanças do time visitante. (descrever melhor o gol).

Após três jogos consecutivos sem tomar gol em casa, o Valencia via um visitante balançar as redes do Mestalla. Com o placar em 2 a 1, os leões aumentaram o ímpeto e buscavam usar a injeção de ânimo de seu goleador para forçar um empate. Apesar do esforço, o balde de água fria veio no minuto 66 para chocar as esperanças rojiblancas, com gol de Rodrigo, que aproveitou saída errada do goleiro Kepa para cabecear e ampliar o placar para os donos da casa, fazendo 3 a 1. 

Mesmo com a maré contra, o Athletic Bilbao seguiu criando e buscando um resultado favorável, mostrando uma vez mais o característico espírito peleador do time basco. Com o Valencia dando abertura e espaço para deixar os visitantes crescerem no jogo, os esforços rojiblancos foram recompensados: aos 77 minutos, Raul Garcia foi deixado sem marcação e finalizou sozinho um cruzamento de cabeça, para encontrar o lado esquerdo do gol sem chances para o goleiro Neto e colocar mais um para os visitantes no placar.

Ambos times tiveram chance de ampliar ou empatar o resultado, mas o 3 a 2 para os morcegos prevaleceu ao final dos 90 minutos.