Pretendido pelo Real Madrid, Kepa pega pênalti e ajuda Bilbao no empate com Villarreal

Goleiro pegou pênalti quando o jogo ainda estava 0 a 0, mas não conseguiu evitar mais um tropeço em casa do time basco

Pretendido pelo Real Madrid, Kepa pega pênalti e ajuda Bilbao no empate com Villarreal
Foto: NurPhoto/Getty Images
Athletic Bilbao
1 1
Villarreal

Neste domingo (19), o Athletic Bilbao recebeu o Villarreal no Estádio San Mamés pela 12ª rodada do Campeonato Espanhol e mais uma vez tropeçou diante da sua torcida. Com gol de Trigueros, o Submarino Amarelo saiu na frente, mas Aduriz marcou na segunda etapa pra garantir o empate.

Os bascos chegaram a 12 pontos e estão na 15ª posição e já se preocupam com a zona de rebaixamento, por outro lado o Villarreal se mantém na zona de classificação para as competições europeias, com 21 pontos na sexta posição. As equipes voltam a campo na próxima quinta-feira (23) pela Uefa Europa League. O Bilbao recebe o Hertha Berlin enquanto o Villarreal vai até o Cazaquistão enfrentar o Astana.

O jogo começou bastante pegado, com algumas faltas mais duras, mas eram os donos da casa que pressionavam através dos cruzamentos. Em um deles, Aduriz chegou muito perto de marcar com uma cabeçada que passou muito perto da trave esquerda do goleiro Barbosa.

Mas aos 18 minutos um pênalti pro Villarreal jogou um balde de água fria na pressão rojiblanca. Kepa Arrizabalaga, jovem goleiro pretendido pelo Real Madrid, defendeu a cobrança de Trigueros e ajudou a manter o time empolgado.

Kepa pega pênalti de Trigueros | Foto:Divulgação/La Liga
Kepa pega pênalti de Trigueros | Foto:Divulgação/La Liga

Mas a alegria durou pouco, oito minutos depois Mario Gaspar cruzou rasteiro da direita e o próprio Trigueros se redimiu e bateu colocado no canto, abrindo o placar. Apesar de voltarem a pressionar depois do gol, foram os visitantes que quase marcaram novamente, dessa vez em chute de Carlos Bacca que Kepa mais uma vez apareceu bem pra espalmar.

Na volta para o segundo tempo o Athletic continuou forçando no campo de ataque e quase marcou aos 48' com Córdoba, que aproveitou bola rebatida e chutou forte, a bola passou muito perto do travessão mas foi pra fora. Os cruzamentos eram a principal arma dos bascos, que se mantinham no campo de ataque buscando o gol.

Susaeta e Núñez quase marcaram, mas foi Aduriz aos 76' que igualou o marcador. O centroavante aproveitou ótimo cruzamento de Balenziaga e, colocando em prática sua principal característica, cabeceou forte no contrapé do goleiro Barbosa, empatando a partida. Mas apesar da pressão final, o jogo terminou mesmo com o 1 a 1.