Barcelona visita Real Sociedad para quebrar ‘maldição’ e manter vantagem na liderança

Desde 2011 o Barça não vence La Real no País Basco pelo Campeonato Espanhol

Barcelona visita Real Sociedad para quebrar ‘maldição’ e manter vantagem na liderança
Arte: VAVEL
Real Sociedad
Barcelona
Real Sociedad: Rulli; Odriozola, Llorente, Navas, Kevin; Illarramendi, Prieto, Zurutuza; Januzak, Oyarzabal, Willian José
Barcelona: Ter Stegen; Sergi Roberto, Piqué, Vermaelen, Jordi Alba; Busquets, Paulinho, Rakitic, Iniesta; Messi, Luís Suárez
ÁRBITRO: González González (ESP).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 19ª rodada do Campeonato Espanhol disputada entre Real Sociedad e Barcelona no estádio Anoeta, em San Sebastián

Neste domingo (14), às 17h45 (de Brasília), o Barcelona enfrenta a Real Sociedad no estádio Anoeta pela 19ª rodada do Campeonato Espanhol tentando mudar o mal retrospecto que tem na casa da Real. Isso porque desde 2011 – ou nove jogos – foi apenas uma vitória catalã no País Basco e em jogo válido pela Copa do Rei.

Na última rodada a Sociedad, enfrentando o Leganés fora de casa, perdeu a sua sétima partida na La Liga, permanecendo com 23 pontos na 13ª posição, um desempenho longe do esperado, principalmente em casa, onde a equipe só venceu três das nove partidas disputadas.

Enquanto isso o Barça vem embalado com quatro vitórias consecutivas, é o único invicto da competição e na última rodada passou com tranquilidade pelo Levante por 3 a 0, chegando a 48 pontos, abrindo nove de vantagem para o vice-líder.

“Não sei o que tem o Anoeta”, diz Rakitic

O meia Ivan Rakitic falou em entrevista sobre o que acontece com tantos resultados adversos do Barça no estádio da Real Sociedad. O croata comentou que “conversou com outros companheiros que estão há mais tempo por lá e que encontrar uma resposta é mais difícil do que parece” e completou: “Acho que desde que cheguei aqui temos este jogo em janeiro. Não sei o motivo, mas temos que dar a volta por cima”.

Outros jogadores do elenco blaugrana também nunca venceram a Real Sociedad em seus domínios pela La Liga antes de chegar ao Barça, como é o caso de Alcácer, Rafinha, Jordi Alba, Aleix Vidal e Deulofeu. Alguns que já estão lá há mais tempo, como Busquets, Piqué, Mascherano também não conhecem o gostinho dessa vitória, somente Messi e Iniesta venceram e já faz mais de 10 anos.

Ivan Rakitic, meia do Barcelona | Foto: fotopress/Getty Images
Ivan Rakitic, meia do Barcelona | Foto: fotopress/Getty Images

“Precisamos ir, fazer nosso jogo e tentar dar a volta nessa sequência. O times deles é muito forte, bem preparado e tem um técnico que nos conhece à perfeição. Mas temos um grande desejo e precisamos vencer este jogo”, finalizou Rakitic.

Erneste Valverde deixou de fora da lista de convocados três jogadores que podem ser transferidos nesta janela de transferência, são eles: Deulodeu, Rafinha e Aleix Vidal. Umtiti e Alcácer, machucados, também não viajaram. Também não será neste jogo que estrearão Philippe Coutinho e Yerry Mina, que foi apresentado neste sábado (13).

Somente o retrospecto joga a favor

Um time bem montado, vindo de uma temporada onde conseguiu vaga para a Europa League, com a tradição e a força de sempre, mas que nesta temporada não vem conquistando os resultados esperados. Vencer o Barça é uma tarefa difícil e, com tantos problemas atualmente, somente o histórico recente pode motivar.

O meia-atacante Mikel Oyarzabal concedeu entrevista e falou sobre o que esperar da partida: “Jogar contra times como o Barça é sempre uma partida especial, pode se perceber pela torcida que se comporta de outra forma, e esperamos que seja assim. Sabemos do potencial e da qualidade deles, mas já conseguimos demonstrar no Anoeta que, se fizermos as coisas bem, podemos encará-los. Vamos com a esperança de fazer um grande jogo e conquistar os três pontos”, destacou.

Entrevista de Eusébio Sacristán | Foto: Divulgação/Real Sociedad
Entrevista de Eusébio Sacristán | Foto: Divulgação/Real Sociedad

Eusébio Sacristán, técnico da equipe basca, sabe que o momento não é bom, mas mantém a confiança para o difícil duelo: “É um período difícil pra gente, estamos focados no trabalho e queremos fazer as coisas funcionarem. Se fizermos bem a nossa parte, teremos chances de vencer”, afirmou.

O comandante não poderá contar com Carlos Martínez e Iñigo Martínez, ambos lesionados. De la Bella, Guridi, Pardo e Bautista ficam de fora por decisão da comissão técnica.

Este será o confronto de número 177 que tem 100 vitórias catalães, 41 empates e 35 vitórias bascas. Porém, no País Basco as coisas são diferentes, foram 85 partidas, 32 vencidas pelos donos da casa e 23 pelos visitantes.