Presidente do Atlético de Madrid descarta saída de Simeone: "Intocável"

Confiante, o presidente traçou objetivos para o futuro colchonero e falou sobre o comandante argentino

Presidente do Atlético de Madrid descarta saída de Simeone: "Intocável"
Presidente do Atlético de Madrid descarta saída de Simeone: "Intocável"

 O presidente do Atlético de Madrid, Enrique Cerezo, concedeu entrevista ao jornal Marca, no estádio Wanda Metropolitano, e contou um pouco sobre sua expectativa em relação ao futuro dos colchoneros. Durante os 30 anos de clube, ele já passou por muitas decepções, mas acredita que o melhor está por vir. Segundo ele, a nova casa da equipe, e o reconhecimento da Europa são alguns dos motivos essenciais para o sucesso do Atleti daqui para frente.

Cerezo comentou sobre o novo estádio do Atlético de Madrid, o Wanda Metrpolitano: "É o que todos nós queríamos, um grande estádio, importante e consistente com o que é a equipe de hoje, o que tem sido no passado e que será no futuro.Teremos milhares de noites à nossa frente. O Calderón foi um estádio magnífico, tivemos grandes noites, também grandes derrotas, mas no final tudo deve ser valorizado. Este clube conseguiu manter as raízes do velho Metropolitano, o Calderón e o novo com tudo em torno dele: seu nome. As ruas, como a de Luis Aragonés, a caminhada das lendas, com todos os grandes jogadores que tiveram o Atlético."

Ele também foi questionado em relação ao treinador Diego Simeone e respondeu: "Simeone, no Atlético de Madrid, pelos jogadores, dirigentes e torcedores, é intocável. Aqui nem sequer é permitido ter dúvidas sobre o Cholo Simeone".

Cerezo também falou sobre as críticas por parte dos torcedores: "As críticas são sempre boas, mas no futebol são, por vezes, vistas negativamente. Você pode não jogar bem hoje e ser o melhor. É um assunto que a imprensa esportiva deve assumir e assimilar. As contas não podem ser encomendadas até os campeonatos acabarem. O futebol é estranho, pode nos reservar qualquer coisa, quem ganhou as duas finais em que jogamos? A equipe que teve mais sorte."

Perguntado se o atacante Antoine Griezmann permanece intocável, ele disse: "Ele não teve sorte no início da temporada. Teve uma temporada fantástica no ano passado e hoje ainda é considerado como um dos três melhores jogadores do mundo. Ele leva vantagem, pois é mais jovem e tem mais futuro do que os outros dois. Todo mundo tem seus momentos".

"Pode não passar pelo mais importante agora, mas estou convencido de que não vai demorar muito para se tornar o que todos nós queremos: o Griezmann que é. Depois de tudo o que ele mostrou, jogando cinco jogos não tão bem não há nenhuma razão para ter qualquer dúvida ou desconfiança. Contra  o Real Madrid será o Griezmann de sempre: temido por todas as defesas e amado por todos do Atlético.''