Atlético de Madrid bate Eibar com gol solitário de Gameiro e mantém boa fase

Com gol da partida saindo dos pés da dupla de ataque francesa, equipe colchonera vence fora de casa; Eibar perde após cinco jogos sem derrota

Atlético de Madrid bate Eibar com gol solitário de Gameiro e mantém boa fase
Foto: Juan Manuel Serrano Arce/Getty Images
Eibar
0 1
Atlético de Madrid
Eibar: Dmitrovic; Capa, Paulo Oliveira, Ramis, José Ángel; Takashi Inui, Dani García, Jordan (Papa Diop, min. 73), Alejo (Orellana, min. 46); Sergi Enrich, Charles Dias (Kike Garcia, min. 64). Técnico: Jose Luis Mendilibar.
Atlético de Madrid: Oblak; Vrsaljko, Godín, Giménez, Lucas; Koke, Saúl, Partey, Correa (Carrasco, min. 54); Griezmann (Fernando Torres, min. 76), Gameiro (Augusto Fernández, min. 69). Técnico: Diego Simeone.
Placar: 0-1, min. 27, Gameiro.
ÁRBITRO: Mateu Lahoz (ESP). Cartões amarelos: Iván Alejo (min. 10), Iván Ramis (min. 33) e Diego Godín (min. 73)
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 19ª RODADA DO CAMPEONATO ESPANHOL, REALIZADA NO ESTÁDIO MUNICIPAL DE IPURUA, EM EIBAR, PAÍS BASCO, ESPANHA.

A fase dos colchoneros após a chegada de Diego Costa segue boa. Com três vitórias consecutivas, inclusive com dois gols marcados pelo atacante, a equipe carecia de um centroavante do poderio físico e técnico do jogador brasileiro naturalizado espanhol. Apesar de estar suspenso, a vinda do ex-jogador do Chelsea para a equipe de Madrid associa-se com a boa fase da equipe, que venceu mais uma no Campeonato Espanhol 2017/18.

O Atlético de Madrid foi até o País Basco enfrentar o Eibar, no Estádio Municipal de Ipurua, em jogo válido pela 19ª rodada do Campeonato Espanhol. Enfrentando um Eibar com ótimos números, 19 pontos conquistados nos últimos 21 disputados, a equipe colchonera saiu vitoriosa, com gol único de Kevin Gameiro. Destaque para a participação de Antoine Griezmann, dando assistência primordial para o gol de seu compatriota.

O Eibar volta aos gramados no dia 22/01, onde enfrentará o Málaga, em casa, às 17h00. Já o Atlético, volta a campo nesta quarta (17), em jogo válido pela ida das quartas de finais da Copa do Rei, contra o Sevilla, no Estádio Wanda Metropolitano, às 15h00.

Início promissor dos mandantes, mas equipe colchonera é superior

Com um início avassalador da equipe basca nos primeiros dois minutos de jogo, o Eibar indiciava oferecer perigo durante a primeira etapa para os visitantes. Entretanto, o Atlético de Madrid no decorrer da etapa inicial conseguiu envolver o adversário na sua proposta de jogo. Logo nos primeiros minutos, em tabela na intermediária, Griezmann deu belo passe para Correa, que finalizou com perigo à meta de Dmitrovic. 

Mesmo correndo perigo, o Eibar, atuando com as linhas altas, conseguiu anular boas ocasiões do Atlético em um ímpeto na formação da linha de impedimento. Um alento veio quando aos 27 minutos, Griezmann recebeu a bola em condição legal, em mais uma tentativa da defesa do EIbar em formar uma linha de impedimento - desta vez falha -, avançou livre de marcação e tocou para Gameiro, atrás da linha da bola, abrir o marcador.

Faltava a equipe basca criar problemas para o adversário. Mesmo que detentor das ações de posse de bola, o Eibar não convertia em lances de perigo, muito menos acionava o goleiro esloveno Jan Oblak. O primeiro 'incômodo' surgiu em meados dos 30 minutos, alguns minutos após o gol: Sergi Enrich disputou no corpo com a defesa, conseguiu tocar para Charles Días, que cabeceou próximo do gol, em primeiro lance de perigo.

Dupla francesa teve boa participação na partida | Foto: Juan Manuel Serrano Arce/Getty Images
Dupla francesa teve boa participação na partida | Foto: Juan Manuel Serrano Arce/Getty Images

Eibar pressiona, Atlético de Madrid fecha a casinha

Ainda com problemas na criação das jogadas, o Eibar se manteve dono das ações durante a partida. Na segunda etapa, a equipe voltou ainda mais ambiciosa em busca de alterar o placar. O Atlético de Madrid continuou inflamando seu sistema defensivo, prezando pela superioridade numérica e encurtando espaços na intermediária, assim fazendo a manutenção do placar.

Não é atoa que a equipe colchonera é uma das melhores defesas das principais ligas europeias, sendo uma das menos vazadas. Um verdadeiro esquadrão montado por Diego Simeone. Demérito algum da equipe mandante, que dentro de suas limitações, buscou mudar o panorama da partida e pressionava cada vez mais. 

Ainda sem obrigar Oblak fazer intervenções, a primeira veio após escanteio cobrado na área, em cabeceio do zagueiro português Paulo Oliveira, o goleiro esloveno suou a camisa pela primeira vez. Logo após, o Eibar começou a se encontrar no jogo e conseguiu ser ainda mais agudo e incisivo: Diop entrou aos 73'. Alguns minutos depois de entrar na partida, colocou um companheiro na cara do gol - em cruzamento na área e cabeceio de Kike, que passou perto da meta rojiblanca. 

Takashi Inui ainda arriscou de fora da área nos minutos finais, após avançar em diagonal e finalizar com categoria, fazendo com que Jan Oblak faça sua primeira defesa difícil na partida. Apesar das chances protagonizadas nos últimos minutos, nada de mudança no placar: Atlético vence, Eibar perde após boa sequência de invencibilidade.