Em goleada categórica, Cristiano e Bale marcam e Real Madrid massacra La Coruña no Bernabéu

Com doblete de Cristiano, Bale e Nacho, equipe merengue vence com autoridade e retorna a zona de classificação da Liga dos Campeões; La Coruña não vence o Real Madrid no Bernabéu pelo espanhol desde 2004

Em goleada categórica, Cristiano e Bale marcam e Real Madrid massacra La Coruña no Bernabéu
Foto: Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images
Real Madrid
7 1
La Corunã
Real Madrid: Navas; Marcelo, Nacho, Varane, Carvajal; Casemiro, Kroos, Modric (Kovacic, min. 76); Cristiano Ronaldo, Mayoral (Benzema, min. 64), Bale (Vázquez, min. 82). Técnico: Zinédine Zidane.
La Corunã: Rubén Martinez; Luisinho, Schär, Esteve, Juanfran; Guilherme, Celso Borges (Emre Çolak, min. 54), Mosquera (Edu, min.48); Adrián López, Andone (Carles Gil, min. 79), Lucas Pérez. Técnico: Christobal Parralo.
Placar: 0-1, min. 23, Adrián López. 1-1, min. 32, Nacho. 2-1, min. 42, Bale. 3-1, min. 58, Bale. 4-1, min. 68, Modric. 5-1, min. 78, Cristiano Ronaldo. 6-1, min. 84, Cristiano Ronaldo. 7-1, min. 88, Nacho.
ÁRBITRO: David Fernandez Borbalan (ESP). Cartões amarelos: Andone (min. 38) e Lucas Pérez (min. 56).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 20ª rodada do Campeonato Espanhol 2017/18, realizada no Estádio Santiago Bernabéu, em Madrid

Visando retornar à zona de classificação para a Liga dos Campeões, o Real Madrid foi a campo neste domingo (21), contra o Deportivo La Coruña, em jogo válido pela 20ª rodada do Campeonato Espanhol 2017/18

Em jogo que marcou a volta do habitual 4-3-3, o técnico Zinédine Zidane resolveu abdicar do esquema usado durante a temporada atual inteira, que vinha sendo muito pragmático e contestado pela torcida.

Vindo de um resultado negativo na competição nacional - a derrota para o Villarreal no último dia 13 - com gol sofrido nos minutos finais, os blancos perderam no confronto direto e foram ultrapassados neste último sábado (20), após o submarino amarelo vencer o Levante. Pela Copa do Rei, a equipe merengue havia vencido o Leganés, seu rival regional, com uma vitória simples de 1-0, gol único de Marco Asensio.

A equipe merengue volta aos gramados na próxima quarta (24), em jogo válido pela volta das quartas de final da Copa do Rei, contra o Leganés, no Santiago Bernabéu. Os blanquiazules terão como adversário no próximo sábado (27) o Levante, no Riazor.

Início sufocante e Gareth Bale iluminado; La Coruña ainda surpreende parcialmente

No primeiro tempo, como esperado, o Real Madrid detinha as principais ações ofensivas na partida. Em poucos minutos, conseguiram oferecer riscos em boas ocasiões de gol contra a modesta equipe visitante: primeiro lance perigoso surgiu da dupla dos extremos do campo Cristiano Ronaldo-Gareth Bale.

O ponta-direita galês, atuando em sua posição de origem, fez bela jogada limpando a marcação, avançou em diagonal e cruzou para Cristiano Ronaldo, que cabeceou com perigo ao gol de Rubén Martínez. 

Logo em seguida, Modric, ocupando espaços na intermediária defensiva do adversário, encontrou espaço no lado direito e cruzou nos pés de Mayoral, que finalizou com perigo, obrigando o goleiro do La Corunã fazer boa intervenção.

Gareth Bale foi um dos grandes destaques da partida | Foto: fotopress/Getty Images
Gareth Bale foi um dos grandes destaques da partida | Foto: fotopress/Getty Images

No jogo associativo da equipe merengue, é essencial a movimentação constante dos meias controladores, assim como as linhas altas e a pressão na saída de bola são primordiais no seu estilo de jogo. Entretanto, as linhas altas condicionam riscos veementes para a integridade da equipe.

