Dérbi insano de oito gols: Bétis derrota Sevilla fora de casa

Em um jogo completamente maluco, parte verde de Sevilha comemora vitória sobre rival

Dérbi insano de oito gols: Bétis derrota Sevilla fora de casa
Foto: Cristina Quicler/Getty Images
Sevilla
3 5
Real Bétis

Um jogo sensacional fechou a rodada deste sábado (6) pelo Campeonato Espanhol 2017/18. Em uma partida insana do início ao fim, o Real Bétis venceu o dérbi contra o Sevilla, fora de casa, por 5 a 3. FabiánFeddalDurmisiSergio León Tello marcaram para os visitantes, enquanto Ben YedderKjaer Lenglet fizeram para os donos da casa.

Com este resultado, o Bétis subiu para a oitava colocação com 24 pontos, enquanto o Sevilla permanece quinto com 29 pontos, mas podendo ser ultrapassado pelo Villarreal.

O Sevilla já retorna a campo na próxima quinta-feira (11), quando recebe o Cádiz no jogo de volta das oitavas de finais da Copa do Rei. Pela Liga, a equipe de Vincenzo Montella visita o Alavés no domingo (14), ás 13h15 (de Brasília). O Bétis, por outro lado, joga só na próxima segunda-feira (15), às 18h (de Brasília), quando recebe o Leganés, pela Liga.

Com o Bétis mostrando mais "competitividade" nas últimas temporadas, esperava-se um excelente clássico no Ramon Sanchez Pizjuan, e não foi diferente. Com um minuto de jogo, os visitantes abriram o placar, quando Fabián recebeu no meio, tabelou com Joaquín, avançou pelo meio e finalizou da entrada da área, sem chances para Sergio Rico: 1 a 0 Bétis.

Só que a resposta dos donos da casa não demorou tanto assim. Cerca de dez minutos após a abertura do placar, o artilheiro sevillista apareceu para deixar tudo igual. Após cobrança de falta da esquerda de Escudero, a bola quicou e Ben Yedder conseguiu desviar de primeira para empatar o jogo: 1 a 1.

Após falhar no gol de Yedder, deixando a bola quicar e não acompanhando o frances, o zagueiro Zouhair Feddal se redimiu colocando o Bétis de novo na frente, quando Joaquín, mais uma vez, cobrou falta da direita e o argelino apareceu muito bem para cabecear e marcar: 2 a 1 Bétis.

Feddal marcou um dos gols do triunfo | Foto: Cristina Quicler/Getty Images
Feddal marcou um dos gols do triunfo | Foto: Cristina Quicler/Getty Images

O empate, mais uma vez, do Sevilla veio no final do primeiro tempo, com mais um zagueiro marcando na partida. Após cruzamento da direita de Jesus Navas, Franco Vázquez conseguiu desviar, Adán se precipitou na saída de Kjaer foi mais esperto, cabeceando e deixando tudo igual ao fim de um grande primeiro tempo no Sanchez Pizjuan: 2 a 2.

O segundo tempo prometia muito e foi o que aconteceu. Mais uma vez os visitantes passaram na frente. Após bela troca de passes, Boudebouz recebeu na direita, observou muito bem a passagem do lateral-esquerdo Durmisi, cruzou, o dinamarquês apareceu livre na segunda trave e finalizou de primeira para o gol: 3 a 2 Bétis.

O gol foi um duro golpe no Sevilla dessa vez, pois dois minutos depois, a parte verde de Sevilha comemorou mais uma vez, quando Durmisi roubou bola no campo de defesa, avançou, passou para Tello, que levou pelo meio, deu excelente passe para Sergio León, que saiu cara a cara com Rico e não perdoou: 4 a 2 Bétis.

Só que o jogo era tão maluco no Sanchez Pizjuán, que o Sevilla conseguiu colocar fogo na partida dois minutos depois. Após cobrança de falta de Banega, a bola passou por toda a área, chegou em Nolito na esquerda, que colocou a bola de novo na área e o zagueiro Lenglet subiu bem para cabecear: 4 a 3.

O Sevilla lutou muito em busca do gol de empate na parte final, se lançando muito ao ataque, tanto que no final do jogo o goleiro Sergio Rico foi para área. Porém, após o lance não dar em nada, Tello tratou de matar o jogo no contra-ataque, invadindo a área e finalizando por debaixo de Rico: 5 a 3 Bétis.