Com hat-trick de Cavani, PSG goleia Gazélec Ajaccio na penúltima rodada da Ligue 1

Campeões antecipados da Ligue 1, parisienses não tomaram conhecimento do clube da Ilha da Córsega e fizeram quatro gols

Com hat-trick de Cavani, PSG goleia Gazélec Ajaccio na penúltima rodada da Ligue 1
Foto: Pascal Pochard/AFP/Getty Images
Gazélec Ajaccio
0 4
Paris Saint-Germain
Gazélec Ajaccio: Maury; Touré (Mayi, min. 70), Filippi, Mangane, Martínez; Ducourtioux (Youga, min. 85), Le Moigne (Djokovic, min. 56), Coeff, Issiaga Sylla; Zoua, Boutaib.
Paris Saint-Germain: Trapp; Marquinhos, Thiago Silva, David Luiz, Kurzawa; Stambouli, Thiago Motta, Nkunku (Maxwell, min. 78); Di María (Augustin, min. 77), Ibrahimovic, Cavani (Lucas, min. 59).
Placar: 0 a 1, Cavani (min. 13); 0 a 2, Cavani (min. 49); 0 a 3, Cavani (min. 58) e 0 a 4, Ibrahimovic (min. 90+2).
ÁRBITRO: Mikael Lesage (FRA). Cartões Amarelos: Thiago Silva (min. 51) e Mangane (min. 74).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 37ª rodada da Ligue 1, temporada 2015/16. Realizada no Stade Ange Casanova, em Ajaccio.

Na tarde deste sábado (7), o Paris Saint-Germain venceu o Gazélec Ajaccio por 4 a 0, em partida válida pela 37ª rodada da Ligue 1. O campeão antecipado contou com três gols de Edinson Cavani e outro de Zlatan Ibrahimovic para construir a goleada.

Com o resultado, o Paris chegou aos 92 pontos. O Lyon – que goleou os monegascos por 6 a 1 –  é o segundo colocado com 65 pontos e o Monaco é o terceiro com 62. O Gazélec se complicou na briga contra o rebaixamento. A equipe caiu para a 18ª posição com 36 pontos. O Toulouse, que venceu o Troyes, ultrapassou o time da Ilha da Córsega.

Na última rodada, o Gazélec encara o Lorient fora de casa. O jogo acontecerá no sábado (14) e além de vencer, o time terá que torcer por uma derrota do Toulouse. O PSG tem um compromisso na quarta-feira (11) contra o Bordeaux, em jogo remarcado da 35ª rodada.

Antes do pontapé inicial, foi respeitado um minuto de silêncio em homenagem a Patrick Ekeng, do Dínamo Bucareste. O camaronês morreu nesta sexta-feira (6) após sofrer uma parada cardíaca em partida do Campeonato Romeno.

Em marcha lenta, PSG consegue abrir o placar

O Paris Saint-Germain começou ditando seu ritmo, trocando passes, mantendo a posse e deixando o Gazélec Ajaccio correr atrás da bola. Os parisienses não tinham pressa e na primeira jogada bem trabalhada, aos 13 minutos, abriram o placar: Di María cruzou da intermediária, Cavani antecipou-se ao goleiro e cabeceou para o fundo do gol.

Com a vantagem no placar, a supremacia do PSG na partida aumentou ainda mais. Recuado, o Gazélec tinha dificuldades em criar jogadas. O time mandante tentava resolver rapidamente, mas a defesa visitante levava a melhor. A primeira chance da equipe aconteceu aos 23 minutos, pelo alto: Após cobrança de escanteio, Filippi mandou de cabeça e assustou.

Aos 30 minutos, Stambouli foi derrubado próximo à lateral. Di María se encarregou da cobrança, e mesmo distante do gol, o argentino mandou direto (à la Ronadinho na Copa de 2002). O arremate foi com muito efeito e pegou no travessão, assustando o goleiro Maury que estava adiantado.

Sem poder de reação, o Gazélec mantinha uma postura defensiva e apenas observava a troca de passes do adversário. Ibrahimovic passou despercebido na etapa inicial, o sueco pouco participou. O time da capital terminou com 75% de posse de bola.

Mais dois gols de Cavani, Ibrahimovic fecha a conta

Logo no inicio da segunda etapa, o PSG ampliou a vantagem no marcador. Ótimo lançamento de Ángel Di María, o camisa 11 inverteu para Cavani que dominou com a coxa, ganhou da marcação e bateu na saída do goleiro. Outra grande jogada da dupla sul-americana. Pouco depois, Cavani cruzou rasteiro e Ibrahimovic furou no momento do chute.

Marquinhos foi à linha de fundo e cruzou, Ibrahimovic tentou o domínio, mas a bola subiu. O sueco tentou de cabeça, mas Maury desviou para escanteio. O Paris marcou o terceiro gol: Kurzawa cruzou e Cavani mandou de cabeça, com estilo, anotando o hat-trick. Logo após o tento, o uruguaio deixou o gramado e Lucas entrou em sua vaga. Movimentando a bola, rondando a área adversária e deixando o tempo passar, o PSG administrava o resultado.

O Gazélec Ajaccio buscava o gol de honra, mas não chegou a criar uma chance concreta. Aos 78 minutos, a torcida organizada do time mandante – que estava atrás do gol de Trapp – lançou sinalizadores no gramado. O árbitro paralisou a partida e retomou um minuto depois, quando foram apagados.

Nos minutos finais, Lucas costurou do meio para a direita e chutou cruzado, Maury espalmou. Do outro lado, bola levantada na área. Trapp saiu mal, a sobra ficou com Boutaib que chutou e Thiago Silva salvou de cabeça em cima da linha. No minuto seguinte, Ibrahimovic recebeu em profundidade e bateu no cantinho, fazendo o quarto do PSG.