Unai Emery analisa objetivos do PSG na temporada: "Exigências são altas"

Apresentado oficialmente, técnico espanhol comentou sobre a Uefa Champions League e afirmou que jovens jogadores terão chances no time principal

Unai Emery analisa objetivos do PSG na temporada: "Exigências são altas"
Foto: Aurelien Meunier/Getty Images

Unai Emery foi apresentado oficialmente pelo Paris Saint-Germain nesta segunda-feira (4). Campeão das três últimas edições da Uefa Europa League pelo Sevilla, o novo técnico parisiense concedeu entrevista coletiva e teve seu primeiro contato com a imprensa francesa.

Ao lado de Nasser Al-Khelaifi, presidente do clube, Unai Emery respondeu vários questionamentos. O técnico assinou vinculo no fim do mês passado, válido por duas temporadas. Após dois anos de domínio nacional, o PSG buscará alcançar as glórias europeias. Três reforços também foram anunciados: Ben Arfa, Krychowiak e Meunier.

LEIA MAIS: Destaque do Sevilla, Krychowiak assina por cinco anos com PSG

Treinar o Paris Saint-Germain é uma oportunidade única, um grande desafio. Até agora, o clube tem funcionado muito bem, ganhado muito. Quando o PSG entrou em contato comigo, me disseram que eu tinha que fazer de tudo para melhorar o trabalho que tem sido feito nas últimas temporadas. Estou muito feliz por estar em Paris e por começar a treinar com os jogadores e a comissão técnica”, disse Unai Emery.

Em suas primeiras declarações, é visível a mudança de postura da alta cúpula do PSG. O clube vive nova fase após a saída de Ibrahimovic. O treinador ressaltou que dará chances às pratas da casa: “Quero muito conhecer os jogadores. Temos uma grande equipe, com grandes nomes. Nós cobrimos as necessidades com as contratações feitas. Alguns jovens jogadores podem aparecer no time principal, este é o objetivo do clube. Todos terão sua chance, todo mundo começa do zero comigo. Conto com todos. Quando conhecer um pouco melhor a equipe, vamos refiná-la. Com este elenco, creio que temos material para fazer coisas boas.

Os jovens jogadores do Paris Saint-Germain deverão ter oportunidades. Quatro ou cinco deles irão integrar a equipe principal. Estou ansioso para trabalhar com eles. Queremos trabalhar com todo o elenco, e os jovens fazem parte disso”, disse.

Com a saída de Zlatan, Emery acredita que Cavani chamará a responsabilidade no setor ofensivo, onde finalmente o camisa 9 jogará em sua posição favorita: “Tenho a sorte de ter grandes jogadores à disposição. É um desafio para mim: tirar o máximo destes jogadores. Estou ansioso para começar a treinar e conhecê-los. Edinson Cavani tem uma grande oportunidade de se tornar uma referência, de progredir ainda mais. Este é o desafio que vamos lhe propor.

Como sempre, o objetivo do PSG é conquistar a Uefa Champions League. Emery não fugiu do assunto, mas avisou que não será fácil vencer a própria Ligue 1, considerada mais fraca por alguns críticos: “As exigências são altas, o clube está trabalhando bastante e crescendo mais. Eu sempre quis progredir. Qual é o limite? Não há nenhum. Vencer a Ligue 1 não é fácil. O clube tem conseguido isso e deve continuar assim. Ganhar a Liga dos Campeões é uma meta, assim como crescer, progredir, avançar. Ganhar esta competição seria um passo importante.

Temos de fazer ajustes para alcançar este objetivo, garantindo que cada jogador eleve seu nível de jogo, que o elenco seja mais forte. A equipe deve permanecer com uma base, mas com fortes individualidades”, finalizou o técnico.