Marcelino García Toral é suspenso por expulsão e não comandará Valencia contra Barcelona

Técnico ché foi expulso na partida contra o Espanyol e pegou uma suspensão de duas partidas

Marcelino García Toral é suspenso por expulsão e não comandará Valencia contra Barcelona
Marcelino durante o jogo do último domingo, contra o Espanyol

Valencia teve uma péssima notícia confirmada nesta sexta-feira (24). O técnico Marcelino García Toral, um dos grandes responsáveis pela temporada excelente dos morcegos até aqui, foi suspenso por duas partidas e não estará à frente dos seus comandados diante do líder Barcelona, no próximo domingo (26), às 17h45 (de Brasília).

A suspensão de Marcelino aconteceu por conta da expulsão no jogo do último domingo (19), na vitória sobre o Espanyol, quando o treinador protestou contra o árbitro Alejandro Hernández Hernández e acabou sendo excluído da partida. O clube ché apelou contra a decisão, mas o pedido foi negado. O comitê de competições da Espanha emitiu um comunicado sobre o caso

"Tendo avaliado as alegações visuais e escritas apresentadas pelo Valencia CF, consideramos que o que foi escrito no relatório do jogo pelo árbitro é compatível com o que aconteceu. Portanto, as alegações foram rejeitadas e confirmamos a suspensão de duas partidas a Marcelino Garcia Toral e multa a ele de € 600, enquanto o clube é multado em € 700".

Com a suspensão a Marcelino, que virá o jogo das tribunas de honra do Mestalla, seu assistente, Juan Rubén Uría Corral, ficará responsável em comandar a equipe contra o líder do campeonato. Além desta partida, García Toral também não comandará a equipe no jogo posterior a este, contra o Getafe, no início de dezembro.