Marcelo é denunciado por delito fiscal e terá que pagar cerca de  € 500 mil à receita espanhola

Lateral da seleção brasileira e do Real Madrid reconheceu infração fiscal cometida entre 2011 e 2013

Marcelo é denunciado por delito fiscal e terá que pagar cerca de  € 500 mil à receita espanhola
Foto: Daniel Nieto/VAVEL.com

Lateral-esquerdo do Real Madrid e da seleção brasileira, Marcelo reconheceu, nesta terça-feira (28), ter cometido uma infração fiscal por defraudar o Tesouro Espanhol em cerca de € 500 mil no Imposto de Renda Pessoal (IRPF) no ano de 2013, comprometendo-se a pagar esse valor a receita federal espanhola.

Marcelo apareceu nesta terça ao tribunal localizado em Alcobendas, região metropolitana de Madrid, conforme apurado pela agência de notícias EFE. A reabertura do caso envolvendo o atleta se deve ao fato de o jogador ter regularizado em 2015 esses € 500 mil através do imposto de sociedades, porém isso deveria ter sido feito através do IRPF, ou seja, que o brasileiro deveria tributar essa quantia como pessoa física e não jurídica.

O Ministério Público acusou o jogador de futebol brasileiro de criar uma estrutura corporativa para esconder os rendimentos recebidos pela exploração de seus direitos de imagem. Com o objetivo de obter  "um benefício fiscal ilícito", escondendo em declarações do IR dos anos de 2011, 2012 e 2013, os valores cobrados por esses direitos de imagem.

O caso de Marcelo é só mais envolvendo jogadores e a Receita Federal Espanhola. O caso de Marcelo se assemelha com o do seu companheiro de time, Cristiano Ronaldo, onde o fisco espanhol acusou o jogador português de usar sua sociedade corporativa (pessoa jurídica) com o objetivo de se beneficiar e camuflar as receitas em direitos de imagem, o que é um crime em território espanhol, assim como fez o ex-treinador do Real Madrid, atualmente no Manchester United, o português José Mourinho.

Após vitória diante do Málaga, no último final de semana pela La Liga, a equipe madrilenha terá um compromisso pela segunda fase da Copa do Rei diante do CF Fuenlabrada, da Segunda División B, equivalente a terceira da pirâmide do futebol espanhol. No jogo de ida, vitória do Real Madrid por 2 a 0.