O primeiro gol da partida foi dos visitantes, em erro do sistema defensivo madridista: aos 23 minutos, após cobrança de lateral, Andone cabeceou para Lucas Pérez, que cruzou na pequena área, encontrando Adrián López nas costas da zaga, abrindo o marcador.

O gol de empate do Real Madrid veio, mas não passou nos pés de nenhum dos atacantes — aos 32', Kroos, Nacho e Marcelo tabelaram na área, e o zagueiro espanhol recebeu belo passe do lateral brasileiro e não desperdiçou, finalizando firme para as redes, empatando a partida.

Os merengues continuavam intensificando a partida, com um ótimo volume de jogo, aprofundando as jogadas com a amplitude gerada por Marcelo, que fez ótima partida no primeiro tempo, sendo um dos grandes destaques ao lado de Gareth Bale. E foi dos pés do brasileiro e do galês que surgiu o gol da virada, sendo mais mérito do jogador da seleção galesa: aos 42 minutos, Gareth Bale recebeu no bico da área, engatilhou para a perna esquerda e mandou um chute esplendoroso no ângulo, marcando um golaço e, consequentemente, o gol da virada. 

Segundo tempo avassalador; Real Madrid entra em crescente e liquida a partida

Na segunda etapa, na mesma intensidade e proporcionalmente massante em relação ao primeiro tempo, o Real Madrid liquidou a partida em uma goleada categórica. O primeiro gol veio em escanteio, vindo num contexto após cruzamento de Kroos para Casemiro, que cabeceou forte, com ótima defesa do goleiro Rubén, originando a cobrança. O meia alemão se responsabilizou pela cobrança e Bale subiu mais alto que os adversários, marcando o terceiro gol merengue e ampliando o placar.

A brecha veio, a displicente técnica e taticamente equipe do La Corunã jogou a toalha e a goleada foi decorrente: o quarto gol veio aos 68', em assistência de letra de Cristiano Ronaldo, Modric encaixou belo chute de fora da área, no canto, ampliando o marcador. 

Um alento aos blanquiazules surgiu após o quarto gol, que em desatenção do sistema defensivo merengue, Florin Andone finalizou, e Nacho intervencionou na linha, salvando o Real. Novamente em desatenção, Casemiro descuidou e Lucas Pérez finalizou. Navas interceptou e sobrou para Andone - o romeno finalizou por cima do gol, desperdiçando mais uma jogada de perigo.

Já havia dado assistência, mas faltou seu gol: Cristiano Ronaldo também marcou o seu e se 'livrou' da má fase. Aos 78', o português recebeu cruzamento de Casemiro pelo lado direito, se projetou a frente do marcador e finalizou de cabeça, marcando o quinto gol da partida. Após chute de raspão no cabeceio, o jogador ainda teve que estancar o sangramento ocasionado no lance.

O coletivo merengue funcionou, proporcionando uma goleada fantástica | Foto: Oscar del Pozo/Getty Images
O coletivo merengue funcionou, proporcionando uma goleada fantástica | Foto: Oscar del Pozo/Getty Images

Nos minutos finais, ainda foram dois gols para caracterizar o resultado discrepante e que recuperasse a confiança dos jogadores e do torcedores. Bale deu lugar a Lucas Vázquez, aplaudido, o galês fez uma partida incrível, relembrando os bons lapsos que teve com a camisa. 

O meia-atacante espanhol entrou, e logo mostrou serviço: aos 84', Lucas Vázquez avançou em diagonal, limpou o marcador da jogada, cruzou e, Cristiano Ronaldo marcou novamente, marcando o sexto gol da partida. 

Insuficiente, a equipe merengue não tirou o pé e ainda encontrou fôlego pra mais um: nos minutos finais, em cobrança de escanteio, Varane desviou. A bola sobrou para Nacho, que virou o corpo como um legítimo centroavante e chutou forte para as redes, marcando o sétimo e último gol da partida.