Suárez quebra jejum, marca duas vezes e Barcelona supera Leganés

El Pistolero voltou a marcar com a camisa do Barcelona e ajudou a equipe a somar mais três pontos e assegurar a boa vantagem na liderança do Campeonato Espanhol

Suárez quebra jejum, marca duas vezes e Barcelona supera Leganés
(Foto: Eric Verhoeven/Soccrates/Getty Images)
Leganés
0 3
Barcelona
Leganés: Cuéllar; Zaldúa, Muñoz, Siovas (Raul Garcia, min. 79), Diego Rico; Pérez, Gabriel Pires; El Zhar, Eraso (Beauvue, min. 46), Szymanowski (Gumbau, min. 66); Amrabat
Barcelona: Ter Stegen; Semedo (Vidal, min. 59), Piqué, Umtiti, Alba; Alcácer (Denis Suarez, min. 82), Rakitic, Busquets, Iniesta (Paulinho, min. 59); Messi e Suárez
Placar: 0-1, min. 28, Suárez. 0-2, min. 60, Suárez. 0-3, min. 90+1, Paulinho.
ÁRBITRO: Árbitro: Alberto Undiano Mallenco | Cartões Amarelos: Piqué (min. 29), Luiz Suárez (min. 53) e Siovas (min. 72)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 12ª rodada da La Liga disputada no Estádio Municipal de Butarquel, em Leganés.

Na tarde deste sábado o líder Barcelona foi até (nome da cidade) enfrentar o Leganés em uma partida truncada e sem muita emoção durante grande parte dos 90 minutos. Suárez, após cinco jogos sem marcar, foi o grande nome do confronto e balançou as redes duas vezes para garantir os três pontos para o Barça. O brasileiro Paulinho também marcou, dando números finais ao confronto. 

Com a vitória o Barcelona chega aos 34 pontos e se isola ainda mais na liderança da La Liga e chega bem para enfrentar o Valencia, segundo colocado, na próxima rodada do campeonato. Já o Leganés segue no meio da tabela e enfrentará o Celta de Vigo.

Suárez salva primeiro tempo sonolento

O primeiro tempo no estádio Municipal de Butarque não foi dos melhores. O início da partida foi, como de praxe, de muito estudo e respeito entre as equipes. Os donos da casa apostaram em saídas em contra-ataque enquanto o Barcelona tentava trocar passes, sem sucesso.

Quem assistiu o primeiro tempo da partida viu o Leganés ser superior em grande parte do tempo, principalmente no setor defensivo que não deu chances para as jogadas produzidas principalmente por Nélson Semedo, pela direita de ataque do clube catalão.

A primeira grande oportunidade do jogo veio justamente no gol do Barcelona. Alcácer se deslocou pela direita de ataque e cruzou para o meio da área, o goleiro Cuéllar se atrapalhou com a bola e deixou a pelota livre para Suárez finalizar e balançar as redes.

Getty Images Sport/ Denis Doyle

Depois do gol nada de muito perigo foi criado, apesar das descidas constantes do Leganés ao ataque que geraram uma certa tensão no torcedor culé. 

Barcelona se solta e Suárez volta a marcar

O segundo tempo de partida iniciou nos mesmos moldes do primeiro. Muito estudo, pouca ação. Mas, precisando se lançar mais ao ataque para buscar o empate, o Leganés acabou por dar mais espaço ao Barcelona que soube aproveitar as oportunidades para liquidar a fatura.

Assm como no primeiro tempo a grande oportunidade veio por volta dos 25 minutos e novamente com Paco Alcácer que finalizou após receber belo passe de Messi. Cuéllar defendeu desta vez, mas não conseguir pegar o rebote de Suárez que balançou as redes novamente, ampliando para o Barcelona e quebrando com estilo o seu jejum de cinco jogos sem marcar.

Oscar Del Pozo/Getty Images)

Com a consolidação do resultado, o Barcelona passou a jogar com mais tranquilidade, com mais controle do jogo. O brasileiro Paulinho, que entrou em campo no lugar de Iniesta, ainda teve tempo de deixar sua marca na partida.

Após confusão na área do Leganés a bola sobrou para o brasileiro que só teve o trabalho de empurrar para as redes e dar números finais ao confronto. Paulinho segue sendo uma das principais surpresas do Barça na temporada entrando muito bem nas partidas.