Presidido por mulher, Leganés usará uniforme contra violência de gênero diante do Barcelona

Equipe de Madri usará uniforme como forma de homenagem ao dia internacional da Não-violência contra a mulher

Presidido por mulher, Leganés usará uniforme contra violência de gênero diante do Barcelona
Foto: Divulgação/CD Leganés

Tendo como presidente uma mulher, María Victoria Pavón, o Leganés, que estreou na primeira divisão do futebol espanhol na temporada passada, fará uma importante ação no próximo sábado (18), às 13h15 (de Brasília), contra o líder e invicto Barcelona, em casa. Ao invés de ir à campo com seu uniforme principal, o azul e branco, os pepineros vestirão uma camisa roxa, segundo uniforme, com uma mensagem contra a violência de gênero. O uniforme terá a hashtag #NoALaViolenciaDeGénero.

Esta ação será em forma de homenagem ao dia internacional da Não-violência contra a mulher, que acontecerá no próximo dia 25. Por ser um jogo que atrai muita visibilidade, a equipe madrilenha viu a oportunidade para mostrar ao mundo a importância de combater a violência contra a mulher, sendo, de certo, uma ação de igualdade de gênero.

Foto: Divulgação/Leganés
Foto: Divulgação/CD Leganés

Em comunicado, a equipe falou sobre tal ação que será realizada neste sábado: "Aproveitando esta oportunidade, o Leganés usará em casa e de forma totalmente excepcional o segundo uniforme, aproveitando o alcance dos meios de comunicação e enviando ao mundo uma mensagem de rejeição da violência de gênero. Esta ação será acompanhada por um chute de honra de um menino e uma menina no meio de campo antes do jogo e a divulgação da última campanha destinada aos adolescentes para espalhar a mensagem contra a violência de gênero".