França e Suíça não saem do empate sem gols na Eurocopa

Franceses perderam o 100% de aproveitamento e tiveram três bolas na trave que também garantiu os suíços pela primeira vez para segunda fase

França e Suíça não saem do empate sem gols na Eurocopa
Foto: Divulgação/Uefa
Suíça
0 0
França
Suíça: Sommer; Lichtsteiner, Schär, Djourou, R. Rodriguez; Behrami, G. Xhaka; Shaqiri (G. Fernandes Min. 79), Mehmedi (Lang Min. 86), Džemaili; Embolo (Seferovic Min. 74). Técnico: Vladmir Petkovic
França: Lloris; Sagna, Rami, Koscielny, Evra; Cabaye, Sissoko, Pogba; Griezmann (Matuidi Min. 77), Coman (Payet Min. 63), Gignac. Técnico: Didier Deschamps
ÁRBITRO: Damir Skomina (Eslovênia) Cartões Amarelos: Rami (Min. 25), Koscielny (Min. 83).
INCIDENCIAS: Partida Válida Pela 3ª rodada da Eurocopa 2016. Estádio: Stade Pierre-Mauroy/Lille (França).

Neste domingo (19), França e Suíça se enfrentaram pelo encerramento da 3ª rodada da fase de grupos da Eurocopa 2016 no Stade Pierre-Mauroy na cidade de Lille em jogo válido pelo grupo A. Os bleus que já estavam classificados para próxima fase queriam manter o 100% de aproveitamento diante de uma seleção que só precisava de um simples empate para se garantir de forma inédita a segunda fase.

Em um jogo movimentado com três bolas na trave o duelo terminou no empate sem gols. Com o resultado garantiu os franceses na liderança do grupo com 7 pontos. Já os suíços se classificaram em segundo com 5 pontos.

O próximo jogo da França será no próximo domingo (26), contra o melhor terceiro colocado no Stade des Lumières em Lyon. Enquanto que a Suíça enfrenta o segundo colocado do grupo F no próximo sábado (25), no Stade Geoffroy-Guichard em Saint-Étienne.

Em um primeiro tempo movimentado nada de gols e chances não faltaram

Os bleus que só jogavam para cumprir tabela encarou uma seleção que precisava de pelo menos um empate para avançar a próxima fase do torneio. E a equipe de Didier Deschamps com uma equipe mista foi pra cima e aos 2 minutos Pogba arriscou ao gol, mas Djourou fez boa intervenção no arremate do volante.

Depois os suíços responderam aos 8 minutos em cobrança de escanteio batido por Shaqiri na área Schär desviou de cabeça, mas ninguém conseguiu complementar a boa chance que tiveram no jogo em jogada na bola parada da equipe treinada por Vladimir Petkovic.

Logo em seguida os franceses tiveram duas oportunidades de abrir o marcador com Pogba, à primeira foi um chute de canhota que foi no travessão. Em seguida foi de canhota, mas parou na boa defesa de Sommer que espalmou para tiro de canto. Novamente os bleus perderam outra ocasião de gol novamente com Pogba que arriscou e outra vez mandou no poste suíço.

Os suíços voltaram a sair mais para o jogo e desta vez com Mehmedi que arriscou de fora da área e mandou sem direção. No fim da primeira etapa aos 45 minutos, Džemaili arrematou de longe e mandou por cima da meta de Lloris que só acompanhou a bola sair por cima de sua meta.

Segunda etapa disputada e terminou no zero, classificando os suíços

Na etapa final o jogo foi mais disputado e os dois times fazendo uma boa marcação, só que os franceses foram perigosos nas descidas de contra ataque e aos 8 minutos, Pogba acionou Gignac que arriscou ao gol e Sommer fez a defesa.

Os franceses tiveram outra chance aos 12 minutos na boa troca de passes entre Gignac e Griezmann, o jogador do Atlético de Madrid recebeu de volta e mandou de direita por cima da meta do arqueiro suíço.

A equipe suíça tentou surpreender em cobrança de escanteio batido por Shaqiri que mandou fechado, tentando assustar o goleiro Lloris que só acompanhou a bola sair por cima do seu gol.

Por pouco os bleus não abriram o marcador aos 30 minutos em uma arrancada de Moussa Sissoko que desceu pelo lado direito e cruzou na medida para Payet que de chapa mandou na trave que seria um golaço. No final da partida, Payet recebeu outro belo passe e o camisa 8 arriscou mal, perdendo a oportunidade de dar a vitória a sua seleção.

O detalhe da partida foi que o time suíço teve quatro camisas rasgadas e o volante Granit Xhaka teve que trocar por duas vezes o fardamento. Além disso, uma bola furada no duelo que foi um dos mais disputados da Eurocopa.