Claude Puel deixa Nice e Lucien Favre é oficializado como novo técnico do clube

Após quatro anos e uma surpreendente temporada, Puel deixa o comando dos Aiglons; ex-técnico do Mönchengladbach assina contrato por três anos

Claude Puel deixa Nice e Lucien Favre é oficializado como novo técnico do clube
Foto: Divulgação/Nice

Após quatro temporadas, Claude Puel deixa o comando do Nice. Um dos principais responsáveis pela surpreendente campanha do rubro-negro na última edição da Ligue 1, Puel era cotado para renovar seu contrato, mas a direção anunciou nesta terça-feira (24) o seu desligamento. Lucien Favre é o novo técnico da equipe.

O Nice alcançou o quarto lugar na Ligue 1 2015/16, assegurando vaga para a Uefa Europa League. Claude Puel estava no clube desde 2012 e nesta terça-feira se reuniu com os dirigentes para acertar um prolongamento de contrato por mais dois anos. Porém, o clube surpreendeu a todos e anunciou a sua saída.

SAIBA MAIS: Claude Puel é eleito o melhor técnico da Ligue 1 pela VAVEL Brasil

Lucien Favre é suíço e tem 58 anos. Seu último trabalho foi à frente do Borussia Mönchengladbach. Após perder as cinco primeiras partidas da Bundesliga, teve seu contrato rescindido dia 20 de setembro de 2015. No futebol francês, Favre jogou no Toulouse entre 1983 e 1984. Ele assinou contrato de três anos com o clube da Costa Azul.

SAIBA MAIS: Em alta após boa temporada, Ben Arfa revela ter recebido proposta de 18 equipes

O novo técnico concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira (25). Ele comentou sobre a sua chegada ao clube, que pretende apostar nas categorias de base na próxima temporada: “Estou muito feliz por estar no OGC Nice. O projeto com jovens me convenceu.

Questionado sobre a participação do Nice na Europa League, Lucien Favre disse: “Vamos jogar duro. São espaços curtos para recuperação. Isso não é segredo. É algo que excita os fãs. As sequências entre campeonato europeu e a liga? No Borussia eu mudava entre quatro a cinco jogadores da quinta para o domingo. Estou feliz em chegar ao quarto colocado da Ligue 1, classificado para a Liga Europa e com boas perspectivas para o futuro.

O presidente Jean-Pierre Rivère também esteve na coletiva de imprensa e falou sobre a saída de Puel: “Nós tínhamos planejado uma extensão com Claude. Mas ele queria esperar até o fim da temporada. Sem problemas, tudo foi acordado e procuramos outros treinadores para assumir. Lucien era nossa prioridade, entre os treinadores que nos conhecemos.”

O clube é muito saudável financeiramente, com autonomia para tomar decisões importantes como o advento de Lucien. Se quiséssemos vender o clube, já teríamos feito isso. O que nos interessa é ter investidores para nos acompanhar neste projeto”, disse o mandatário.