Deschamps admite pressão da França para título da Euro: "Não temos o direito de ser eliminados"

Comandante da Equipe de France ainda fala que apesar de azarões, que duelo diante os irlandeses nunca são fáceis.

Deschamps admite pressão da França para título da Euro: "Não temos o direito de ser eliminados"
Deschamps é técnico que tem o desafio de vencer a Euro em casa. (Foto: Clive Mason/GettyImages)

Neste domingo (26), a França venceu a Irlanda por 2 a 1 graças há um doblete de Antoine Griezmann na segunda etapa (57 e 60 min), do lado irlandês Brady marcou de pênalti em apenas dois minutos de bola rolando. Para o técnico Didier Dechamps a partida foi dificilima e só melhorou quando a equipe melhorou a ofensividade. 

"Foi difícil. Ainda estava um pouco tenso, os irlandeses tinham o jogo. Nós fizemos algumas coisas boas no primeiro semestre, mas eu queria acrescentar mais presença ofensiva e Griezmann mais próximo de Giroud, com a velocidade de Kingsley [Coman]",admitindo a falta de atitude ofensiva na primeira etapa.

VEJA MAIS: Herói da classificação francesa, Griezmann exalta atuação: "Vou dar tudo o tempo todo"

O comandante dos Bleus ressaltou o jogo da Croácia  como exemplo, que perdeu para Portugal por 1 a 0 nas oitavas de finais, como exemplo de eliminação. E que a pressão de ser eliminado em casa é algo que ele nem sequer imagina.

"Não é fácil para ninguém. Olhe para a Croácia, todo mundo viu no meio ou na final. O objetivo é alcançado. Embora nós precisamos de disciplina, não podemos calcular também. Os jogadores são bons quando há loucura e ritmo. É lá que é o mais perigoso. Nunca é fácil contra eles e nós simplesmente não temos o direito de ser eliminados", ressaltou

Deschamps ainda agradeceu o público que compareceu ao Parc Olympique Lyonnais, na Cidade de Lyon, que além de lotar o estádio, apoiou a equipe o tempo inteiro: "Eu também estou feliz para os fãs. Foi um grande apoio desde o início. Amanhã [segunda-feira], podemos tranquilamente assistir outras partidas nesta cadeira". Finalizou.

O próximo confronto da Seleção Francesa será no próximo domingo (3), às 15h, no Stade de France. O rival ainda não foi confirmado: o vencedor do duelo de Islândia e Inglaterra, que irá acontecer segunda (27), na arena Allianz Riviera, na cidade de Nice, 16h.