Didier Dechamps prevê crescimento da França na Eurocopa: "Podemos melhorar"

Técnico francês admite erros defensivos, mas enfatiza que foi primeiro confronto da dupla Adil Rami e Koscielny, além de defender mais uma vez Giroud das críticas

Didier Dechamps prevê crescimento da França na Eurocopa: "Podemos melhorar"
Treinador garante que haverá melhora dos Bleus, apesar dos resultados positivos nos amistosos preparatórios. (Foto: Matthias Hangst / Bongarts / Getty Images)

Nesta segunda (30), a Seleção Francesa garantiu a vitória diante Camarões por 3 a 2. Apesar dos jogos serem amistosos preparatórios a equipe mostrou muitas deficiências defensivamente, para o técnico Didier Dechamps, ele admitiu os defeitos apresentados, mas os atribuiu a falta de ritmo de jogo de certos jogadores.

"Camarões jogou em um novo sistema com a potência e velocidade no meio e da frente. Há coisas que podemos melhorar, mas foi a primeira partida após um longo período alguns competirem," analisou.

Ao ser questionado se Oliver Girroud se tornou menos querido para os franceses, Dechamps reforçou que seu camisa nove foi aplaudido pelo público.

"Isto é errado, acho injusto. Em Biarritz, ele foi aplaudido. Inevitavelmente as pessoas podem sido impacientes um pouco, mas Olivier marcou novamente esta noite. Basta dizer que ele é uma dor de cabeça, não fará um favor a ele. Esta é a sua declaração, porém não é necessariamente a realidade ", defendeu o jogador.

Questionado sobre os erros mostrados defensivamente pela Equipe de France, o comandante relembrou o fato de ser a primeira vez que os defensores atuaram juntos, porém prevê melhora gritante nos próximos confrontos: "Podemos sempre melhorar tudo. Este é o primeiro jogo jogado por Adil Rami e Laurent Koscielny juntos há muito tempo e chegamos na frente de qualidade. Há erros, parece lógico. Eu não espero que uma cópia perfeita."

O campeão de 98 continuou ressaltando que haverá uma grande melhora na comunicação da equipe: "Em relação Adil, depois de tudo o que aconteceu [corte de Varane devido há uma lesão], ninguém pode ter paz de espírito. Nem tudo foi perfeito, obviamente merece uma maior comunicação entre os jogadores às vezes, mas os camaroneses foram muito interessantes também." Finalizou o comandante.

O próximo amistoso preparatório da França será diante a Escócia, no estádio Saint-Symphorien, na cidade francesa de Metz, no sábado (4), ás 16h, horário de Brasília.

Após essa partida, eles encaram a Romênia, no Stade de France, em Paris dia 10 de Junho, em jogo válido para a fase de grupos da Euro. A Albânia, 15 de Junho, o palco será o tradicionalíssimo Velódrome, casa do Olympique de Marseille, e a Suíça, dia 19, no Stade Pierre Mauroy, cidade de Lille. Todas as partidas serão às 16h. O grupo dos franceses é o A e os mesmos são os cabeças de chave.